quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Amor Doce: Episódio 21_ Alice no País das Maravilhas_ Armin

                      Ato 2- A Peça

(Após sair do porão onde a Ambre tinha me trancado, eu pude participar da audição da peça de teatro. Sr. Boris estava prestes a anunciar o papel que cada um faria.)
(Eu e o Armin ainda estávamos com os dedos entrelaçados.)


Boris: Silêncio, por favor! Todo mundo terá um papel, não se preocupem!


(Ah, não deixe o suspense durar mais, conte para a gente!)


Boris: Mas antes de dar mais informações, eu e o professor Faraize pensamos que sera importante falar um pouco mais sobre o texto que vocês acabaram de ensaiar. Porque, infelizmente, ninguém consegue atuar direito.


(Próximo)


Boris: Alguns são mais talentosos que outros, é verdade. Mas temos uma carga de trabalho importante, para garantir uma apresentação boa para os queridos pais!


(Próximo)


Castiel: Mas um motivo para não fazer esta peça ridícula!


Silêncio! Ouça!


(Sr. Boris interrompeu o discurso do nariz... Eu me senti um pouco ridícula ao modo como ele falava o seu texto).


Boris: Estão vendo? Uma voz firme e forte para que toda a sala possa ouvi-los. Uma postura firme e sempre de frente para o público, para que todo mundo consiga vê-los, em todas as circunstâncias...


(Próximo)


Boris: E vários outros pequenos truques que iremos aprender juntos nas próximas semanas!


(Temos muito trabalho pela frente...)


Boris: Bom, agora que foi tudo dito, não vamos deixar vocês esperarem por mais tempo.


(Pronto, meu coração acelerou de novo.)


Boris: A obra de Lewis Carroll conta com vários personagens... Deixamos a história um pouco mais curta, para não sermos obrigados a pedir para alguns alunos interpretarem dois papéis ao mesmo tempo.


(Próximo)


Boris: Claro que nada é definitivo, vocês podem adaptar o roteiro mais tarde. Todos aqueles que não atuarem na peça, cuidarão da preparação do figurinos ou outros detalhes!


(Glupe...)


Armin: Poderíamos fazer um remix de Maclness Returns?


Armin, não tenho certeza se todo mundo conhece...


Alexy: O que é "Maclness Returns"...?


(Próximo)


Armin: É quando Alice fica louca, ainda mais louca do que o Chapeleiro. Esse jogo é o máximo!


(Próximo)


Kim: Ei! Nada de violência na peça!


(Próximo)


Armin: Não é nada violento! Eu prometo que é uma obra de arte!


(Próximo)


Boris: Silêncio, por favor...


(Próximo)


Boris: O papel do Coelho Branco vai para o Lysandre!


(Próximo)


Lysandre: Oh, perfeito!


(Próximo)


Castiel: Não me diga que você curte a ideia de fazer o papel do coelho?


(Próximo)


Lysandre: Por que não...? Eu gosto dele...


(Algumas vezes eu me pergunto como eles conseguiram se tornar amigos.)


Boris: O papel do Chapeleiro Maluco vai para o Armin e o Gato de Cheshire vai para o Castiel!


(Próximo)


Lysandre: Ah... Mas você não gosta muito de gatos, certo?


(Próximo)


Castiel: Não tem problema, este é divertido.


(Próximo)


Armin: E eu faço o Chapeleiro Maluco? Que barato!


(Próximo)


Alexy: Vai ser super legal fazer os figurinos de todo mundo!


(Próximo)


Boris: O Rei e a Rainha de Copas serão interpretados pelo Nathaniel e a Li!


(Próximo)


Melody: ...


(Acho que a Melody não gostou muito...)


Castiel: Rei de Copas... Rei dos babacas, isso sim.


(Próximo)


Nathaniel: Você vai fazer um comentário cada vez que um papel for atribuído? 


(Próximo)


Boris: A Lebre de Março será interpretada pelo Kentin. E a irmã da Alice, pela Kim!


