segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Amor Doce: Episódio 21_ Chapeuzinho Vermelho_ Kentin

                       Ato 2- A Peça

(Após sair do porão onde a Ambre tinha me trancado, eu pude participar da audição da peça de teatro. Sr. Boris estava prestes a anunciar o papel que cada um faria.)
(Eu e o Kentin ainda estávamos com os dedos entrelaçados.)


Boris: Silêncio, por favor! Todo mundo terá um papel, não se preocupem!


(Ah, não deixe o suspense durar mais, conte para a gente!)


Boris: Mas antes de dar mais informações, eu e o professor Faraize pensamos que sera importante falar um pouco mais sobre o texto que vocês acabaram de ensaiar. Porque, infelizmente, ninguém consegue atuar direito.


(Próximo)


Boris: Alguns são mais talentosos que outros, é verdade. Mas temos uma carga de trabalho importante, para garantir uma apresentação boa para os queridos pais!


(Próximo)


Castiel: Mas um motivo para não fazer esta peça ridícula!


Silêncio! Ouça!


(Sr. Boris interrompeu o discurso do nariz... Eu me senti um pouco ridícula ao modo como ele falava o seu texto).


Boris: Estão vendo? Uma voz firme e forte para que toda a sala possa ouvi-los. Uma postura firme e sempre de frente para o público, para que todo mundo consiga vê-los, em todas as circunstâncias...


(Próximo)


Boris: E vários outros pequenos truques que iremos aprender juntos nas próximas semanas!


(Temos muito trabalho pela frente...)


Boris: Bom, agora que foi tudo dito, não vamos deixar vocês esperarem por mais tempo.


(Pronto, meu coração acelerou de novo.)


Boris: Como não tem papel suficiente para todo mundo temos que adaptar a história. Terei o maior prazer em explicar isso para vocês...


(Próximo)


Boris: Claro que nada é definitivo, vocês podem adaptar o roteiro mais tarde. Todos aqueles que não atuarem na peça, cuidarão da preparação do figurinos ou outros detalhes!


(Ai... Estou com medo... Quer dizer que, mesmo se tem mais papéis do que na obra original, não será o suficiente para todo mundo...)


Boris: A mãe da chapeuzinho vermelho pede para que ela visite sua vovozinha. Antes de entrar na floresta, uma senhora lhe diz que ela perdeu o pote de mel.


(Próximo)


Boris: E chapelzinho vermelho responde que, se ela encontrar, ela irá lhe entregar!


(este chapelzinho vermelho é muito gentil...)


Boris: Na floresta, um coelho irá alertá-la sobre o lobo. Depois, ela encontrará o urso que roubou o pote de mel e verá também um cervo que não sabe como voltar para casa!


(... Por que eu não escolhi outra peça de teatro?)


Nathaniel: Gente... Em que situação eu me meti...


Eu estava me perguntando a mesma coisa!


Kentin: ...


(Desta vez, foi ele quem apertou a minha mão com força.)


Boris: Depois, o lobo chega e continuamos a história, como no conto! O caçador ajuda a senhorita na cena da luta pedida por vocês e tudo termina bem.


Exceto para o lobo...


Boris: Bom, agora que todo mundo conhece as pequenas modificações que fizemos na história, podemos distribuir o papel de cada um.


(Finalmente!)


Boris: No papel da mamãe: a Peggy! E a vovozinha, a Kim!


(Próximo)


Peggy: ... Quer dizer que sou eu a mãe irresponsável que envia sua filha para o outro lado da floresta?


(Próximo)


Kim: Não reclame... Eu vou fazer o papel de uma velhota...


(Próximo)


Boris: O caçador será o Kentin! E o coelho, o Nathaniel!


(Próximo)


Kentin: Uau, legal!


(Próximo)


Nathaniel: ... Eu vou interpretar um COELHO?


(Próximo)


Castiel: Se eu fosse você, eu não tirava onda.


(Próximo)


Nathaniel: Pelo menos eu tenho um papel na peça!


(Próximo)


Castiel: É... Um coelho. Quanto estilo!


(Próximo)


Lysandre: Pois eu não me importaria se tivesse recebido este papel...


(Próximo)


Boris: Para o papel do urso, escolhemos o Armin! E o cervo será o Lysandre!


(Próximo)


Armin: Vocês estão brincando comigo?


(Próximo)


Lysandre: Um cervo? Sem problemas...


(Nossa... Só restam três papéis...)


Ambre: ...


 (A Ambre me olhou com um sorriso nos lábios.)


Boris: O papel da senhora que perde o pote de mel será feito pela Li e o lobo, pelo Castiel!


(Próximo)


Castiel: ... E o lobo vai engolir o coelho numa bocada?


Castiel...


Nathaniel: Nem sonhando!


(Próximo)


Kentin: A cena do combate s-será com o Castiel?


(Próximo)


Castiel: Por quê? ... Está com medo?


(Próximo)


Kentin: N-Não! Claro que não!


(Só resta agora o papel da chapeuzinho vermelho.)


Boris: E o papel da chapeuzinho vermelho vai para... Docete!


V-Verdade?


Kim: Eu te disse que esse papel seria seu!


(E-Estou super contente! Que legal!)


Ambre: Ei! E eu? Por que eu não ganhei o papel?!


(Próximo)


Prof. Faraize: N-Nós tínhamos pensado que você poderia cuida de outra coisa...


(Próximo)


Ambre: Não é justo! Docete chega atrasada e ela ganha um papel presente em todas as cenas da peça!


(Próximo)


Boris: Nós podemos te dar um papel, senhorita Ambre, se você quer tanto!


(Próximo)


Ambre: Eu quero sim! Quero o papel da Chapeuzinho Vermelho!


(Próximo)


Boris: Oh, não, não... Este papel papel é da Docete!


(Eles continuaram discutindo sobre o papel da Ambre durante vários minutos. Ela queria ter um papel de qualquer maneira e em todas as cenas da peça. Eles acabaram criando um...)


Boris: Ninguém é contra? A Ambre poderá fazer o papel de uma árvore ou um flor, assim ela poderá estar presente em todas as cenas também!


(A Ambre no papel de planta... Este é o dia mais feliz da minha vida...)


Boris: Bom, agora vamos falar sobre os outros papeis. Alguns já nos pediram para não atuar no palco, outros foram escolhido por nós mesmos. A Rosalya e o Alexy vão cuidar dos figurinos!


(Próximo)


Rosalya e Alexy: Certo!


(Eles bateram nas mãos um do outro.)


Boris: A Violette e a Iris cuidarão dos cenários!


(Próximo)


Iris: Farei o melhor possível...


(Próximo)


Violette: Vai ser divertido!


(Próximo)


Boris: Os pontos serão a Melody e a Bia!


(Próximo)


Bia: Hi, hi, hi...


(Eu não posso esquecer o meu texto... Eu tenho certeza que ela vai ser aquele tipo de ponto que só fala besteira...)


Boris: E para finalizar, a narradora será a Charlotte! Ela irá contar tudo o que acontece aos espectadores!


(Próximo)


Charlotte: Eu acho que não tenho escolha...


(Próximo)


Boris: Pronto! Vocês sabem tudo agora! Nós temos o necessário para fazer uma peça perfeita!


(Perfeita... Ele é bem otimista!)


Prof. Faraize: No próximo ensaio, vocês poderão dizer se querem fazer alguma modificação no roteiro. Iremos aproveitar também para falar sobre a visita dos seus pais.


(Próximo)


Boris: Obrigada pela atenção! Vocês podem ir agora!


(Todo mundo saiu. A Ambre continuou reclamando por causa do papel que deram para ela.)


Pátio


Kentin: ...


(Ah, aqui está o Kentin!) Oi, Kentin!


Kentin: ...


(Ele está perdido nos seus pensamentos) Ei, Lysandre, saia deste corpo que não te pertence! (Eu dei um puxão no braço dele.)


Kentin: U-UAI!!


(Ele deu um salto de vinte centímetros de distância) O-Ooooops...


Kentin: Não me assuste desta maneira! Principalmente quando eu penso em... Enfim... Nunca mais faça isso!


Sinto muito... Estava pensando em quê? Na peça?


Kentin: S-Sim... No meu papel principalmente...


Ah, é? Você não gostou? (Bem, visto o pulo que ele deu, o papel está aterrorizando ele.)


Kentin: S-Sim... Ele é legal...


E onde está o problema?


Kentin: ... É a cena de ação... Tínhamos dito que haveria uma cena entre o caçador e o lobo.


Ah! E eu pensei que você era um dos primeiros a querer um combate...


Kentin: S-Sim... Pode ser... Quer dizer, eu preferia que o lobo não fosse interpretado por... Você sabe quem.


... Você está querendo dizer que esta com medo do Castiel?


Kentin: CLARO QUE NÃO! Só estou me perguntando se ele vai levar a sério seu papel!


Claro que ele vai fazer corretamente, ele não vai estragar a peça de teatro somente porque não está com vontade de perder...


Kentin: ...


Quer dizer, eu acho...


Kentin: ...


M-Mas não... Ele não faria isto, pelo menos não na frente dos pais de todo mundo...


Kentin: ...


...


Kentin: Pronto? Captou o problema?


(Puxa vida... Não foi uma ideia tão boa dar este papel para ele...)


Kentin: P-Por isto eu estava arquitetando um plano de ataque para ter certeza de ganhar em caso de resistência.


Pff... Fala sério, ele vai te deixar em pedacinhos...
Estamos imaginando coisas. O Castiel não é tão irresponsável.
Se for preciso, você dá um pontapé bem dado e pronto...



Kentin: Um pontapé bem dado? Ai... Nem ele merecia isso!


(Ele fez uma careta de dor.) Medroso!


Kentin: É fácil falar, você é uma garota! Você nunca vai saber o quanto isto dói!


Não tem nada a ver! Está provado cientificamente: os homens são mais sensíveis a dor.


Kentin: E as garotas não tem nenhum senso de orientação.


Mentira! Eu nunca me perdi na escola!


Kentin: Bem, visto o tempo que você passa visitando a escola de cabo a rabo, seria até triste...


(O Kentin fazendo piada... Onde este mundo vai parar?)


Clube de Jardinagem




Então, você gosta do seu papel? Você parecia contente quando eles anunciaram!


Lysandre: Realmente, eu acho isto... Divertido.


Eu pensei que você ficaria incomodado em interpretar um animal...


Lysandre: E por que seria o caso?


É um pouco... Infantil.
É um pouco... Estranho.


Lysandre: O Castiel pensa o mesmo... Vocês dois me fazem rir.


Ah, é? Por quê?


Lysandre: Vocês parecem temer o ridículo.


Bom... Vamos interpretar na frente dos nossos pais...


Lysandre: Exatamente por isto... São pessoas que já nos viram em nossos momentos menos favoráveis!


(Próximo)


Lysandre: Se eu entendi bem, você não gostou do papel que ganhou, é isso?


Não, eu gostei! Tenho o papel principal, estou feliz!


Lysandre: Ainda bem, tive medo de que ele não fosse do seu agrado.


Oh, sabe... Estar no palco já é o suficiente para mim!


Lysandre: É uma excelente maneira de pensar!


(Terminar a conversa)


Pátio


(Alguém me empurrou.) Ai!


Oh, é você.


Castiel: Tente disfarçar a sua felicidade...


(Próximo)


Castiel: Então, está satisfeita? Você ganhou o papel principal... Além disso, caiu como uma luva. 


Sim, estou contente! ... Um momento, como assim, "como uma luva"?


Castiel: Uma menina que faz o papel de outra menina, á a associação perfeita!


Ah, ah, super engraçado... Não podemos dizer o mesmo para você.


Castiel: Você está brincando? No fundo eu sou um predador. O papel de lobo foi feito para mim.


(Próximo)


Sabe, eu conversei a poucos com o Kentin e...


Castiel: ... E?


(Próximo)


E estávamos na duvida se você iria fazer tudo corretamente mesmo, no dia da peça...


Castiel: ...Vocês estão com medo de que eu estrague tudo? Eu tenho uma reputação daquelas...


Você não vai fazer besteira, vai...?


Castiel: Eu não disse isso...


Castiel!


Castiel: Como assim "Castiel"? É a minha chance de deixar todo mundo com medo, me deixe dar risada um pouco...


Vamos ficar todos estressados!


Castiel: Só você parece se preocupar com isso. Você foi a única a vir falar comigo, seu coleguinha Kentin não me disse nada.


Normal, ele tem medo de você...


Castiel: Isso eu percebi!


Ei... Não perturbe ele, ok?
E no entanto você nunca fez nada com ele.
E eu me pergunto porquê...



Castiel: Eu assusto todo mundo... Isto não chega a me surpreender.


Você não me dá medo!


Castiel: Mas você tem tendências masoquistas...


(Terminar a conversa)


Pátio


Olá, meninas! O que vocês estão fazendo?


Iris: Estávamso falando sobre o que iriamos fazer para a peça!


Vocês irão fazer os cenários, é isto?


Violette: Sim... Não pude ficar com o Alexy e a Rosalya. Mas tenho certeza de que eu e a Iris vamos fazer algo interessante!


(Próximo)


Iris: Sim! Vamos fazer o melhor possível!


Eu me pergunto que tipo de cenário vocês irão fazer...


Violette: Bem... Pensei em pintura em papelão... Mas talvez não seja tão bom assim, o que você acha?


Hein? Sim, claro que sim! Vai ficar perfeito!


Violette: ... Estou começando a sentir um frio na barriga...


Sinto muito, eu não queria te pressionar!


Iris: Não se preocupe, Violette, eu sei que você é talentosa! Se der tudo errado, diremos que a culpa foi minha!


(Próximo)


Violette: M-Mas... Eu não quero que briguem com você por minha causa!