(Próximo)


Kentin: A Lebre de Março... Isto significa que terei que atuar junto com o Armin?


 (Próximo)


Armin: Pois é! Legal, não? Prometo que não jogarei nenhuma xícara em você!


(Próximo)


Alexy: Não, faça isso mesmo! Mire na cabeça, isto vale 100 pontos!


(E Boris continuou distribuindo os papéis sem prestar atenção em ninguém...)


Boris: A Lagarta Azul será interpretada pela Peggy e o papel da Alice será da... Docete!


É... é verdade?


Violette: Eu te avisei que o papel seria seu!


(Estou chocada! É realmente uma ótima notícia!)


Ambre: Um minuto! E eu? Por que não sou eu quem fará a Alice? Tenho o físico perfeito, além do talento necessário!


(Próximo)


Boris: Oh... Achamos você um pouco egocêntrica demais, senhorita Ambre... Temos outros projetos para você.


(Próximo)


Ambre: Eu quero um papel na peça! Por que ELA pode ter um papel e eu não?!


(Ela apontou o dedo para mim.)


Boris: Podemos dar um para você também, senhorita Ambre, se é o que realmente deseja!


(Próximo)


Ambre: Eu quero sim! Quero o papel da Alice!


(Próximo)


Boris: Oh, não, não... Este papel papel é da Docete!


(Eles continuaram discutindo sobre o papel da Ambre durante vários minutos. Ela queria ter um papel de qualquer maneira e em todas as cenas da peça. Eles acabaram criando um...)


Boris: Ninguém é contra? A Ambre poderá fazer o papel de uma árvore ou um flor, assim ela poderá estar presente em todas as cenas também!


(A Ambre no papel de planta... Este é o dia mais feliz da minha vida...)


Boris: Bom, agora vamos falar sobre os outros papeis. Alguns já nos pediram para não atuar no palco, outros foram escolhido por nós mesmos. A Rosalya e o Alexy vão cuidar dos figurinos!


(Próximo)


Rosalya e Alexy: Certo!


(Eles bateram nas mãos um do outro.)


Boris: A Violette e a Iris cuidarão dos cenários!


(Próximo)


Iris: Farei o melhor possível...


(Próximo)


Violette: Vai ser divertido!


(Próximo)


Boris: Os pontos serão a Melody e a Bia!


(Próximo)


Bia: Hi, hi, hi...


(Eu não posso esquecer o meu texto... Eu tenho certeza que ela vai ser aquele tipo de ponto que só fala besteira...)


Boris: E para finalizar, a narradora será a Charlotte! Ela irá contar tudo o que acontece aos espectadores!


(Próximo)


Charlotte: Eu acho que não tenho escolha...


(Próximo)


Boris: Pronto! Vocês sabem tudo agora! Nós temos o necessário para fazer uma peça perfeita!


(Perfeita... Ele é bem otimista!)


Prof. Faraize: No próximo ensaio, vocês poderão dizer se querem fazer alguma modificação no roteiro. Iremos aproveitar também para falar sobre a visita dos seus pais.


(Próximo)


Prof. Faraize: A senhorita Rosalya pediu para avisar que ela precisa tirar a medida de todo mundo para os figurinos!


(Próximo)


Boris: Obrigada pela atenção! Vocês podem ir agora!


(Todo mundo saiu. A Ambre continuou reclamando por causa do papel que deram para ela.)


Pátio


Rosalya: Vamos interpretar Alice no País das maravilhas e é você que fará o papel da Alice... Eu não imaginava que isto fosse possível, mas estou mais animada do que antes!


E eu! Eu nunca imaginei que isso fosse possível!.


Rosalya: Você será uma Alice maravilhosa! Você vai ver, eu vou fazer um traje de deixar qualquer um de queixo caído!


N-Não faça besteira, hein?


Rosalya: Você já me viu fazer besteira ao costurar roupas?