(Puxa, eu não deveria ter perguntado isso...)



Pátio 


Rosalya: Veja só... Você conseguiu o papel principal! Eu não sei se você tem sorte ou se é apenas talentosa, mas estou contente por você!


Obrigada! Talvez seja um pouco dos dois, ah ah! Mesmo eu não sendo muito sortuda, pelo menos até agora...


Rosalya: Eu não vejo a hora de costurar a roupa para você! Você será a mais linda Chapeuzinho Vermelho de toda a história!


N-Não faça besteira, hein?


Rosalya: Você já me viu fazer besteira ao costurar roupas?


Bom... Os trajes dos rapazes no show eram um pouco estranhos...
Nunca, é verdade! Você tem dedos de ouro!


Rosalya: Pare com isso, vou ficar vermelha! Eu sou talentosa, mas nem tanto assim! Mas não vejo a hora! A cor vermelha combina tanto com você!


Você acha?


Rosalya: Sim! O traje que eu fiz para você usar no show te valoriza!


Pare, estou ficando vermelha!


Escadaria


(Olha, a Li e a Charlotte estão sozinhas.)


Li: Talvez ela tenha ido embora...


(Próximo)


Charlotte: Eu não acho, ela teria nos dito... Eu acho que ela ficou com muita raiva do papel que Sr. Boris escolheu para ela...


(Próximo)


Li: Pois é... Você viu quem ganhou o papel principal?... Ah, falando no diabo olha quem chegou...


(Elas me viram.) ... Vocês se perderam da Ambre?


Li: Não, nós não a perdemos de vista. Só não sabemos onde ela está!


É exatamente o que estou dizendo...


(O que será que ela está fazendo... Eu espero que não esteja preparando uma cilada.)


Sala de Aula B


(Olha o Armin... Ele parece muito irritado). Tudo bem, Armin?


Armin: Como tudo bem? Eu vou interpretar o Pedobear!


Pedo... o quê?


Armin: Deixa para lá... Eu tenho que pensar em outra coisa, senão isto vai acabar estragando o meu dia. De qualquer maneira, não vejo a hora desta peça terminar.


É o seu papel de urso que te desagrada?
Eu também, o show foi mais divertido!
Para estragar o seu dia, precisa mais do que isto!


Armin: Sim, foi divertido! Mas se eu pudesse tocar minha bateria...


Armin, não foi uma bateria, foi um jogo.


Armin: Sim, mas um jogo radical! Eu tenho certeza de que todo mundo iria gostar!


Já tivemos esta conversa, eu acho...


Armin: Sim, é verdade!


(Próximo)


Pois eu não entendo porque vocês estão tão zangados... É apenas uma peça de teatro!


Armin: Sim, mas... Você viu a história que teremos que atuar?


Ei foi na base do voto. Ninguém foi obrigado!


Armin: Sei... Mas não foi a peça que eu escolhi.


Não é motivo para você fazer esta cara!


Armin: Eu não estou de cara feia!


Mentiroso...


Armin:  É fácil para você! PE a peça que você escolheu. E você tem um papel legal. Você não tem que interpretar um urso de pelúcia gigante.


Ah... Vai ser divertido.


Armin: O Kentin e o Castiel tem de ir à fundo. Porque se a cena de ação não for tão ruim quanto o resto da peça, eu mudo de escola!


(Terminar a conversa)


Sala de Aula B


(A Ambre e o Nathaniel estão juntos... Eles parecem estar brigando.)


Ambre: Você é o representante de turma, pode fazer alguma coisa!


(Próximo)


Nathaniel: Claro que não, não decidi os papéis, não pude opinar em nada.


(Próximo)


Ambre: Você está mentindo! Tenho certeza!


(Próximo)


Nathaniel: Sou um re-pre-sen-tan-te de turma e não um professor... Você não acha que gostaria de mudar o meu papel também?


(Próximo)


Ambre: Pelo menos você tem um papel com falas! Eu serei apenas uma planta!


Se temos um coelho falante, tenho certeza que podemos ter uma árvore que faça o mesmo...


Ambre: Não se meta! Deixe-me falar com o meu irmão tranquilamente!


Suas colegas estão te procurando, você deveria procurá-las...Eu também quero conversar com o Nathaniel... Está bem, entendi... Eu vou indo... 


Ambre: Eu não quero vê-las! Elas tiveram papéis bem melhores do que o meu!


Mas... Não é culpa delas! Além disso, você nem sabia qual papel os professores queriam te dar. Talvez fosse algo bem interessante...


Nathaniel: É verdade que se você não tivesse reclamado para ter um papel em todas as cenas da peça, poderia ser outra coisa do que uma árvore... Você só pode por a culpa em você mesma.


(Próximo)


Ambre: Vocês estão todos contra mim... Eu detesto vocês! Eu não virei no dia da peça e vocês terão que se virar sem mim!


Não diga isso... Precisamos de todo mundo.
Como se isso fosse nos incomodar...


Ambre: É assim, né? Tire sua onda! Você acha que só porque tem o papel principal, pode fazer o que bem entender?


Eu não estou falando isso, estou constatando. Só isso!


Ambre: Você é ainda pior do que eu... Você pode me criticar como quiser, você não é melhor mesmo!


Eu não te tranquei no porão para que você você ganhasse um papel ruim! Você conseguiu este feito sozinha.


Nathaniel: Vocês querem parar? Parecem duas garotinhas brigando por uma boneca...


S-Sinto muito... Foi ela quem começou...


Ambre: Não, é mentira! FOI ELA!


(Próximo)


Nathaniel: Ei, se acalmem. Ambre, já te disse que não poderei fazer nada por você, não vale a pena insistir. 


(Próximo)


Ambre: ... Eu vou encontrar a diretora, ela poderá fazer alguma coisa!


(Próximo)


Nathaniel: Eu tenho minhas dúvidas se ela vai se interessar pelos seus problemas...


(Eal foi embora sem deixá-lo terminar a frase.)


Nathaniel: Que chata...


(Próximo)


Então, o que você acha disso tudo?


Nathaniel: Da Ambre e o seu papel? Eu acho que ela teve o que merecia.


Não, não... Estava falando sobre o seu papel.


Nathaniel: ... Você veio para rir da minha cara?


Claro que não! Por quê?


Nathaniel: Eu interpreto um coelho... Tenho dificuldade em admitir, mas o Castiel te razão. Vou ficar ridículo.


Nada disso, você vai ver, será divertido!


Nathaniel: Para você, sem nenhuma dúvida... Bom, de qualquer maneira, com uma peça dessas, não poderia haver milagres!


(Eu não deveria ter escolhido esta peça...)


Nathaniel: Desculpe, eu preciso ir ver a Rosalya, ela quer tirar minhas medidas para o figurino.


Ela já não tem tudo? Ela já tinha feito algo para vocês, para o show...


Nathaniel: Ela acha que o melhor é refazê-las. Você deveria ir também, eu acho que ela quer pegar as suas também.


... Você acredita que acabamos de saber quais serão nossos papéis na peça e ela já começou a organizar tudo?


Nathaniel: Se todo mundo pudesse ser tão responsável quanto ela... Todos teriam notas excelentes! Vamos. Ela foi para sala de ciências.


(Terminar a conversa)


Corredor 2


Melody: O-Oh... O que vocês dois estão fazendo?


Estávamos indo ver a Rosalya para os figurinos!


Melody: O-Os dois juntos?...


(Próximo)


Nathaniel: Algum problema Melody?


(Próximo)


Melody: N-Não, nada disso. Eu queria ver a Rosalya também! Eu posso ir com vocês?


Sim, claro!
Não.


Nathaniel: Obrigado, Melody!


Por que você está agradecido?


Nathaniel: Eu não estava querendo ficar com você...


A-Ah, é? E no entanto foi você quem veio me propor para irmos juntos, vou logo te lembrando!


Nathaniel: Não... Eu disse que o melhor era que você fosse também. Não precisa ser comigo.


(Próximo)


Melody: ...


(Eu acho que ela está se forçando para não cair na gargalhada...)


Escadaria


(A Melody e o Nathaniel começaram a conversar.)


Melody: De qualquer maneira, não vejo a hora de saber como são os seus pais!


(Próximo)


Nathaniel: Não tem motivo... Eu não estou com muita vontade que eles apareçam.


(Próximo)


Melody: Ah, é? Mas eles irão ver o aluno brilhante que você é!


(Próximo)


Nathaniel: Brilhante ou não, com certeza eles vão achar algo para criticar...


(Próximo)


Sala de Ciências


(Rosalya está tirando as medidas da Kim.) Olá, meninas!


Kim: Vocês vieram para me salvar?


P-Por quê?


Kim: Porque não aguento mais ficar com os braços levantados... Eu não imaginava que tirar as medidas demoraria tanto assim!


(Próximo)


Rosalya: Você é muito maior do que as outras garotas, Kim. Eu quero ter certeza de que não vou me atrapalhar nas medidas!


(Próximo)


Nathaniel: Oh... Eu passarei mais tarde então...


(Próximo)


Rosalya: Ôpa! Ôpa! Ôpa! Você não sai desta sala!


(Próximo)


Nathaniel: O q-quê? Por quê? Você está ocupada no momento.


(Próximo)


Rosalya: Eu te conheço! Você vai esquecer de passar mais tarde!


(Próximo)


Nathaniel: Eu nunca esqueço de nada!


(Próximo)


Rosalya: Ah, esquece sim senhor! Você não esquece suas aulas, seus deveres e tudo mais, mas quando não se trata de suas notas, você é completamente distraído!


(Próximo)


Nathaniel: N-Nada a ver...


(Ele colocou a mão na maçaneta da porta.)


Rosalya: Docete! Não o deixe sair!


É...


Nathaniel: Eu não te imaginava tão cheia de caprichos, Rosalya...


(Próximo)


Rosalya: Não é um capricho, é uma ordem!


Ah, Nathaniel, fica. Eu tenho certeza de que ela não vai demorar muito com a Kim...


Kim: Espero mesmo! Eu não aguento mais!


(A Rosalya tirou a última medida ao redor da cintura da Kim e se distanciou.) 


Rosalya: pronto! Eu tenho tudo o que preciso!


(Próximo)


Kim: Acabou? Estou libertada?


Rápido! Fuja! Antes que ela mude de ideia!


Rosalya: Vocês estão exagerando! Falam de mim como se eu fosse uma carrasca!


Ah! Ah! Oh, bem... Você não está tão longe!


Rosalya: Nathaniel! Suba na mesa!


(O Nathaniel suspirou e se dirigiu até a mesa. A Rosalya começou a tirar suas medidas.)


Rosalya: Quer saber? Se você fosse uma garota teria as medidas corretas para se tornar uma modelo!


(Próximo)


Nathaniel: O-O quê? Não diga besteiras!


(A Kim, A Melody e eu caímos na gargalhada.)
(Depois, a Rosalya terminou de tirar as medidas do Nathaniel e passou a tirar as minhas.)


Rosalya: Estávendo/ Não foi o fim do mundo!


Mas nós nunca dissemos isto!


Kim; Não, apenas dissemos que você é uma carrasca!


(Próximo)


Rosalya: Êi! Para quem parecia querer ir embora logo, até que você ficou por bastante tempo!


(Próximo)


Kim: Quando são os outros quem se encontram enrolados pela fita métrica, vale a pena ver!


(Próximo)


Melody: Ah ah! Verdade!


(Próximo)


Então, conta... O que você está pensando para os figurinos?


Rosalya: Eu vou tentar fazer algo mais simples para o figurino dos animais... Eu não quero que pareça ridículo, mas fofinho!


(Próximo)


Nathaniel: F-Fofinho...?


Você será um coelho... Não tem como não ser elegante.


Nathaniel: Por que decidimos fazer esta peça?...


(Próximo)


Rosalya: Não se preocupe, eu tenho certeza que as orelhas de coelho combinam muuuuuuuuuuito com você!


Gente! Não vejo a hora de ver isto!


Kim: E eu, como vovozinha, o que vai dar?


(Próximo)


Rosalya: Oh, eu tenho uma ideia per-fei-ta para você! Eu não quero fazer besteira! Bom, de qualquer maneira, eu pensei em te colocar óculos!


(próximo)


Kim: ... Até eu teria esta ideia...


(Próximo)
(Continuamos falando sobre isto durante um tempo, até o momento que alguém entrou nasala para que a Rosalya tirasse as medidas.)
(Bom, tudo ok! Agora eu posso voltar para casa, meu pais estava curiosos para saber qual papel eu ganharia.)


Corredor Principal


Iris: Oh, você está voltando para casa?


Sim! Você vai ficar mais um pouco ainda?


Iris: Eu acho que devo fazer algo antes de voltar para casa... Mas não me lembro mais o quê...


Encontrar a Rosalya?


Iris: ... Por que eu deveria ir vê-la?


Para que ela possa tirar as medidas para o seu figurino!


Iris: Ah. Mas eu não tenho nenhum papel. Não estou no palco, lembra?


Ah, sim! É verdade! Bom... O que você pode ter esquecido?


Iris: Não tenho ideia... Bom, não deve ser tão importante assim!


Sem dúvida!


Iris: Até amanhã!


(Terminar a conversa)


Pátio


(Eu ouvi um barulho forte que vinha do corredor, mas não quis parar... na última vez, eu me vi trancada no porão...)
(Eu saí da escola.)


Entrada do Parque


Li: Isto está começando a me intrigar... Eu não vi a Ambre ir embora.


(Próximo)


Charlotte: Talvez ela ainda esteja na escola...


Ah, ela estava com o irmão agora há pouco!


Li: ... Êi, isso não se faz, se meter na conversa desta maneira!