Bom... Os trajes dos rapazes no show eram um pouco estranhos...
Nunca, é verdade! Você tem dedos de ouro!


Rosalya: Pare com isso, vou ficar vermelha! Eu sou talentosa, mas nem tanto assim! De qualquer maneira, não vejo a hora! Irei fazer o traje mais lindo que Alice já teve! Mesmo Tim Burton não terá feito um tão bom quanto o meu!


Oh... Não se coloque tanta pressão!


Rosalya: Sim, justamente! Damos o melhor de nós mesmo quando há um desafio!



(Terminar a conversa)


Pátio


(O Armin e o Kentin estão conversando.)


Armin: Além disso o Chapeleiro em Madness Returns é super elegante! Espero que a Rosalya me faça o mesmo figurino! Você acha que podemos ficar com a roupa após a peça?


(Próximo)


Kentin: Você está consciente de que não faço a minima ideia do que você está falando?


(Próximo)


Armin: Você é tão ruim quanto o Alexy...


Vocês estão falando sobre o quê?


Kentin: Eu não tenho ideia, ele está falando sozinho há um bom tempo.


(O Armin olhou para ele de cara feia.)


Armin: Docete, você conhece Madness Returns, não é mesmo?


Não, nunca ouvi falar...
Eu acho que sim...
É evidente!


Armin: Ah, é... E o que você achou do Chapeleiro?


Ele é realmente muito bonito!
Ele é mesmo muito feio!


Armin: Ah ah! Muito, mas ele tem estilo!


Sim! Quer dizer, apenas quando ele recuperou os braços e as pernas!


Armin: E o chapéu! Não esqueça o super chapéu!


Ah, ah! É verdade!


Kentin: ... Digam se estou incomodando...


Hã? Não... Nada disso!


Armin: Bom, de qualquer maneira, estou contente por você ter ganhado o papel de Lebre de Março, Kentin. Vai ser super legal!


(Próximo)


Kentin: Eu não. Você não pode, de maneira alguma, fazer besteira!


(Próximo)


Armin: Como se eu fosse assim... Ha ha!


Estou de acordo com o Kentin... não vá fazer besteira! Eu também estarei na cena em que vocês irão aparecer.


Armin: Ah ah! Verdade! Você vai interpretar a Alice!


(Próximo)


Kentin: Você será uma Alice bem bonita, tenho certeza!



M-Muito obrigada.


Ginásio


Castiel: Quer dizer que a doida que sonha com um mundo onde as flores falam e que podemos comer bolos que nos fazem crescer é você?


E o gato tão louco quanto Alice e que fala através de enigmas, vai ser você?


Castiel: Confesse que, finalmente, combinamos bem juntos...


Sim... É de dar medo.


Mas estou feliz que isto te deixa de bom humor.


Castiel: Eu decidi levar na brincadeira... É uma ideia idiota, todos os pais vão pensar que somos uns bobões, mas enfim, são os seus pais, não os meus.


Ah!... Verdade, você vai conhecer meus pais!


Castiel: Sim... É um dos poucos pontos positivos desta reunião.


Ah? Pensei que você não se importaria...


Castiel: Estou intrigado... Eu me pergunto como devem ser as duas pessoas que deram vida a uma ranzinza dessas.


(Já estou vendo no que vai dar...)


Escadaria


Então, ficou contente com o papel que ganhou?


Lysandre: Sim, muito. E você?


Também! Eu sempre gostei muito de Alice!


Lysandre: E tenho certeza de que você fará jus ao papel!


Obrigada... Eu também acho que o papel do Coelho Branco combina com você!


Lysandre: Ah, á? Eu conseguia me imaginar bem como Chapeleiro... Eu gosto de chapéus.


Mas eu nunca te vi usando um.


Lysandre: Eu não coloco na escola, mas tenho vários. Eu gosto especialmente dos tipo cartola!


Eu adoraria te ver usando um!
Oh... Não é um pouco... Pomposo demais?
O que é?


Lysandre: Se eu tiver a oportunidade, eu te mostrarei.


Você tem bastante coisa para me mostrar!


Lysandre: Ah, verdade? Eu deveria ter anotado...


O seu bloco de notas serve para algo?


Lysandre: Tem coisas sem muita importância. Eu perco o tempo todo, o melhor é não anotar nada de importante.


(Terminar a conversa)


Pátio


Olá, meninas! O que vocês estão fazendo?


Iris: Estávamos falando sobre o que iriamos fazer para a peça!


Vocês irão fazer os cenários, é isto?


Violette: Sim... Não pude ficar com o Alexy e a Rosalya. Mas tenho certeza de que eu e a Iris vamos fazer algo interessante!


(Próximo)


Iris: Sim! Vamos fazer o melhor possível!


Eu me pergunto que tipo de cenário vocês irão fazer...


Violette: Bem... Pensei em pintura em papelão... Mas talvez não seja tão bom assim, o que você acha?


Hein? Sim, claro que sim! Vai ficar perfeito!


Violette: ... Estou começando a sentir um frio na barriga...


Sinto muito, eu não queria te pressionar!


Iris: Não se preocupe, Violette, eu sei que você é talentosa! Se der tudo errado, diremos que a culpa foi minha!


(Próximo)


Violette: M-Mas... Eu não quero que briguem com você por minha causa!


(Puxa, eu não deveria ter perguntado isso...)


Ginásio


(Olha, a Li e a Charlotte estão sozinhas.)


Li: Talvez ela tenha ido embora...


(Próximo)


Charlotte: Eu não acho, ela teria nos dito... Eu acho que ela ficou com muita raiva do papel que Sr. Boris escolheu para ela...


(Próximo)


Li: Pois é... Você viu quem ganhou o papel principal?... Ah, falando no diabo olha quem chegou...


(Elas me viram.) ... Vocês se perderam da Ambre?


Li: Não, nós não a perdemos de vista. Só não sabemos onde ela está!


É exatamente o que estou dizendo...

(O que será que ela está fazendo... Eu espero que não esteja preparando uma cilada.)


Sala de Aula A


(A Ambre e o Nathaniel estão juntos... Eles parecem estar brigando.)


Ambre: Você é o representante de turma, pode fazer alguma coisa!


(Próximo)


Nathaniel: Claro que não, não decidi os papéis, não pude opinar em nada.


(Próximo)


Ambre: Você está mentindo! Tenho certeza!


(Próximo)


Nathaniel: Sou um re-pre-sen-tan-te de turma e não um professor... Você não acha que gostaria de mudar o meu papel também?


(Próximo)


Ambre: Pelo menos você tem um papel com falas! Eu serei apenas uma planta!


Se temos um coelho falante, tenho certeza que podemos ter uma árvore que faça o mesmo...


Ambre: Não se meta! Deixe-me falar com o meu irmão tranquilamente!


Suas colegas estão te procurando, você deveria procurá-las...
Eu também quero conversar com o Nathaniel... 
Está bem, entendi... Eu vou indo... 


Nathaniel: Não! Fique, esta conversa terminou, não tenho mais nada para adicionar...


(Próximo)


Ambre: Você está considerando ela mais do que eu!


Se você pensar bem, não sou eu quem está irritando ele...


Ambre: Claro! Você ganhou o papel principal!


E daí? Eu não iria falar sobre isso!


Nathaniel: Ei, se acalmem. Ambre, já te disse que não poderei fazer nada por você, não vale a pena insistir.


S-Sinto muito.


Ambre: ... Eu vou conversar com a diretora, ela poderá fazer alguma coisa!


(Próximo)


Nathaniel: Eu tenho minhas dúvidas se ela vai se interessar pelos seus problemas...


(Eal foi embora sem deixá-lo terminar a frase.)


Nathaniel: Que chata...


(Próximo)


O que você acha disso tudo?


Nathaniel: Da Ambre e o seu papel? Eu acho que ela teve o que merecia.