Vocês pareciam estar inquietas, quis apenas ajudar vocês...


Charlotte: E aí? O Nathaniel pôde fazer alguma coisa por ela?


Não, foi bem feito para ela!


Li: Como assim "Bem feito para ela"?


Depois de tudo que ela fez, tinha mesmo que receber isto de volta. É o karma!


Li: Você não a conhece ela é legal!


... Tenho minhas dúvidas!


Charlotte: De qualquer maneira, se você acredita no karma, não deveria rir dela como esta fazendo.


Por quê?


Charlotte: Porque isso vai acabar se virando contra você.


(Terminar a conversa)


Meu Quarto


(Eu subi no meu quarto, minha mãe estava arrumando minhas roupas.)


Lucia: Você chegou tarde hoje... Algum problema?


Não, foi tudo bem, ganhei um papel. Vou ser Chapeuzinho Vermelho!


Lucia: ... Vocês vão encenar "Chapeuzinho Vermelho"?


Ah... Isto deveria ser uma surpresa?


Lucia: Não acho! É um pouco infantil, mas divertido!


Sim! Vai ser divertido! E eu ganhei o papel principal!


Lucia: É realmente muito bom, querida! Eu preciso achar algo para fazer o seu figurino!


Hein? Não, não! É uma colega de classe que vai fazer!


Lucia: Ah, é? Por quê? Quando a gente fazia uma peça na escola, eram os nossos pais que costuravam as roupas...


Eu não estou na escola primária, mamãe...


Lucia: Estou decepcionada... Eu poderia fazer um chapeuzinho tão fofinho para você! Eu iria fazer fotos maravilhosas!


Você poderá tirar... Quer dizer, não muito, hein?!


Lucia: Eu vou tirar VÁRIAS fotos. Além disso, você tem o papel principal. Eu terei a chance de imortalizar tudo isso ao longo da peça!


Ah, engraçado... Agora estou com frio na barriga...


(Meu pai também estava feliz por mim, mesmo se a escolha da peça o deixou surpreso.)
(Eu voltei para a escola no dia seguinte.)

Corredor Principal


Kim: Pf...


(A Kim parecia querer segurar o riso.) O que foi?


Kim: Você viu a Ambre?


Sinceramente, ouço muito falar dela nos últimos tempos... Não, eu não a vi. Por quê?


Kim: Porque ontem a noite, a Iris fez uma bobagem... E a Ambre pagou por isto.


O que aconteceu?


Kim: Ela e a Violette pegaram tinta na sala de artes plásticas, para começar a preparar o cenário. Mas a Iris deixou dois potes na escadaria... A Ambre não viu e caiu com tudo.


Oh... Deixe eu adivinhar, os potes se abriram?


Kim: Sim, ah ah! Ela ainda não conseguiu tirar a tinta dos cabelos!


Oh, meu Deus... Pobrezinha, ah ha!


Kim: Pare, que maldade, não deveríamos achar graça! Ah ah!


Ei, quando sou eu que faço papel de boba, todo mundo dá risada!


Corredor 2


Nathaniel: Não tem problema, Iris. A diretora não está com a intenção de te punir.


(O Nathaniel está conversando com a Iris.)


Iris: Eu sinto tanto pelo que aconteceu... Eu sabia que tinha esquecido alguma coisa ontem...


(Eu fiquei um pouco longe para não incomodá-los.)


Nathaniel: Foi só um acidente, espero que você fique mais tranquila. Graças a você, eu ri ontem como há muito tempo não fazia!


(Próximo)


Iris: Ufa... Ainda bem!


(Estou realmente curiosa para ver a cara da Ambre.)


Sala de Aula B


Ambre: ...


...


Ambre: Vai... Pode dar risada, eu sei que você está morrendo de vontade.


AH AH AH!!!
C-Combina com você!


Ambre: Pfff... Você é mesmo uma garotinha!


S-Sinto muito... AH AH!


Ambre: Aproveite, eu vou no cabeleireiro hoje à noite! Logo tudo isso fará parte do passado.


Tenho minha dúvidas... Por que você não foi ontem?


Ambre: Minha mãe conhece gente... Ela marcou em um salão de beleza importante. Não pudemos marcar em cima da hora... Ela conseguiu para hoje. Já é um grande feito!


Ah, é? E o que sua mãe faz paar ter este tipo de influência?


Ambre: Algo que uma garota do seu tipo nunca vai conseguir ser.


(Eu não sei se isto deve me deixar tranquila ou inquieta...)


Corredor 2


Kentin: Você vai ao ginásio, Docete?


Hein? Por quê?


Kentin: Temos que ver o roteiro como prof. Faraize! Você não se lembra?


Oh, poxa! A Ambre me fez esquecer completamente disso!


Kentin: Ah, pobre Ambre...


"Pobre"? Eu pensei que você não gostava dela!


Kentin: Eu estava sendo sarcástico! E achei graça também!


(Próximo)


Kentin: Vamos, não devemos perder isto!


Sim, não vejo a hora de ver o que faremos com o cenário!


Kentin: É o professor Faraize e o Sr. Boris que cuidarão de nós...


... Sim, vai ser divertido!


Kentin: Conhecendo a nossa classe como conheço, já imagino como vai ser...


Não... Os professores vão nos impedir de fazer besteiras.


Ginásio


(Estava quase todo mundo no ginásio, alguns estavam conversando entre si, os outros escreviam em folhas brancas. O Kentin foi logo ver o Armin e o Alexy.)


(Ir na direção da Kim, da Violette e da Peggy.)
(Ir na direção do Lysandre e do Castiel.)
Ir na direção do Armin, do Kentin e do Alexy.)


Alexy: O que vocês dois estão fazendo?


Quem?


Alexy: Você e o Kentin! Vocês chegaram aqui ao mesmo tempo!


Ha ha, isto é um interrogatório?


Kentin: O que isso te importa?



(Próximo)


Alexy: Nada. Eu só estava perguntando, é tudo! Eu não posso mais fazer perguntas?


(Próximo)


Armin: Você pergunta demais!


(Próximo)


Prof. Faraize: Aqui está um resumo de tudo que deve acontecer na peça. Vocês podem mudar os diálogos se preferirem, iremos corrigir tudo diretamente. Senhorita Melody poderia ler tudo isto em voz alta, por favor?


(Próximo)


Melody: Sim, claro.


(A Melody começou a ler.)
(Ela começou a contar a história desta menina que vai visitar a vovozinha, até que os outros começam a falar sobre os diálogos.)


Li: Eu não gosto muito da maneira como a senhora adora chapeuzinho vermelho na entrada da floresta.


Por quê? Ela é gentil!


Li: Exatamente! Eu nunca serei um personagem gentil se é você quem fará chapeuzinho vermelho... Tem que mudar isto aí!


(Próximo)


Peggy: Sim, além disso, poderia ser divertido!


... Está bem... Então chapeuzinho vermelho podia dizer...


Bom dia, senhora! O que houve?
Olá! Por que você está com essa cara?
E aí, gorda, tudo indo? (Desculpa, mas eu adoraria falar isso "sonho"!!!)


Li:  Sim, e eu responderia "Não se mata!"


(Próximo)


Se você quiser... Eu não vejo nenhum problema...


Alexy: Eu também não... E os outros?


(Próximo)


Todos: Se vocês querem assim...


(Todo mundo respondeu a mesma coisa.)


Prof. Faraize: Bom, todo mundo anotando! Todos devem ter o mesmo texto no dia da estréia!


(Eu não devo errar de jeito nenhum!)


Melody: E-Eu posso continuar a leitura?


Sim, sim, continue! (Ela continuou a ler...)


Nathaniel: Pfff. O coelho não tem nenhuma fala interessante! É tão bobo!


( ... antes de ser cortada por alguém de novo.)


Castiel: E daí? acho que combina com você.


(Próximo)


Nathaniel: Dê risada... Ainda não ouvimos o lobo. Acho que você não está melhor do que eu.


(Próximo)


Castiel: Talvez, mas eu não sou apenas um simples coelho... Sou um personagem com uma grande reputação.


(Eu tenho a impressão de voltar ao dia da divisão de papeis...)


Nathaniel: Poderíamos mudar ao menos uma fala? Quando ele diz para chapeuzinho para ter cuidado com o lobo...


Se você quiser... Mas o que poderíamos dizer?


Nathaniel: Bom, ao invés de dizer "Menina fofa, toda vermelhinha, tenha cuidado..."


(Próximo)


Castiel: AH AH AH! Lysandre, me diga que você gravou isso, por favor!


(Ele colocou a mão nos ombros do Lysandre, apontando para o Nathaniel.)


Lysandre: ...


(Próximo)


Castiel: Ah, que pena... Esta valia ouro!


(Próximo)


Nathaniel: ...


(O Nathaniel ignorou a presença deles completamente.)


Nathaniel: O coelho poderia dizer " Você deveria ter cuidado... Tem um lobo boboca rondando por aqui."


(Próximo)


Castiel: Você quer conhecer a resposta do boboca?!


(*suspiro*)...


Nathaniel: Então? O que vocês acham?


Eu não vejo problema nenhum.


Castiel: Ah, é? Não te incomoda o fato de me chamarem de boboca?


Bom... Ele tem um pouco de razão...
Eu quero muito é terminar tudo isso!


Kim: Se o representante de turma e o temperamental tivessem dado um tempo nessa guerrinha, já teríamos terminado! Continuem assim e é a vovozinha que vai matar todo mundo!


(Próximo)


Armin:  É uma boa ideia!


(Ao lado dele, o Alexy colocou a mão no rosto, com um ar desapontado.)


Prof. Faraize: Por favor! Queremos deixá-los decidir, mas calmamente!


D-Desculpe...


Lysandre: Se tirarmos o "boboca" da frase, vai ficar melhor.


(Próximo)


Castiel: Aqui está uma decisão sensata.


(Próximo)


Nathaniel: Bom, eu diria apenas "Atenção, tem um lobo nas proximidades"...


E eu diria...


Ah, é? Obrigado por me avisar!
Ah, é? Pois eu gosto de lobos!
Ah, verdade? Os lobos são malvados?


Nathaniel: ... Seu personagem não é tão idiota assim...


(Próximo)


Violette: Eu gosto, é fofo...


(Próximo)


Nathaniel: Se estiver bom para todos.


(Próximo)


Prof. Faraize: Está vendo, não é complicado! Senhorita Melody, pode continuar...


(A Melody começou a ler a passagem em que o lobo ficou no lugar da vovozinha...)


Violette: Hi, hi, hi...


O que te faz dar risada?


Violette: Bom, a Melody acabou de ter o momento em que o lobo toma o lugar da vovozinha...


(Próximo)


Bia: ... Ah ah ah! Ah, verdade! Gente, vai ser muito engraçado!


Hein? Mas do que vocês estão falando? (Eu pulei um episódio?)


Peggy: Bom... O lobo aqui, é o Castiel...


...


Peggy: Quer dizer que o Castiel vai poder vestir as roupas da vovozinha!


... (Controle-se, não ria, não ria...)


Castiel; Eu não sei o que isto tem de engraçado...


(Ei, puxa, agora imagino ele de vestido...) Ah, ah ah!


Castiel: Você quer parar de dar risada?!


E-Eu não posso... ah ah!


Nathaniel: Eu nem lembrava mais... Eu acho que, no quesito ridículo, estamos empatados!


(Próximo)


Castiel: Não... A Rosalya me fará um traje normal...


(Próximo)


Rosalya: Claro! Por que você acha que eu demorei mais para tirar as suas medidas do que a dos outros?


De qualquer maneira, eu gostaria de trocar um pouco o diálogo neste momento!


Castiel: Por quê? "E para te comer", é muito violento para você?


É mais o que a chapeuzinho vermelho diz que me incomoda... Ela poderia dizer...


Que dentes grandes você tem!
Que mau hálito você tem!
Que vestido lindo você tem!


Castiel: Você está sabendo que este é o texto original?


Ah? Eu pensei que a Melody tinha dito outra coisa...


Melody: É-É, bem antes, tem "Como você tem orelhas grandes", mas podemos passar diretamente aos dentes.


Sim! Vai ter menos texto desta maneira!


Castiel: ...Você sabe que eu te amo, não sabe?


(Próximo)
(A Melody continuou lendo, sem que ninguém mais comentasse alguma coisa.)
(O cenário e os diálogos foram aprovados pela classe.)


Prof. Faraize: Perfeito! Obrigado a todo mundo! Vocês anotaram todas as modificações que citamos? Não quero ninguem se atrapalhando no dia da peça...


Sim! (Todo mundo concordou.)


(Já temos agora todo o texto que devemos aprender para o dia do ensaio.)


Pátio


(A Bia e a Melody estão conversando.)


Melody: Você anotou tudo? Temos que dizer o texto direitinho para os atores que esquecerem durante a peça!


(Próximo)


Bia: Claro que sim, eu não sou burra! Mas não garanto falar o bom texto para todo mundo... Hi hi.


(Próximo)
(Ela olhou para mim... Acho que o melhor é começar a aprender meu texto a partir de agora...)
(A aula terminou e voltamos para as nossas casas.)
(Eu estava de saída quando alguém puxou minha manga da camisa.)


Rosalya: Espere! Eu não tive tempo de perguntar! Amanhã de manhã, antes de ir para a escola, você poderia passar na loja do Leigh para me ajudar a pegar o tecido? Eu não conseguirei sozinha!


Parece que vai ser difícil, mesmo com a minha ajuda...


Rosalya: Eu pedi para os outros virem também, não se preocupe! Você vai vir?


Sim, claro, eu não me incomodo em levantar um pouco mais cedo.


Rosalya: Legal! Você é a melhor! Até amanhã!


(Ela foi embora.)