Não, não... Estava falando sobre o seu papel.


Nathaniel: Oh... Eu não tenho muito o que comentar. Eu gosto do meu papel e aprecio a peça também... Está tudo bem!


Que bom, então!


Nathaniel: Desculpe, eu preciso ir ver a Rosalya, ela quer tirar minhas medidas para o figurino.


Ela já não tem tudo? Ela já tinha feito algo para vocês, para o show...


Nathaniel: Ela acha que o melhor é refazê-las. Você deveria ir também, eu acho que ela quer pegar as suas também.


... Você acredita que acabamos de saber quais serão nossos papéis na peça e ela já começou a organizar tudo?


Nathaniel: Se todo mundo pudesse ser tão responsável quanto ela... Todos teriam notas excelentes! Vamos. Ela foi para sala de ciências.


(Terminar a conversa)


Escadaria


Melody: O-Oh... O que vocês dois estão fazendo?


Estávamos indo ver a Rosalya para os figurinos!


Melody: O-Os dois juntos?...


(Próximo)


Nathaniel: Algum problema Melody?


(Próximo)


Melody: N-Não, nada disso. Eu queria ver a Rosalya também! Eu posso ir com vocês?


Sim, claro!
Não.


Nathaniel: ...


Algum problema... Nathaniel?


Nathaniel: *murmura* Oh, é... Eu gosto de passar um tempo apenas com você... Mas não tem problema.


*murmura também* É-É verdade? Eu posso dizer não, finalmente.


Nathaniel: Não seria educado...


(Próximo)


Melody: O que vocês estão falando?


(Próximo)


1º Andar


(A Melody e o Nathaniel começaram a conversar.)


Melody: De qualquer maneira, não vejo a hora de saber como são os seus pais!


(Próximo)


Nathaniel: Não tem motivo... Eu não estou com muita vontade que eles apareçam.


(Próximo)


Melody: Ah, é? Mas eles irão ver o aluno brilhante que você é!


(Próximo)


Nathaniel: Brilhante ou não, com certeza eles vão achar algo para criticar...


(Próximo)


Sala de Ciências


(Rosalya está tirando as medidas do Lysandre.) Oi vocês dois!


Lysandre: Oh, olá de novo!


Puxa, você já está ocupada, Rosalya?


Rosalya: Oh, não! Eu vou terminar em breve! Eu nem precisaria tirar as medidas do Lysandre se este bobo na crescesse um pouco mais a cada mês...


(Próximo)


Lysandre: É o que chamamos normalmente de "pico de crescimento"...


(Próximo)


Rosalya: Chame isto como quiser, eu continuo achando isto irritante! Pegue o seu irmão como exemplo! Ele não cresce mais!


(Próximo)


Lysandre: Não é como se eu pudesse controlar o que quer que seja...


Tem que parar de comer feijão!


Nathaniel: ... Eu vou voltar mais tarde...


(Próximo)


Rosalya: Ôpa, ôpa, ôpa, loirinho! Você não sai desta sala!


(Próximo)


Nathaniel: Loiri... como?


(Próximo)


Rosalya: Eu te conheço! Você vai esquecer de voltar e eu ficarei sem suas medidas!


(Próximo)


Nathaniel: Eu nunca esqueço de nada!


(Próximo)


Rosalya: Ah, esquece sim senhor! Você não esquece suas aulas, seus deveres e tudo mais, mas quando não se trata de suas notas, você é completamente distraído!


(Próximo)


Nathaniel: Nada a ver...


(Ele colocou a mão na maçaneta da porta.)


Rosalya: Docete! Não o deixe sair!


É...


Lysandre: Um conselho, Nathaniel, dizer sim logo é menos cansativo...


(Próximo)


Nathaniel: Não é porque você pensa assim, que eu devo fazer o mesmo. E Rosalya, você querendo ou não, eu vou embora... Não irei ficar sentado uma hora sem fazer nada, esperando que você termine!


(Próximo)


Rosalya: Se você sair desta sala antes de subir nesta mesa, o Rei de Copas de Alice no País das Maravilhas vai ter um traje ROSA!


(Próximo) 


Nathaniel: O QUE?!


(Próximo)


Rosalya: Vai, tente!


(Próximo)


Nathaniel: M-Mas...


(Próximo)


Lysandre: *suspiro* Eu te avisei para dizer sim logo...


Coitados dos rapazes.


Rosalya: Isto é válido para você também, Docete!


(Ela apontou para mim com uma agulha ameaçadora.) O-Ok... Eu ficou quieta!


(A Rosalya tirou a medida da cintura do Lysandre e se afastou.)


Rosalya: Está vendo, não demorou horas! Vamos, Nathaniel, suba na mesa!


(O Nathaniel suspirou e se dirigiu até a mesa. A Rosalya começou a tirar suas medidas.)


Rosalya: Quer saber? Se você fosse uma garota teria as medidas corretas para se tornar uma modelo!


(O Lysandre a Melody e eu caímos na gargalhada.)


Nathaniel: Nunca imaginei que uma bobagem dessas te faria rir, Lysandre...


(Próximo)


Lysandre: Desculpe... Mas estas senhoritas tem um riso contagiante.


(A Rosalya terminou de tirar as medidas do Nathaniel e passou a tirar as minhas.)


Rosalya: Viram, não foi o fim do mundo!


Mas nós nunca dissemos isto!


Nathaniel: Eu espero que com tudo isso o rei terá o traje VERMELHO e não de outra cor!


(Próximo)


Rosalya: Ah ah ah! Eu traumatizei o Nathaniel! Eu quase hesito em cuprir a minha ameaça...


(Próximo)


Nathaniel: Ei! Um acordo é um acordo!


(Próximo)


Rosalya: Está bem, está bem... Mas confesse, poderia ser divertido!


Oh, e quer saber... Entre o vermelho e o rosa, não há bastante diferença.


Nathaniel: V-Você está do lado de quem?


Do lado de quem fará o meu figurino! Eu não quero me ver com um traje tipo boneca Barbie!


Rosalya: ... Pare com isso, tenho certeza de que a cor rosa choque combina bastante com você!


Alice tem um traje azul... AZUL!


Nathaniel: Ah ah ah!


(Próximo)
(Continuamos falando sobre isto durante um tempo, até o momento em que alguém entrou na sala para que a Rosalya tirasse as medidas.)
(Bom, tudo ok! Agora eu posso voltar para casa, meu pais estava curiosos para saber qual papel eu ganharia.)


Corredor Principal


Iris: Oh, você está voltando para casa?


Sim! Você vai ficar mais um pouco ainda?


Iris: Eu acho que devo fazer algo antes de voltar para casa... Mas não me lembro mais o quê...


Encontrar a Rosalya?


Iris: ... Por que eu deveria ir vê-la?


Para que ela possa tirar as medidas para o seu figurino!


Iris: Ah. Mas eu não tenho nenhum papel. Não estou no palco, lembra?


Ah, sim! É verdade! Bom... O que você pode ter esquecido?


Iris: Não tenho ideia... Bom, não deve ser tão importante assim!


Sem dúvida!


Iris: Até amanhã!


(Terminar a conversa)


Pátio


(Eu ouvi um barulho forte que vinha do corredor, mas não quis parar... na última vez, eu me vi trancada no porão...)
(Eu saí da escola.)


Entrada do Parque


Li: Isto está começando a me intrigar... Eu não vi a Ambre ir embora.


(Próximo)


Charlotte: Talvez ela ainda esteja na escola...


Ah, ela estava com o irmão agora há pouco!


Li: ... Êi, isso não se faz, se meter na conversa desta maneira!


Vocês pareciam estar inquietas, quis apenas ajudar vocês...


Charlotte: E aí? O Nathaniel pôde fazer alguma coisa por ela?


Não, foi bem feito para ela!


Li: Como assim "Bem feito para ela"?