Apê


(Eu fui para casa.)
(Eu fiz o que tinha que fazer e depois fui dormir.)
(No dia seguinte, eu passei na cidade para ajudar a Rosalya, antes de ir à esxola.)


Lojas


(O Lysasndre, o Alexy, a Violette e a Kim já estão na frente da loja.)


Lysandre: Olá, Docete!


Olá! A Rosalya também te pediu ajuda?


Kim: Pediu? Eu não tive a impressão que ela tinha feito um pedido...


(Próximo)


Violette: A Rosalya é engraçada quando quer algo.


(Próximo)


Lysandre: Hum... "engraçado" não é bem a palavra que eu utilizaria...


(A Rosalya abriu a porta da loja e veio ao nosso encontro.)


Rosalya: Venham! Senão chegamos atrasados!


Tem muito tecido?


Rosalya: Minha querida... Você não tem ideia! E olha que eu não vou pegar tecido de reserva. Senão iria precisar de um caminhão!


Como você vai fazer se você se enganar?


Rosalya: Como se eu pudesse me enganar...


(É uma logica implacável.)
(Nós pegamos vários metros de tecido antes de irmos na direção da escola.)


Em Frente à Escola


Rosalya: Vamos, estamos chegando!


Ei, esperem por mim!


(Ou ninguém me ouviu, ou eles me ignoraram completamente...)
(Eu entrei na escola sozinha.)


Corredor Principal


Rosalya? Lysandre? Kim? Onde estão vocês?


Ah! (O tecido escorrego da minha mão.)


Kentin: Uau! Tenha cuidado!


(Ele impediu que o tecido caísse e pegou-o de minhas mãos.) Obrigada! Ele escorregou de mim...


Kentin: Eu posso ver... Por que você está carregando isso?


Para ajudar a Rosalya! 


Kentin: Você parece a única que precisa de ajuda...


De jeito nenhum, eu tenho tudo sob controle! Você viu a Rosalya? Eu a perdi quando chegamos à escola!


Kentin: Ela não está na sala de ciências? É lá que ela está fazendo os figurinos.


Oh, sim, provavelmente você está certo! Você pode me devolver o tecido, para que eu possa ir rapidamente?


Kentin: Eu não vou devolver nada para você. Vou levá-lo!


Êi! Eu posso fazer isso sozinha!



Kentin: Não é porque você pode fazer isso, que eu vou deixar você levar tudo isso pela escola!


A sala de ciências não é muito...


Kentin: Se você quer tomar este tecido de mim, vai ter que lutar por ele!


Você lutaria comigo?


Kentin: ... Isto é inacreditável?


Um pouco, sim!


Kentin: Eu tentei! De qualquer jeito, eu ainda não vou te devolver. Venha, vamos!


Se você insiste!


Sala de Ciências


(Eu entrei na sala, e a Rosalya estava presente.)


Rosalya: Ah, você está aqui! Eu pensei que tínhamos te perdido!


(Próximo)


Rosalya: Obrigada a todos! Eu vou poder me dedicar totalmente agora!


(Próximo)


Alexy: Não se esqueça que eu também estou fazendo os figurinos!


(Próximo)


Rosalya: Não, eu não esqueci!


Precisamos ir agora?


Rosalya: Sim, claro! Mais uma vez, obrigada!


(Nós saímos da sala de aula.)


1º Andar


Diretora: Bom dia, senhorita Docete! Você viu o Sr. Castiel por acaso?


Oh, é... Ele não deve estar longe... (Ela parece de bom humor.)


Diretora: Hum... Ele deve estar no pátio ainda! Obrigada!


(Eu espero que o Castiel não tenha se metido em problemas... O melhor é conferir.)


Corredor 2


Eu acabei de encontrar a diretora, ela queria ver o Castiel... Você sabe o que está acontecendo?


Nathaniel: Não é problema meu... Ainda mais quando isto tem a ver com aquele idiota.


Puxa, o que será que ela queria?... Ela parecia estar de bom humor.


Nathaniel: Ah, é?... Normalmente, eu diria que é um mal sinal, mas como isto tem a ver com o Castiel, com certeza é uma ótima notícia!


Você não pode ficar em paz com ele por, pelo menos, trinta segundos?


Nathaniel: Não!


(Mais categórico que isso, impossível.)


Pátio


(O Castiel está dando chutes no tronco da árvore.)


Castiel: @££#£Y$!


É... Tudo bem?


Castiel: Você tem outras perguntas IDIOTAS como estas?


Ei! Quer se acalmar? Que eu saiba, eu não te fiz nada!
Fale comigo assim de novo e você vai levar uma daquelas!
Não, eu ainda tenho mais guardadas!



Castiel: Então vai ver se estou na esquina!


Não. Pare de se fazer de criança e me diga qual é o problema.


Castiel: Isto não te interessa.


Você está maltratando esta árvore! É um problema de todo mundo sim!


Então... O que a diretora te disse?


Castiel: ... Você sabia que ela queria me ver?


Eu a vi antes... E adivinhei facilmente que ela tinha te encontrado, estranho, não é?


Castiel: Aquela megera... Eal conseguiu convencer os meus pai e eles virão...


Não foi tão difícil convencê-los...


Castiel: Sim!


(Ele voltou a chutar o tronco.) C-Castiel... Você vai acabar arrancando a árvore...


Castiel: Eu não sei o que fazer, preciso descontar em alguma coisa.


Não é tão terrível assim...


Castiel: Eu ODEIO quando alguém me promete alguma coisa e depois volta atrás. Ele me disseram que não viriam!


Mas eles querem te ver, com certeza!


Castiel: Então eles não deveriam me dizer que não viriam!


(Agora eu sei que irei conhecer os pais de todo mundo!)


Corredor Principal


(Após ficar sabendo da vinda dos pais do Castiel na escola, tudo voltou quase ao normal.)
(Uma semana se passou. A Iris e a Violette mostraram os desenhos dos cenários para todo mundo.  A Rosalya e o Alexy começaram a costurar os figurinos e o Sr. Faraize organizou como seria a visita à escola durante o evento.)
(No final de semana, começamos a ensaiar nossas falas.)


Grêmio


Melody: Por que você não está no ginásio?


Hein? Eu não sei... Eu me perdi...


Melody: E no entanto, você conhece bem a escola! Vamos logo ao ginásio, eu tenho certeza de que todo mundo está nos aguardando!


(Terminar a conversa)


Ginásio


(Todo mundo já está presente.) Puxa, estou atrasada...


Kim: Não se preocupe, pela maneira como tudo está se organizando aqui, não iremos começar tão cedo...


(Ela apontou para o Castiel e o Nathaniel com o polegar para baixo.) Ah? O que houve?:


Kim: Eu não sei se você está sabendo, mas a diretora convenceu os pai do Castiel para que eles viessem...


Sim, eu sei.,. Mas por que isto vei à tona?


Kim: A diretora tinha abandonado a ideia... E acabamos de descobrir que foi o Nathaniel que insistiu.


Quer dizer que a culpa é dele que os pais do Castiel virão? Êita... Pronto... Ele é um homem morto.


Kim: Sim... E até fizemos um aposta. Por enquanto, está dez contra um a favor do Nathaniel.


Ninguém quer pará-los?


Kim: Ei... Nós queremos viver.


Não acredito...


*Ajudar o Nathaniel*
*Ajudar o Castiel*



(Eu me movi em direção ao Nathaniel, ma uma mão no meu ombro me segurou.)


Lysandre: Se eu fosse você, eu não me envolveria...


Espere, você não viu o que Castiel fez a uma árvore no outro dia! Temos que impedi-lo de fazer alguma coisa ruim!


Lysandre: Eu não quero ser rude, mas você não pode fazer muito...


Mas...


Lysandre: Deixe os professores lidarem com isso pelo menos uma vez... Ok?


Ok... (Eu assisti Castiel brigar com Nathaniel, triste, como eu não podia fazer nada.)


Boris: O que está acontecendo? Por que estes gritos? Que eu saiba, em nenhuma cena vocês precisam falar alto desta maneira!


(Oh... Que estranho ver o Sr. Boris zangado.)


Castiel e Nathaniel: ...


(O Nathaniel e o Castiel se acalmaram logo.)


Kim: Bom... Iremos apostar na próxima vez.


(Começaram a ensaiar a peça logo depois que o Sr. Boris explicou como iriamos passar de uma cena a outra.)
(A Melody e Bia começaram a falar o texto para todos aqueles que esqueciam, como pedido, mas a Bia não ouvia muita coisa. Ela estava mais interessada com o que a Ambre dizia um pouco mais ao longe.)
(No total tudo passou bem).


Castiel: ...


(Mas quando saímos da escola, o Castiel olhava feio para o Nathaniel...)


Pátio


Kentin: ...


(Ele não parece tranquilo...) Tudo bem, Kentin?


Kentin: U-Uau! V-Você me assustou!


Sinto muito... O que foi?


Kentin: Hein? Nada...


Eu te digo "Tudo bem" e você pula como se tivesse gritado... Não diga que não tem "nada"...


Kentin: E-Eu não gosto quando o Castiel está bravo...


... Só isso?
... É uma pena...
AH AH AH!!!


Kentin: E-Ei! N-Não dê risada! É um milagre o Ntahaniel ainda estar vivo!



Ah ah! Não, não s preocupe, ele não está contra você!



Kentin: Ah, quer parar! Além disso, eu só não estou à vontade, não é como se eu estivesse morrendo de medo dele!



(Próximo)



Armin: ... BUH!



(Próximo)



Kentin: U-Uau!


...



Armin: Ah ah ah! Que coisa! Funciona toda vez!



(Eu riu tanto que precisou colocar as mão na barriga.)



Kentin: Vocês são insuportáveis...



É assim que você gosta da gente!



Armin: Confesse que sem a gente, você morreria de tédio...



(Terminar a conversa)



Corredor 2



Rosalya: *suspiro*



Algum problema?



Rosalya: Hein? É... S-Sim, sim! Está tudo bem!



Você viu os ensaios? Eu pensei que o Castiel iria matar o Nathaniel...



Rosalya: Oh, eu tinha mais o que fazer do que pensar na briguinha deles...



E-Eu não posso chamar isto de uma "briguinha"...



Rosalya: Você não poderia entregar algo para o Alexy? Eu tenho que perguntar algo para a diretora agora mesmo!



(Ela me pediu para pegar uma bolsinha de costura.) Hein? Ah... sim, claro. Onde está?



Rosalya:  na sala de ciências! Ela será nossa até que todos os figurinos sejam terminados! Obrigada, Docete!



Não tem de quê... (Ela saiu rapidamente.)



(Hum... Tenho certeza que há um problema...)



Sala de Ciências



Ah, a Rosalya queria que eu te entregasse isso! (Eu entreguei a bolsinha de costura para o Alexy).



Alexy: Obrigada! Mas ela foi para onde? Eu ainda preciso dela...



Ela queria ir ver a diretora!



Alexy: Ah, quer dizer que ela já se decidiu? Eu espero que ninguém reclame com ela...



Por que isso? O que houve?



Alexy: Ah, ah! Você vai ver!



Ah, me diga!
Você falou demais! Desembucha!
Está bem...


Alexy: Não, eu tenho certeza de que ela não quer que isto seja divulgado...


De qualquer maneira, com a Peggy, tudo se sabe!


Alexy: Sim, mas pelo menos a Rosalya não vai ficar com raiva de mim!


(*Suspiro*)


Vocês estão aonde? Os figurinos continuam avançando?


Alexy: Nós terminamos alguns dos papéis principais!


Oooo! Meu traje está pronto finalmente?


Alexy: Não, ainda não. Não se preocupe, nós iremos te chamar quando começarmos o trabalho! Preciso fazer os retoques com a pessoa vestida com o figurino!


Ah, entendi... Não vejo a hora!


Alexy: Você vai ficar maravilhosa!


(Terminar a conversa)


Corredor 2


(O dia terminou sem que eu pudesse falar com a Rosalya e eu nem lembrei de perguntar depois.)
(A semana seguiu sem problemas. Nós continuamos ensaiando sem que a Bia levasse a sério o seu próprio trabalho. E os outros alunos prepararam algumas animações para os pais após a peça.)
(Eu sempre me sentia cansada ao voltar para casa à noite, mas era divertido.)
(Os cenários e os figurinos estava quase terminados e o professor Faraize nos distribuiu o plano definitivo da visita à escola.)


Prof. Faraize: Como vocês podem ver, iremos receber os seus pais logo pela manhã.  Vocês podem apresentar a escola para eles durante uma hora. Depois, nossa querida diretora...


(Próximo)


Castiel: Hum...


(Ele não gostou da palavra "querida"...)


Prof. Faraize: ... cuidará deles enquanto terminamos os preparativos da peça. Assim vocês terão tempo para colocar seus figurinos e se posicionarem como fizeram durante os ensaios!


(Próximo)


Iris: D-Desculpe, mas não faço ideia de onde a peça será apresentada... No porão?


Não, Iris, fizemos tudo no ginásio, você se lembra? Vamos encenar por lá.


Iris: Ah, é... Verdade...


(Próximo)


Prof. Faraize: É um local mais claro! O porão dava mais para o show, mas paar uma peça de teatro, nos sentiríamos um pouco... sufocados.


(Próximo)


Ambre: De qualquer maneira, vocês nunca iriam convencer os meus pais a entrarem no porão...


(Próximo)


Rosalya: Os meu também não!


Os meus teriam achado isto divertido...


Armin: Acho que nossos pais se parecem muito, Docete!


(Próximo)


Prof. Faraize: P-Por favor, eu ainda não terminei...


(Nós todos olhamos na direção dele.)


Prof. Faraize: Após a peça de teatro, vocês poderão lanchar um bolo e aproveitar para trocar suas roupas. Depois, antes dos seus pais serem liberados, iremos fazer a "caça tesouro".


(Próximo)


Castiel:  O senhor não nos disse em como a diretora pensa em "cuidar" dos nossos pais...


(Próximo)


Prof. Faraize: Hein? Ah... Eu acho que ela pretende faalr sobre a classe de vocês ou algo do tipo...


(Foi exatamente isto que a deixou de bom humor da ultima vez que a vi.)


Prof. Faraize: Eu acho que não esqueci nada... Ah, sim! As senhoritas Iris e Violette gostariam de mostrar os cenários para vocês!


(Próximo)


iris e Violette: ...


(Próximo)


Prof. Faraize: ...


(Próximo)


Violette: É...?


(Próximo)


Prof. Faraize: Bom, podem falar agora senhoritas!


(Próximo)


Iris: Aaaaaaa, entendi!


(Próximo)


Violette: M-Mas... Eu não gosto de falar na frente de todo mundo...


(Próximo)


Iris: Bom, nós duas convidamos vocês para ir ao porão ver os cenários que fizemos!


(Próximo)


Violette: Ééé...


(A Violette sussurrou algo no ouvido da Iris.)


Iris: Ah, verdade, não é no porão, é no ginásio!


(Mas eu acabei de dizer...)


Iris: Esperamos todos por lá. vocês vão ver o trabalho maravilhoso que a Violette fez!


(Saímos da sala.)


Corredor principal


(É minha chance para que eu passe um pouco de tempo com os rapazes! Eu vou perguntar se eles não querem ver os cenários comigo!)


(Perguntar ao Nathaniel.)
(Perguntar ao Castiel.)
(Perguntar ao Lysandre.)
(Perguntar ao Armin.)
(Perguntar ao Kentin.)


(Onde será que ele está?...)


Escadaria


(Ah, tem alguém aqui!)


Olá, Castiel! Você viu o Kentin?


Castiel: ...



(Próximo)


Castiel: ... Por quê?



Você poderia ter dito apenas "sim" ou "não"...


Castiel: Você faz perguntas o tempo todo, eu tenho direito de fazer uma de vez em quando. Por que você está procurando por ele?.



Eu gostaria de ir ver os cenários que as meninas fizeram, com ele!


Castiel: ... Oh, sério?



Sim! Espero que ele não tenha visto eles sem mim...


Castiel: ... Sim, isso seria uma vergonha.


(Uh oh... Isso o deixou louco.)
(Ele foi embora...)


Escadaria


(Ah, tem alguém aqui!)


Olá, Nathaniel! Você viu o Kentin, por acaso?


Nathaniel: Depois que saímos da sala de aula não... Por quê?


Eu bem que gostaria de ver o cenário com ele...


Nathaniel: ... Oh, sério?


(Oh, as coisas ficaram um pouco menos amigáveis de repente...) Sim!


Nathaniel: Por que você se importa tanto? Eles são apenas cenários...


Oh, bem, é apenas uma ocasião para passar um pouco mais de tempo com ele!


Nathaniel: Hum... Então, eu espero que você se divirta.


(... Mesmo eu senti a ironia lá...)
(Ele foi embora...)


Sala de Aula B


(Ah, tem alguém aqui!)


Olá, Kentin! Você quer ir ver o cenário das meninas comigo?


Kentin: Eu ia te perguntar a mesma coisa!



Oh, isso é ótimo! Vamos, então?


Kentin: Sim! Estou curioso para ver o que as meninas fizeram!


Eu também!


Ginásio


Iris: Você veio ver os cenários?


Sim! Desta vez está tudo certo!


Iris: Legal! Venham! Tudo está para o dia da peça!


(Seguimos a Iris até o outro lado do ginásio.)


Iris: Vamos começar a peça aqui! Legal não é mesmo?


Oh... É a casa da Chapeuzinho Vermelho?


Iris: Sim! Como você adivinhou?


Bom... Você disse que a peça começava aqui...


Kentin: É legal! Você fez um ótimo trabalho.


(Eu toquei a casa.) É feito de papelão?


Iris: Sim! Mas cuidado! Para não danificá-los! Eles são frágeis!


(Próximo)


Kentin: Vou ter que evitar chutá-los, em seguida...


(Próximo)


Iris: Sim! Ou eu vou ter que te dar um pontapé na tíbia!



(... Tenho dificuldades a imaginar a Iris agressiva.)


De qualquer jeito, você duas fizeram realmente um bom trabalho! Oh, mas, onde está a Violette?


Iris: Ela está logo ali! Você pode ir vê-la!


Ok! Desta forma, podemos ver os outros cenários!


À Beira da Floresta


Ah ah, parece que voltamos a corrida de orientação!


Kentin: Oh, sim... Não é ruim.


Violette realmente precisa fazer algo artístico depois da escola...


Kentin: Sim... O que você quer fazer depois da escola?


Uh... Eu não pensei sobre isso... Nós ainda temos tempo! 


Kentin: Isso é o que eu digoa ao meu pai todos os dias, ha ha!


(Terminar a conversa)


À Direita


Mais Árvores!


Kentin: Nós não estamos precisando e de um caçador, mas sim um lenhador!


Não há uma versão da história em que um lenhador vem para salvar Chapeuzinho Vermelho?


Kentin: Sim, eu acho... Mas um caçador é muito mais legal!


Ha ha, isto é verdade!


Violette: Oh... V-Vocês estão aqui? Vieram ver os cenários?


Sim! São bem legais!


Violette: O-Obrigada... M-Mas não é grande coisa...


Você é modesta demais!


(Terminamos de fazer a visita com a Violette...)
(Depois encontramos a Iris e saímos do ginásio.)


Pátio


(Agora que vi os cenários... estou com vontade de ver os figurinos.)
(Eu vou dar uma olhada na sala de ciências... Talvez a Rosalya tenha terminado tudo!)


Corredor Principal


Bia: Hi hi hi...


...? Qual é a graça?


Bia: A Rosalya e o Alexy fizeram um bobagem e a diretora não está nada contente.


Oh, puxa! O que aconteceu?!


Bia: Basta encontrar com eles! Você também está envolvida, hi, hi!


Hein? Por quê? Eu não fiz nada!


Bia: Todas as pessoas precisam de um figurino então!


(Nossa... O que eles fizeram?)


1º Andar


(Oh, é a Melody). Oi, o que você está fazendo?


Melody: Eu vou levar tudo isto para a sala de ciências.


(Ela me mostrou a farinha e alguns ingredientes de cozinha.) O que você pretende fazer?


Melody: Bom vamos colocar os ingredientes de lado para fazer os bolos que Chapeuzinho Vermelho levará para a sua vovozinha!


Oh, não sabia...


Melody: Se você fosse mais atenta, você estaria sabendo há mais tempo!


Mas não seria mais simples não fazer nada? Os bolos estarão na cestinha mesmo, ninguém vai ver nada...


Melody: Ei! Eu faço o que me pedem, não quero saber mais além do que isso... Se você não gostou, vá falar para os outros!


Oh, não, faça como quiser...


Melody: Além do mais, você está falando besteiras. Chapeuzinho Vermelho come os bolinhos com a vovozinha e o caçador, no final da peça!


(Hum... Eu não me lembro de ter visto isso no script...)


Melody: Desculpe, é um pouco pesado. Posso passar?


Você não prefere que eu te ajude?


Melody: Estou logo aqui, não se preocupe, vou conseguir!


Como preferir!


Sala de Ciências


(Ôpa... Quanta gente.) Vem cá, parece que teve um problema com os figurinos, é verdade?


Kim: Pois é, Rosalya gastou todo orçamento previsto...


Mesmo com tudo o que ganhamos? Como isso aconteceu?


Kim: Ela estava em dupla com o Alexy... Dá para entender melhor a situação...


Nem me fale, ele queria me levar para o shopping naquela vez que compramos o amplificador do Castiel... Eu tenho certeza que se tivesse dado ouvidos para ele, estaria endividada!


Kim: Com certeza, aquele cara tem um dom!


Isto significa que não teremos os figurinos para a peça?


Kim: Oh, sim, sim... Ela terminou tudo, eu acho!


... Estou perdida, qual o problema, então?


Rosalya: Venha vestir seu figurino e você vai entender um pouco mais.


... Só penso no pior.


Rosalya: Por quê? Você vai ver, seu traje é maravilhoso. Acho até que foi o melhor figurino que fiz.


(Onde está a armadilha?)
(Testar o traje.)






Eu tenho QUE PAGAR?


Rosalya: Quantas vezes irei ouvir esta frase hoje?


Gente do céu, Rosalya... Era para ser de graça.


Rosalya: Ei, pelo menos você pode guardar e vestir mais tarde!


Você acha mesmo que eu vou andar assim pela escola?


Rosalya: Eu já te vi vestida com coisas mais bizarras...


Mas como você conseguiu estrapolar o orçamento previsto?


Rosalya: Êi, eu prometo que sei fazer Kigurumi de qualidade, não é para todo mindo!


Kiguru... quê?


Rosalya: Sabe, aqueles pijamas com orelhas de coelho...


Você quer dizer que os rapazes vão vestir um pijama?


Rosalya: NÃO! Só estou querendo te dizer que os figurinos de animais custam mais caro para fazer! Se vocês quisessem uma peça de graça, tinham que escolher Alice no país das Maravilhas!


(Você está brincando, só pode... Eu tenho certeza de que você ia extrapolar o orçamento ainda que tivéssemos escolhido outra peça!)


Mesmo assim, você deveria ter pedido para diretora fazer alguma coisa!


Rosalya: Eu tentei, mas quando ela viu o preço, ela ficou super irritada e me puniu...


Oh...


Rosalya: Eu paguei a metade do meu próprio bolso, não podia pagar tudo sozinha, sinto muito... Mas quando eu for rica e famosa, irei reembolsar todo mundo, prometo!


Ok...


Kim: Pronto, testei o meu também!


Ah ah! Muito legal!


Kim: Olha a cara que eu fico vestida assim! Meus pais vão cair na gargalhada.


(Próximo)


E eu... Estou bonita?


Kim: O seu é bem legal! Você deveria mostrar aos rapazes.


V-Você acha?


Rosalya: Sim! Assim poderia prepará-los psicologicamente!


... Nem todos estão sabendo que deverão pagar?


Rosalya: Não, ainda não... Se pudesse prevenir o Castiel, me ajudaria bastante!


Sei... Assim ele vai tentar se acalmar descontando em mim...


Rosalya: Ora, ele gosta de você, será mais fácil!


(Terminar a conversa)


1º Andar


(Eu não tive a oportunidade de mostrar aos rapazes o meu traje, nem vê-los vestidos com os deles. Vai ser uma surpresa para o dia da peça!)
(Eu voltei para casa e aproveitei para mostrar o traje aos meus pais.)


Lucia: Oh! Você está tão linda assim!


Ah ah... Você acha?


Lucia: Parece que voltei anos atrás! Quando você era pequena, eu adorava te vestir com roupas de fantasia!


NÃO É BEM uma fantasia... É um figurino para o teatro!


Lucia: Você tem até um cestinho!... Eu tenho que pegar minha câmera fotográfica!


... (Ela não ouviu nada do que acabei de falar... Pior do que minha tia!)


Philippe: ...


E você? Não gostou?


Philippe: Eu acho isto muito... curto.


Verdade? Você acha?


Philippe: Eu não acho normal que na idade de vocês, eles deixem vestir este tipo de traje para uma peça de teatro...


Oh... Pois eu até que gosto dele.


Philippe: ...


(Que desmancha prazeres...)


Philippe: Porém, eu não sei porque deixaram vocês trazerem para casa. Vocês podem estragá-los.


Ah, isso... A organização da escola é um pouco diferente.


Philippe: Eu verei isto quando for a hora...


(Ah, eu espero que a diretora não diga nada de ruim sobre mim para o meu pai, senão ele vai me matar...)
(Finalmente chegou o grande dia! Eu entrei na escola antes dos meus pais, paar um reconhecimento tático do local...)


Pátio


Olá, Lysandre! E então, seus pais chegaram?


Lysandre: S-Sim... Sinto muito, Docete, mas não tenho muito tempo para...


(Ele fez de conta que iria embora.) Mas... O que houve?


Lysandre: ... Eu não sei onde estão meus pais.


... Você os perdeu?


Lysandre: Não, eles se perderam por eles mesmos...


Gente do céu, é de família...Espere, talvez eu possa te ajudar!Ah, ah! Ainda bem, não? Eles não terão que ver a peça!


Lysandre: A Rosalya já está me ajudando, mas gentileza sua propor!


Tem certeza? Quanto mais gente mais chance de encontra-los...


Lysandre: Mas você nem sabe como eles são...


Ah, verdade!... Ponto para você...


Lysandre: Sinto muito, eu te vejo mais tarde!


Está bem!


(Eu vou tentar encontrá-los mesmo assim! Eu tenho certeza de que eu posso adivinhar quem são os pais do Lysandre!)


Sala de Aula A


Oh, olá!


Mei: Olá... Você é uma colega da Li?


Isso mesmo! E os senhores são os pais dela?


Mei: Isso mesmo! Prazer em conhecer, senhorita...?


Docete! Eu me chamo Docete!


(Não eram os pais do Lysandre... Mas dava para ver logo!)


Corredor 2


Olá, rapazes! Vocês não estão com os seus pais?


Armin: Bom... Eu também não vejo os seus não...


Eles não chegaram ainda!

Alexy: Nossos pais estão conversando como professor Faraize... Não queriamos incomodá-los, hein, Armin?


(Próximo)


Armin: Glups...


O que houve?


Alexy: Ora. você sabe que o Armin não tem lá boas notas...


Ah, sim, é verdade. Coitado, ah ah!


Armin: Eu não vejo o que há de engraçado!


Você se preocupa com o que o professor Faraize vai falar?
Você se preocupa com suas notas baixas?
Você tem medo dos seus pais?


Armin: ... Medo...


(Próximo)


Alexy: ... dos nossos pais?


(Eles se olharam.)


Alexy e Armin: AH AH AH AH AH AH!


(Antes de cair na gargalhada.) ... Por que vocês estão rindo?


Armin: N-Nada, é um private joke, ah ah!


(Próximo)


Alexy: Da para ver que você não os conhece.


(Ele me deu um tapinha nas costas!)


1º Andar


(Tem alguns pais conversando por ali...)


Isabelle: Ah ah, pois a minha filha falou muito da sua! Eu acho que ela gostou tanto de formar uma equipe com ela!


(Próximo)


Armand: A minha filha é um pouco tímida, ela apenas citou a Iris, mas tenho certeza de que ela ficou contente também.


(Oh, deve ser a mãe da Iris e o pai da Violette!)


Charles e Iréne: Hum, bom... Não é nada educado ficar ouvindo a conversa dos outros!


O-Oh! S-Sinto muito... (Fiquei toda vermelha.)


Charles e Iréne: Ah ah!


(Quem será o filho ou filha destes pais... Não consigo imaginar.)


1º Andar


Dake: Olá!


D-Dake?? O que você está fazendo aqui?


Dake: Eu vim ver a "obra de arte" que o meu tio fez com os seus alunos.


Mas... Você pôde entrar?


Dake: É o dia de visita da escola, todo mundo pode entrar!


Puxa... Eu pensei que só os pais poderiam vir.


Dake: Não, com certeza você vai encontrar alunos de outras escolas...


(Talvez a Nina apareça também...)


Dake: E então, o que tem de novo? Já faz tempo que eu não te vejo.


Não tenho nada para contar.
Estou nervosa!
Eu não estou com vontade de falar...


Dake: Ah, ah, não se preocupe, eu tenho certeza de que você será maravilhosa!


Eu tenho medo de errar minha fala.


Dake: Você só precisa sorrir ao público. Você é tão bonita que todo mundo irá perdoar.


O-Obrigada...


Dake: Você precisa me apresentar aos seus amigos também. A não ser o rapaz que estava na prais com você, não conheço ninguém.


Bom... Eu não sei se é uma boa ideia...


Corredor 2


(O Castiel e a Rosalya estão aqui.)


Castiel: Mas eu não sei de nada, eu não os conheço!


(Próximo)


Rosalya: É o seu melhor amigo e você não sabe como são os pais dele?


(Próximo)


Castiel: Ei, não me olhe assim! Você pega o irmão dele e nem por isso sabe como eles são. É muito pior.


(Próximo)


Rosalya: Eu o QUÊ?


(Ôpa, vai ter morte.) O-Olá vocês dois! T-Tudo bem?


Rosalya: Não! perdemos os pais do Lysandre!


Ah, verdade, ele me contou. Bem que eu gostaria de ajudar, mas eu não sei como eles são.


Castiel: Está vendo, não estou sozinho! E para ela, você não diz nada?! 


(Próximo)


Rosalya: Ela não é a melhor amiga dele!


(Próximo)


Castiel: Sinta-se feliz...


Por quê você está dizendo isso? Até que somos próximos...


Castiel: Você quer mesmo falar disso agora? Por que se vocês decidirem pegar no meu pé com um assunto irritante desses, eu vou embora!


(Próximo)


Rosalya: Ah, não, hein! Precisamos de você para a peça!


(Próximo)


E os pais de vocês, onde estão?


Castiel: Eu fiz os meus pais se perderem assim que cheguei.


(próximo)


Rosalya: Os meus estão conversando com a diretora.


Oh, puxa... Você acha que ela contou sobre o pequeno "superfaturamento"?


Rosalya: está brincando... Ela quase pulou no pescoço deles para contar...


Eles não vão brigar muito com você?


Rosalya: Eles estão acostumados...


(Terminar a conversa)


Sala de Aula A


(Tem mais pais conversando)


Valérie: Ah, não, não estou de acordo. Temos que deixar as crianças fazerem as suas próprias besteiras. É assim que elas aprendem, errado.


(Próximo)


Jean-Louis: E se protegemos muito, eles acabam se tornando dependentes...


(Próximo)


Adélaide: Vocês tem uma maneira de pensar bem... estranha.


(Próximo)


Francis: Se não vigiarmos nossos filhos, eles se tornarão delinquentes em poucos dias e nunca farão nada da vida. A disciplina é a chave de toda educação!


(Próximo)


Jean-Louis: Meu filho recebeu uma ótima educação, eu não admito que fale assim.


(Próximo)


Francis: E eu imagino que as notas dele também são excelentes.


(Próximo)


Jean-Louis e Valérie: ...


(Próximo)


Francis: Este silêncio fala mais alto... Acho que a conversa termina por aqui. Meu filho será o chefe do seu, depois não venham me dizer que não avisei!


(Próximo)


Valérie: Você prefere resolver isto lá fora, talvez?


(Próximo)


Jean-Louis: Q-Queria... Acalme-se, eles não valem a pena.


(Os outros pais se distanciaram...)


Valérie: Eu não sei quem é o filho deles, mas tenho pena.


(Eu acho que sei de quem se trata...)


Pátio


Ei! O que vocês estão fazendo, rapazes?


Kentin: Estamos evitando encontrar os nossos pais...


Eu acho que todos os alunos fazem o mesmo... Eu não encontrei nenhum casal de pais com os filhos!


Kentin: Bom, estou com vergonha... Você também perdeu os seus?


Não, eles não chegaram ainda!


Armin: Talvez eles já chegaram e como você não paar de perambular pela escola, acabaram se desencontrando.


Não, minha mãe teria gritado o meu nome no corredor paar que eu a ouvisse.


Kentin: Ah ah! Sua mãe parece bem legal! Não vejo a hora de encontrá-la, eu sempre quis saber como ela era... Tenho certeza que é tão bonita quanto você!


Oh, é... E-Eu não sei...


Armin: Ei, tudo bom? Não estou incomodando?


Hein? Bom, não, claro que não...


Armin: ...


(Por que ele se irritou assim, de repente?


Corredor 2


(Aqui está alguém que eu não tinha visto ainda.)


Giles: Olá.


É... O-Olá... (Puxa! Como ele fala alto!)


Giles: Você se chama "Ambre", por acaso?


N-Não, não sou eu...


Giles: Perdi de novo... Eu vou acabar achando esta garota... Eu quero falar com os pais dela.


T-Tem algum problema com ela?


Giles: Você é uma das amigas dela?


Ah, não! De jeito nenhum! (Eu coloquei as mãos na frente como se ele tivesse me apontado um revólver na cabeça.)


Giles: Sorte sua... Esta garota e suas amigas me obrigaram a enviar meu filho numa outra escola. Chegou a hora de conversar com ela.


(Oh... Quer dizer que é o pai do Kentin?)
(Nossa... Eu não quero estar no lugar da Ambre!)


1º Andar


(O Nathaniel está conversando com um casal de pais também...)


Nathaniel: M-Mas já disse que NÃO sou o Castiel...


(Próximo)


Josiane: Meu filho fala tanto de você. Eu estou realmente muito feliz em saber como você é, rapaz!


(Próximo)


Nathaniel: A s-senhora me ouviu...?


(Próximo)


George: Quer dizer que você toca violão? Você tem que aparecer lá em casa e tocar um dia desses!


(Próximo)


Josiane: Moramos longe daqui... Mas você pode dormir lá em casa, se preferir!


(Próximo)


Nathaniel: Eu NÃO sou amigo do seu filho! Eu me chamo Nathaniel...


(Próximo)


George: Oh... Você não gosta do meu filho? Por quê? Ele é tão gentil...


(Próximo)


Nathaniel: N-Não foi isso que eu quis dizer...


(Nathaniel olha na minha direção.)


Nathaniel: Ao invés de dar risada, venha me ajudar!


Não precisa da minha ajuda, se vira muito bem!
Quanto você me paga?
Ah, ah, já estou chegando!


Nathaniel: Obrigado...


(Ele deu um suspiro de alívio.)


George: Oh! E é você, a Rosalya!


N-Não, nada disso!


Josiane: Meu querido, não, você não se lembra? O Leigh nos mostrou uma foto delana última vez que ele veio nos ver!


(E foi assim que... Encontramos os pais do Lysandre.)


Corredor Principal


(Tem uma garota no chão que parece procurar alguma coisa.) Oh, oi! Eu posso te ajudar?


Manon: Olá! B-Bem... Eu perdi meus óculo, eles caíram e eu não enxergo nada sem eles...


Espere, eu vou procurar com você! (Deve ser uma das alunas que o Dake comentou... Engraçado, ela me lembra alguém.)


Manon: Gentileza sua, muito obrigada! Eles devem estar em algum lugar por aqui...


Oh, veja! Eles estão ali! (E são enormes!)


(Ela colocou o óculos.)


Manon: Aaah, agora está melhor!


... (Oh, gente... É a irmã do Kentin?)


Manon: Agora peço licença, mas preciso encontrar o meu marido... Obrigada por sua ajuda.


N-Não tem de quê... (Ah, não... É a mãe dele. Nossa, como ela parece jovem!)


Grêmio


Diretora: Senhorita Docete. Seus pais chegaram?


Não, ainda não, senhora.


Diretora: ...Eles estão atrasados.


A-Ah? E no entanto ainda temos uma horinha livre antes que tudo comece...


(Papai... Mamãe... Se vocês tem apego à vida, venham logo!)


Corredor Principal


(Tem outros pais conversando.)


Giles: Vocês não sabem mesmo quem é "Ambre"?


(O mesmo senhor que vi há pouco.)


Vitória: Não, sinto muito, só temos garotos...


(Próximo)


Amaud: E quando vejo a reação de vocês, digo ainda bem.


(Oh... talvez sejam os pais dos gêmeos?)


Escadaria


Lucia: Docete!!! estamos aqui!


Oh! (Eu me virei!)


Lucia: Sua escola é bem grande mesmo! Tem bastante gente aqui!


É o que acontece num dia de visita...


Philippe: Então... Para onde devemos ir se quisermos conversar com os seus professores?


Vocês terão uma reunião com eles daqui a pouco, enquanto isso iremos nos preparar paar a peça.


Philippe: Não podemos vê-los à sós?


Eu não sei... S-Se você encontrar um antes da reunião, quem sabe?


Philippe: Perfeito! Vamos, então!


E-Eu preciso ir...


Philippe: Não, você vem conosco.


E-Está bem... (Bom, é agora ou nunca...)


Sala de Aula A


(O Kentin está com os pais.)


Kentin: Ah, os seus pais chegaram?


Sim! (Eu olhei os pais do Kentin.)


(Eu acertei em cheio!)


Lucia: Você não nos apresenta?


Oh, sinto muito. Aqui está o Kentin, você se lembra? Ele estudava comigo antes da nossa mudança.


Lucia: Ah, sei! Foi ele quem te presenteou com aquele bichinho de pelúcia super fofo que está no seu quarto!


Sim!


Kentin: E-Eu... Quer dizer, foi um presente bem simples...


(Próximo)


Manon: Mas é a garota que vi há pouco!


(Próximo)


Kentin: V-Você a conhece?


(Próximo)


Manon: Ela me ajudou a encontrar meu óculos há pouco!


Não foi grande coisa...


Manon: Oh, espere um pouco... Você não seria a Docete, por acaso?


S-Sim, por quê?


Manon: Ooooh... O meu filho falou BASTANTE de você! Ele não para de...


(O Kentin colocou a palma da mão na boca da mãe.)


Kentin: Ah ah! Não dê ouvidos, ela não está dizendo nada com nada.


Você vai sufocá-la...
Deixe ela falar, eu bem que gostaria de ouvir o resto. (Diminui se o loveô for baixo)

(Vou fazer de conta que não ouvi nada...)

Kentin: Não tem mais nada! Hein, manhê!


(Ele ainda está com a mão no mesmo lugar.)


Manon: Mmmmh mhhhhhhh mmmh!


Acho que você deveria retirar sua mão...


Kentin: Ah, peço desculpas!


Você é bobo mesmo, ah ah!


Kentin: Não ria de mim...


(Próximo)


Philippe: ...


(Meu pai olhou o Kentin de forma estranha...)


Kentin: O-Olá, senhor...


(Nossos pais conversaram um pouco enquanto eu e o Kentin ficamos sem saber o que dizer. Depois, decidimos sair.)


Corredor 2


Alexy: Ei, Docete!


Ah, Alexy! Armin! Vocês chegaram!


Philippe e Lucia: Olá!


(Próximo)


Alexy: Olá! Vocês são os pais?


(Próximo)


Lucia: Ah ah! Em cheio! E vocês dois, são...?


Estes são o Alexy e o Armin! Eles são gêmeos.


Lucia: Não pense que sou boa, eu já tinha percebido!


(Próximo)


Vitória e Amaud: E aí, rapazes, decidiram nos abandonar?


(Oh... quer dizer que eles são os pais dos gêmeos?)


Armin: Sinto muito, a gente viu uma colega...


Olá, eu me chamo Docete. Prazer!


Vitória: Oh, o prazer é todo nosso!


(Eu me aproximei do Armin para cochichar algo na orelha.)


Seus pais parecem bem tranquilos!
Puxa... Eles não parecem nada com você!
Sua mãe é tão bonita!


Armin: Você não imagina quanto! De qualquer maneira, paar aguentar as manias do Alexy, você tem que ser tranquilo...


As suas também, imagino!


Armin: Ei, eu sou menos chato! Você sabia que o Alexy queria escolher a roupa do nosso pai hoje?


Ah, ah! Não estou surpresa!


Armin: De qualquer maneira, seu pai parece menos tranquilo do que o meu...


Oh, ele é um pouco severo...


Armin: Por mim, não sendo como o pai do Nathaniel!


Você o viu?


Armin: Vi sim... ele nos deu uma bronca quando respondemos no lugar dos nossos pais.


O que ele te disse?


Armin: Coisas como é preciso ensinar as crianças a terem modos, bobagens do tipo... Eu nunca pensei dizer isto um dia, mas tenho pena do Nathaniel.


Sim... Eu também...


Philippe: Do que vocês estão falando?


U-Uau! Você me assustou!


Armin: Oh, é, estávamos falando da peça de teatro.


(Meu pai olhou para ele de forma estranha, sem dizer uma palavra.)


Armin: G-Glups...


(Parecia que ele estava fazendo um raio X nele... Ele tinha feito o mesmo com o Kentin.)


Corredor Principal


Philippe: ... Já vi que você é bem íntima de vários rapazes...


São colegas de classe.


Lucia: O jovem Kentin não parece ser "apenas" um colega de classe...


B-Bem... Nós nos damos bem, é verdade... Ele é realmente agradável...


Philippe: Será que ele tem boas notas?


Este não é o tipo de coisa que eu presto atenção a....


Philippe: Bom, você devia...


(Próximo)


Philippe: E o outro jovem? O Armin, se não me engano?


O Armin é... um amigo próximo, sim.


Lucia: Ah ah! Eu sabia! Próximo como?


Não é da maneira como você imagina...


Lucia: Puxa... E porque ele não dá o primeiro passo, aquele bobo?


M-Mas silêncio! Não diga bobagem!


Philippe: ...


(Beleza, agora sou eu que passo no raio X...)


Pátio


Nina: Ei! Olá, Docete!


Oh, Nina! Estava mesmo pensando se você viria!


Nina: Eu não iria perder isto por nada neste mundo!  Não vejo a hora de ver o Lysandre atuar! Eu tenho certeza de que ele é ainda melhor do que quando canta!


Pois bem, sim! Ele sabe o que está fazendo!


Nina: você tem sorte... Você o viu atuando antes de todo mundo!


Não apenas eu, mas toda minha sala de aula...


Nina: Pfff... Não é justo, eu também quero ficar na mesma sala de aula que vocês!


Você tem tempo ainda... Ainda está no colégio...


Nina: Eu vou tentar pular várias classes! E assim poderei ver o Lysandre todos os dias! Será super legal!


B-Boa sorte...


Lucia: Eal é tão fofinha esta menina!


Oh, você acha?


Lucia: Sim, parece uma bonequinha, você não acha?


Ah, ah, sim! Foi a mesma impressão que eu tive na primeira vez.


Philippe: E quem é este Lysandre que ela fala tanto?


Um colega de classe, talvez o encontraremos!


Sala de Aula A


Iris: Ah, aqui está! Mãe, eu te apresento a Docete!


Olá, senhora!


Isabelle: Ah, é... Você já tinha me falado dela. Você chegou não tem muito tempo, é isso?


Ah, ah, sim. Enfim já faz tempo que eu estou na escola agora.


Iris: Sim! Não é mais a novata a muito tempo!


(Próximo)


Isabelle: Você se enturmou rapidamente, então? Ainda bem, a Iris teve dificuldades quando chegou na escola.


Ah, é? Você também chegou aqui no meio do ano, Iris?


Iris: Não, eu comecei o ano escolar aqui. Mas era numa sala onde eu não conhecia ninguém ainda!


Entendi... Mas conhecendo como te conheço, imagino que você não deve ter tido dificuldades para fazer novas amizades!


Iris: Eh eh, você me conhece bem!


Vem cá, seu pai está aqui?


Iris: Ele não pôde vir...


(Próximo)

Isabelle: Estamos separados e ele mora em outra cidade.


Oh, desculpe, sinto muito...


Isabelle: Não fique assim, são coisas da vida!


(Continuamos conversando um pouco antes delas decidirem caminhar mais um pouco.)


Philippe: Elas duas parecem ser bem divertidas!


Sim! A Iris é a cara da mãe!


Corredor 2


(Ah, aqui está o Castiel.) Ah, ah, você ainda está se escondendo dos seus pais?


Castiel: Sim... Até agora está dando certo.


Você sabe se o Lysandre encontrou os pais dele?


Castiel:Eu acho que sim, pelo menos quando vi a pouco, eles estavam juntos.


Eu espero que ele não tenha perdido mais uma vez!


Castiel: Você os viu? Não é possível, ele foi adotado...


Ele sempre disse que seus pais eram um pouco... diferentes.


Lucia: ... Se estamos incomodando, me avisem!


Oh, sinto muito, mamãe! Aqui está o Castiel um outro colega de classe.


Castiel: Um "colega", hein?


Eu não ia dizer um "chato", eu não quero que meus pais tenham uma má impressão de você logo de cara...


Castiel: Que bela atenção...


(Próximo)


Lucia: entre vocês dois, parece ser bem explosivo!


Você não tem ideia... (O Castiel cochichou algo na minha orelha.)


Castiel: Ei... Não foi apenas o Lysandre que foi adotado, pelo que estou vendo.


O que você está dizendo...?


Castiel: Digamos que a natureza foi mais simpática com a sua mão do que com você.


Eu ainda tenho todo o tempo do mundo para "creser", se quer saber...
Seu tarado...


Castiel: Hum...


(Ele me olhou de cima a baixo.) E-Ei!


Castiel: Não, não há nenhuma esperança...


Seu...


Philippe: Sinto muito, jovem, mas temos outros projetos...


(Papai deu um jeito de se distanciar...)
(Outros pais chegaram...)


Valérie: Ah! Você está aqui!


(Próximo)


Castiel: P-Puxa, fiquei muito tempo no mesmo lugar...


(A mão do Castiel deu um pulo para abraçá-lo.)


Valérie: Olha, você reparou? Eu fiz como você! Eu tenho mechas vermelhas agora!


(Próximo)


Castiel: M-Me deixe... Eu não ligo para essas coisas, já te disse!


(Próximo)


Jean-Louis: Bom dia pára todos...


(O pai do Castiel nos cumprimentou com um movimento de cabeça.)


Valérie: Oh! Sinto muito, eu estava tão contente por colocar as mão no meu filho que esqueci de cumprimentá-los!


N-Não tem nada...


Valérie: Então, Cassy. Você vai nos apresentar?


(*Cassy*)


Castiel: É apenas a Docete com os pais...


(Próximo)


Valérie: Oooooh! Um momento! Eu acho que você falou dela uma vez!


(Próximo)


Castiel: Não, de jeito nenhum...


(Próximo)


Valérie: Sim! E depois você fez como se não tivesse dito nada!


(Próximo)


Castiel: Você está delirando...


(Ele está ficando tão vermelho quanto os próprios cabelos...)


Valérie: FOI SIM! Eu até disse para o seu pai que era a primeira vez que você pronunciava o nome de uma menina depois da Debrah! Não foi, querido?


(Próximo)


Jean-Louis: Não me meta nisso...


(Nossos pais continuaram conversando durante alguns minutos...)
(Meu pai repetiu que gostaria de com um professor e nós saímos.)


(Fazer uma brincadeira para o Castiel.)
(Não se arriscar.)


Até mais tarde, "Cassy"!


Castiel: ...


Nos vemos a pouco, "Cassy"!


Castiel: ... Tchau "tábua de passar roupa"!


(Ele levantou a mão para dizer "bye bye") ... Ei! (Nossa, na frente dos meus pais, eu vou matá-lo!)


Sala de Aula A


(A Kim está conversando com os pais.)


Kim: Sim, vocês vão ver, vai ser divertido! Eu não tenho o melhor papel, mas eu gostei!


(Próximo)


Audrey: Você conseguiu aprender o texto?


(Próximo)


Kim: Não se preocupe, tudo está aqui!


(Ela apontou o dedo para sua têmpora.)


Kim: Na pior das hipóteses, eu tenho duas colegas que estão nos bastidores para nos lembrar o texto!


(Próximo)


Denis: Eu espero que você não precise da ajuda delas!


(Eu espero não precisar também...)
(Eu não vou incomodá-los...)


Pátio


Philippe: Mas me diga uma coisa... Tem professores nesta escola?


S-Sim, não se preocupe, eles estão apenas ocupados... Tenho certeza de que o professor Faraize está por aqui.


Philippe: ... Tudo o que nós vimos até o momento, são os alunos e os pais...


Eu ainda tenho dificuldade para encontrar as pessoas que preciso. Talvez seja de família?


Lucia: Ah, ah! E como nós somos três, é ainda pior do que de costume!


Não é possível! Você sabia que titia tem dificuldades também!


Lucia: Tia... Agatah?


Sim!


Philippe: Sua tia aparece por aqui?


Mas do que isso, eu a vejo por todo o lado!


Lucia: Ah ah! Ela é um pouco estranha!


Falou e disse...


Corredor 2


(O Lysandre está aqui.) Então, você encontrou seus pais?


Lysandre: Sim, eles estão logo ali...


(Ele mostrou os pais que estava atrás dele.)


George: Oh, mas é a garota que vimos a pouco! Rosalya, é isso?


N-Não... Eu sou a Docete...


Lysandre: E no entanto eu já falei dela para vocês...


(Próximo)


Josiane: Ah, é! Eu me lembro agora! Ela é a garota que você gosta, é isso?


H-Hein?


Lysandre: O que você está dizendo..?


(Ele colocou a mão no seu rosto.)


Philippe: ... Lysandre, é isso? A Docete nunca falou sobre você...


E-Eu não comentei com você sobre ninguém!


Lucia: Dá para ver! Vamos ter uma conversa todos os dois quando voltarmos para casa!


(Ela piscou o olho para mim.)
(Acabem comigo...)


(Eu me aproximei do Lysandre enquanto minha mão conversava com a mãe dele.) Puxa... Quando você dizia que eles não pareciam em nada com você não estava exagerando!


Lysandre: Eu não exagero nunca.


Mas, você foi adotado?
Eles parecem um pouco estranhos...
Mas são divertidos!


Lysandre: Divertidos?


Sim! Quando eu os vejo fico logo de bom humor!


Lysandre: Que gentileza a sua... Seus pais parecem um pouco mais severos, estou enganado?


Digamos que a minha mãe é simpática e alegre, mas meu pai é mais severo. Mas quando eu vejo os pais do Nathaniel, eu penso que não é tão severo assim...


Lysandre: Eu acho que ouvi algo assim...


Você não os viu?


Lysandre: Eu já andei por toda a escola para reencontrar os meus pais... Eu vi todo mundo. Porém, sou incapaz de me lembrar do nome de todos!


Ah, ah!


Philippe: Vamos, Docete? O tempo está passando...


(Eu olhei para o relógio.) P-Puxa! Está chegando a hora da peça.


Lysandre: Devemos mesmo ir ao ginásio?


Sim! Não chegue atrasado!


Lysandre: Não se preocupe... Na pior das hipóteses, o Castiel virá me procurar.


Ou, senão, para sabotar a peça, ele te deixará vagando nos corredores...


Lysandre: Não é bem o estilo dele...


Tenho minhas dúvidas!


(Nós deixamos o Lysandre e seus pais.)


Pátio


(A Ambre e o Nathaniel estão com os pais.)
(O Nathaniel me olhou e rapidamente desviou o olhar para o pai.)


Francis: E quando podemos ver os professores?


(Próximo)


Ambre: Daqui a alguns minutos, não iremos demorar muito para nos prepararmos!


(Próximo)


Francis: Perfeito... Eu espero que o resultado seja excelente para você!


(Próximo)


Ambre: E-Eu, está tudo bem... Estou na média...


(Próximo)


Adélaide: E você, Nathaniel?


(Próximo)


Nathaniel: Os professores vão dizer que e-eu tenho boas notas...


(Próximo)


Francis: E você tem um comportamento exemplar também, não?


(Próximo)


Nathaniel: S-Sim...


(Ele fala cada vez mais baixo...)
(Me dói o coração ver o Nathaniel assim...)


Corredor Principal


♪Ding, Dong♫


(Próximo)


Lucia: O que é isso?


Com certeza é a hora da reunião!


Philippe: Não pudemos ver nenhum professor com você!


(Tive sorete dessa vez!) Eu vou acompanhá-los até a sala de aula, a reunião será lá!


Corredor 2


(Tem vários pais de alunos na frente da sala.)


Philippe: É aqui, eu imagino?


Sim! Eu irei ao ginásio para me preparar...


(Glups... estou cada vez mais sentindo um frio na barriga...)


Ginásio


(A maioria dos rapazes já estão presentes e um monte de cadeiras foram colocadas na frente do pátio.)


Rosalya: Eu tenho a impressão de ser uma grande costureira que vai ver seus modelos desfilarem na passarela!


Ah ah!


Rosalya: Uau, Docete, já está pronta! Você poderia ir no vestiário ver se as outras garotas já colocaram os seus figurinos?


Sim, claro.


Vestiário


Olá, meninas! Vocês já estão prontas?


Kim: Sim! Você também, pelo que estou vendo!


Eh eh...


A Rosalya queria saber se todo mundo já está pronto.


Kim: Bom, sim, podemos ir!


Glups... É agora...


Li: Não, a reunião não acabou ainda...


(Oh, eu não tinha visto a Li...)
(A Kim me deu um tapinha nas costas.)


Kim: vamos, temos que sair senão a Rosalya virá nos procurar e não será a mesma coisa!


Pois é.


Ginásio


Melody: Vai começar! peggy, não esqueça de pegar o bolo que preparamos, quando chegar a sua vez!


(Próximo)


Peggy: Está bem, não se preocupe... Onde ele está?


(Próximo)


Melody: Deixamos em cima da mesa, basta você pegá-lo antes de subir no palco!


(Próximo)


Peggy: Ok!


(Ah, é verdade, as meninas prepararam um bolo para dar um ar mais "realista".)
(Ensaiamos nossas falas mais uma vez antes que os pais e os outros alunos entrassem no ginásio.)
(Os alunos que não deveriam subir no palco se sentaram. A melody e a Bia ficaram ao palco para nos dizer o texto, se necessário. E nós ficamos de lado, escondidos...)
(A diretora subiu no palco para apresentar a peça. Depois a Charlotte começou a falar o seu texto.)


Bia: Docete, é a sua vez agora!


(... É agora...)


Cenário 2


(Puxa vida, quanta gente...)


Charlotte: Chapeuzinho Vermelho sai de sua casa para visitar a vovozinha...


(Vamos, coragem! Agora é a sua vez!)


Que dia lindo! É um dia lindo para visitar a minha vovó!


(A platéia riu.)
(Por que escolhemos esta peça?)


Peggy/Mãe: Minha querida, espere!


(A Peggy subiu no palco.)


Peggy/Mãe: Você... você esqueceu algo!


(Próximo)


Peggy/Mãe: *murmura* Você sabe onde está o bolo que as meninas prepararam?


*murmura* Não, não sei não...


Peggy/Mãe: *murmura*  Gente, mas onde está o bolo das meninas?


*murmura* N-Não me olhe assim, não estou sabendo de nada!


Totó: Au Au!


Hein?


Totó: Au!


(Totó saiu do ginásio, com o bolo na boca!)


Diretora: Totó! Volte agora mesmo! Ambre! Vá pegá-lo para mim!


(A diretora começou a gritar.)


Ambre/Flor: M-Mas diretora, a peça...


(Oh, não, eu não tinha visto...)


Diretora: Você não presta para nada nesta peça! Ande logo!


(A Ambre desceu do palco para pegar Totó.)


Peggy/Mãe: *murmura* E o bolo?


*murmura* Faça como se tudo estivesse normal, vamos continuar...


Cenário 3


(Agora é a vez da minha cena com a Li.)


Li/Moça do pote de mel: Não aguento mais, essas coisas só acontecem comigo!


Bom dia senhora! O que houve?
Olá! Por que você está com essa cara?
E aí, gorda, tudo indo?
(Eu não me lembro mais do texto...)


Li/Moça do pote de mel: O problema não é seu.


Desculpe, eu queria ser educada...


Li/Moça do pote de mel: Eu tinha um pote de mel magnífico, mas caminhando na floresta, acabei perdendo-o... E está impossível encontrá-lo!


Eu vou na floresta também! Se eu encontrar, eu trago para você!


Li/Moça do pote de mel: Você não deve nem pensar em comer, hein?


Não, eu prometo!


Li/Moça do pote de mel: Muito bem... Obrigado. Normalmente eu te aconselharia não ir na floresta e seguir a trilha, mas como você quer trazer meu pote... Boa sorte!


Hum... Obrigada!


Cenário 4


(Agora é a vez da minha cena com o Nathaniel.)


Nathaniel/Coelho: O-Olá! O que você faz na floresta?


(Coitado... Ele não parece tão à vontade...) Eu vou levar um bola para a minha vovozinha. E você?


Nathaniel/Coelho: Oh, é g-gentil de sua parte,  mas v-você deveria ter cuidado, tem um lobo mau por perto...


Ah, é? Pois eu gosto de lobos!
Ah, é? Obrigado por me avisar!
Ah, verdade? Os lobos são malvados?
(Eu não me lembro mais do meu texto...)


Nathaniel/Coelho: V-Você está doida? Ninguém nunca te disse que eles comiam coelhos e crianças iguais a você?


Oh, eu sei que temos que ter cuidado, mas ele não é tão malvado assim.


Nathaniel/Coelho: Verdade! E-ele tentou me comer há pouco!


Você parece ser um coelhinho medroso, está imaginando coisas!


Nathaniel/Coelho: *murmura* Ei! Isto não consta no texto!


*murmura* Eu sei, mas você gagueja tanto que precisamos justificar isso!


Até breve, coelhinho! Não posso demorar muito aqui...


Nathaniel/Coelho: T-Tchau e... até mais!


(Quando ele deixou o palco, ele deu um suspiro de alívio tão forte que todo mundo ouviu.)


Cenário 5


(Agora é a vez da minha cena com o Armin.)


Armin/Urso: Oi!


É... Bom dia... Poderia me dizer... Este pote de mel que você está saboreando é seu?


Armin/Urso: Eu não comeria se não fosse o caso!


Ah... Porque uma senhora perdeu um assim hoje, quando estava na floresta e...


Armin/Urso: Ah, bom, deve ser aquele ali, então!


Mas você disse que era seu!


Armin/Urso: O mel é meu... Todo o mel desta floresta é meu, mas o pote não é meu...


Você... Você poderia me devolver?


Armin/Urso: Quando eu tiver terminado o mel que tem dentro, sim, não tem problema.


E... Você acha que vai acabar em breve?


Armin/Urso: Ei! A marca é boa! Tenho que saborear!


*murmura* ... O texto não é esse...


Armin: *murmura* Sim, mas só que eles não sabem.


*suspiro*... De qualquer maneira, cuidado. Um coelho me contou que um lobo está andando por perto!


Armin/Urso: Pfff... Ah ah!


*murmura* Não estou brincando!


Armin/Urso: *murmura* S-Sinto muito... É um texto tão ruim.


(Próximo)


Melody: *murmura* Continuem, poxa!


(Próximo)


Armin/Urso: Não se preocupe comigo, ele não é tão louco a ponto de atacar um urso, ele sabe que não ganharia... Até o caçador não ousaria!


Tem um caçador também?


Armin/Urso: Sim... Mas ele não vai ganhar o mel.


Tome cuidado, viu? Eu passarei mais tarde para pegar o pote da senhora!


Armin: Não tem problema, mas não tenha pressa. Como eu disse... Estou saboreando.


(Terminar a conversa.)


Cenário 6


(Agora é a vez da minha cena com o Castiel.)


Castiel/Lobo Mal: *Sorrisão*


(Já estou vendo no que vai dar...)


Castiel/Lobo Mal: Olá. pequenina. O que você está fazendo assim tão longe, na floresta?


Eu vou visitar a minha avó e levar um bolo para ela!


Castiel/Lobo Mal: Como a senhorita é gentil! Sabe, você não deveria andar por aqui... Tem pessoas que você deve evitar aqui, principalmente um coelhinho totalmente estúpido que não consegue falar uma frase inteira.


(Eu ouvi um pequeno barulho vindo dos bastidores.)


Peggy: *murmura* Não, Nathaniel! Coloca esta cadeira no chão!


(É a voz da Peggy!)


Castiel/Lobo Mal: Se você pretende chegar mais rápido na casa da sua avó, você pode seguir este caminho aqui, é um atalho...


Oh, obrigada! Eu tinha certeza de que você não era malvado!


Castiel/Lobo Mal: Eu? Malvado? Quem foi capaz de dizer uma coisa dessas?... Eu sou a gentileza em pessoa!



(Bom... Pelo menos ele não errou muito o texto.)


Cenário 7


(Agora é a vez da minha cena com o Lysandre.)


Lysandre/Cervo: Olá... Você também está perdida?


Não, nada disso! Por quê? É o seu caso?


Lysandre/Cervo: Eu não sei... Eu acho... Ou talvez eu esteja no bom caminho, mas não esteja sabendo...


(Incrível, este papel é a cara dele...)


Lysandre/Cervo: Mas me diga, o que faz uma garotinha como você na floresta?


Eu vou visitar a minha vovozinha!Foi um lobo gentil que me indicou um atalho!


Lysandre/Cervo: Ah, é? Ele também me ajudou... O lobo é gentil, quando imagino que os outros falam mal dele...


Sim! Coitado, é um pobre incompreendido! O que ele fez para te ajudar?


Lysandre/Cervo: Ele me mostrou o caminho certo.


Mas... Você não tinha dito que estava perdido?


Lysandre/Cervo: Eu esquecia a direção que ele tinha indicado antes de ir embora...


Oh, puxa... Diga-me par onde quer ir, talvez eu possa ajudá-lo!


Lysandre/Cervo: É justamente este o problema... Eu não sei mais para onde devo ir.


Que pena... Eu espero que você encontre o caminho!


Lysandre/Cervo: Eu espero que você encontre sua vovó.


Mas... Eu não perdi!


Lysandre/Cervo: ... O que você está fazendo aqui?


Eu vou visitá-la! Acabei de te dizer isto!


Lysandre: Ah, sim, é verdade...


(Pois é... Este papel foi FEITO para ele!)


Cenário 8


(Teve uma cena entre o Castiel e a Kim, no momento em que o lobo toma o lugar da vovozinha.)
(Enquanto isso, eu fiquei nos bastidores com os outros.)


Armin: Eu tenho certeza de que vou ouvir falar desta peça até o meu leito de morte!


Ah ah, verdade que o público riu bastante com as falas.


Nathaniel: ...


(O Nathaniel está olhando o Castiel com um olhar assassino.)
(Eu acho que está tentando matá-lo com a força da mente...)


Melody: Docete, agora é sua vez!


Já estou indo! (Coragem... mais três cenas e tudo chega ao fim!)


Cenário 9


Charlotte: Finalmente Chapeuzinho Vermelho chega a casa da vovozinha!


(Eu bati na porta de papelão com cuidado, para não estragar o cenário.)


Vovozinha? Sou eu!


Charlotte: E ela entra...


(Agora ou nunca!)


Cenário 10


Pfff... (P-Puxa... Eu não posso dar risada!)


Castiel/Lobo Mal: ...


(Pode ter certeza que após a peça ele irá me pagar.) O-Olá, vovozinha! Eu troce algo que irá te ajudar a se recuperar!


Castiel/Lobo Mal: Obrigada.


(Hum... Normalmente ele tem mais falas...)


Melody: *murmura* Castiel tente falar com a voz um pouco mais feminina!


(Próximo)


Castiel/Lobo Mal: *murmura* Prefiro morrer.


Que... Que voz estranha, vovozinha... Tem certeza de que está tudo bem?


Castiel/Lobo Mal: Sim, estou em plena forma... Aproxime-se um pouco para que sua vovozinha possa te ver melhor!


(Eu me aproximei.) ...Oh... Que olhos grandes você tem!


Castiel/Lobo Mal: Justamente, é para te ver melhor...


E... Que orelhas grandes você tem!


Castiel/Lobo Mal: É para te ouvir melhor...


Que dentes grandes você tem! 
Que mau hálito você tem!
Que vestido lindo você tem!
(... Esqueci o meu texto.)


Castiel/Lobo Mal: *boceja* É para te comer.


(Uau, que atuação sensacional... Sentimos o perigo, o medo, o predador prestes a atacar a sua presa...)
(O Castiel se aproximou para me "comer", mas alguém apareceu no palco no memso momento... Isto não estava PREVISTO...)


Kentin/Caçador: Não se aproxime dela!


*murmura* M-Mas Kentin! O que você está fazendo?


Castiel/Lobo Mal: ...?


(Até o Castiel parece estar perdido.)


Kentin/Caçador: Diga para mim o que fez com a senhora e tudo vai se passar bem!


(O Kentin me puxou e mostrou a faca de plástico que ele deveria usar na cena de luta.)






Castiel/Lobo Mal: Eu comi... Você chegou tarde demais.


(Próximo)


Kentin/Caçador: Então vamos abrir sua barriga para fazê-la sair! Fique atrás de mim, Docete!


... Eu deveria ser Chapeuzinho Vermelho, não a Docete!


Kentin/Caçador: Sim... Sinto muito.


(Ele voltou sua atenção para o Castiel.)
(No final tivemos que improvisar o máximo por causa da intervenssão do Kentin. Felizmente conseguimos conservar um mínimo de coerência.)
(Quando terminamos a última cena, todo mundo voltou ao palco para agradecer ao público e a Charlotte puxou as cortinas.)
(Puxa... Que aventura!)


Floresta


Mas Kentin... Que bicho te mordeu?


Kentin: Eu... Eu não pude deixá-lo fazer... Sinto muito...


Mas deixá-lo fazer o que?


Kentin: Te atacar...


E, no entanto, durante os ensaios, isto não parecia te incomodar!


Kentin: S-Sim, mas... não é a mesma coisa... Além disso, não tem tanta importância, tudo acabou bem!


*suspiro* É... Poderia ter sido pior.,.


Kentin: Além disso, o caçador pôde colocar o lobo no seu devido lugar rapidamente!


... Você não está com medo que o Castiel fique com raiva de você após o que se passou?


Kentin: Eu não tinha pensado nisso...


Eu evitaria se fosse você!


Vestiário


(Nos trocamos para encontrar nossos pais.)
(O que será que eles acharam da peça?...)


Ps: Se quiserem me add no amor doce é só enviar o convite para: EmilyCrisly.

5 comentários:

  1. Hahaha gostei, quando vcs vão postar o 22?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim que terminar de postar o ep 21 com os outros paqueras

      Excluir
  2. Oi conheci seu blog a pouco tempo e ja amei ele,tenho uma pergunta quando você vai colocar o ep 21 com as outras peças ?❤❤ bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu to terminando a com o Lysandre e a do Armin provavelmente hoje ou amanhã já posto uma delas ;)

      Excluir
    2. Legal estou esperando anciosa 💗

      Excluir