Depois de tudo que ela fez, tinha mesmo que receber isto de volta. É o karma!


Li: Você não a conhece ela é legal!


... Tenho minhas dúvidas!


Charlotte: De qualquer maneira, se você acredita no karma, não deveria rir dela como esta fazendo.


Por quê?


Charlotte: Porque isso vai acabar se virando contra você.


(Terminar a conversa)


Meu Quarto


(Eu subi no meu quarto, minha mãe estava arrumando minhas roupas.)


Lucia: Você chegou tarde hoje... Algum problema?


Oh, não, tudo ocorreu bem, ganhei um papel! Vou interpretar Alice, de Alice no paós das Maravilhas!


Lucia: ... Vocês vão interpretar "Alice no País das Maravilhas"?


Ah... Isto deveria ser uma surpresa?


Lucia: Não, eu não acho! É um pouco louco, mas é divertido!


Sim! Vai ser divertido! E eu ganhei o papel principal!


Lucia: É super interessante isso, minha querida! Eu vou ter que pensar em como fazer o seu figurino...


Hein? Não, não! É uma colega de classe que vai fazer!


Lucia: Ah, é? Por quê? Quando fazíamos uma peça na escola, eram os nossos pais que costuravam as roupas...


Eu não estou na escola primária, mamãe...


Lucia: Estou decepcionada... Você poderia ser uma Alice tão fofinha! Eu faria fotos lindas!


Você pode tirar fotos, mas só um pouco... Quer dizer, não muito, hein?!


Lucia: Eu vou tirar VÁRIAS fotos! Além disso, você tem o papel principal. Poderei imortalizar tudo isso ao longo da peça!


Ah, engraçado... Estou com um frio na barriga agora...


(Meu pai também estava feliz por mim, mesmo se a escolha da peça o deixou surpreso.)
(Eu voltei para a escola no dia seguinte.)


Corredor Principal


Kim: Pf...


(A Kim parecia querer segurar o riso.) O que foi?


Kim: Você viu a Ambre?


Sinceramente, ouço muito falar dela nos últimos tempos... Não, eu não a vi. Por quê?


Kim: Porque ontem a noite, a Iris fez uma bobagem... E a Ambre pagou por isto.


O que aconteceu?


Kim: Ela e a Violette pegaram tinta na sala de artes plásticas, para começar a preparar o cenário. Mas a Iris deixou dois potes na escadaria... A Ambre não viu e caiu com tudo.



Oh... Deixe eu adivinhar, os potes se abriram?


Kim: Sim, ah ah! Ela ainda não conseguiu tirar a tinta dos cabelos!


Oh, meu Deus... Pobrezinha, ah ha!


Kim: Pare, que maldade, não deveríamos achar graça! Ah ah!


Ei, quando sou eu que faço papel de boba, todo mundo dá risada!


Corredor 2


Nathaniel: Não tem problema, Iris. A diretora não está com a intenção de te punir.


(O Nathaniel está conversando com a Iris.)


Iris: Eu sinto tanto pelo que aconteceu... Eu sabia que tinha esquecido alguma coisa ontem...


(Eu fiquei um pouco longe para não incomodá-los.)


Nathaniel: Foi só um acidente, espero que você fique mais tranquila. Graças a você, eu ri ontem como há muito tempo não fazia!


(Próximo)


Iris: Ufa... Ainda bem!


(Estou realmente curiosa para ver a cara da Ambre.)


Sala de Aula B


Ambre: ...


...


Ambre: Vai... Pode dar risada, eu sei que você está morrendo de vontade.


AH AH AH!!!
C-Combina com você!


Ambre: Pfff... Você é mesmo uma garotinha!


S-Sinto muito... AH AH!


Ambre: Aproveite, eu vou no cabeleireiro hoje à noite! Logo tudo isso fará parte do passado.


Tenho minha dúvidas... Por que você não foi ontem?


Ambre: Minha mãe conhece gente... Ela marcou em um salão de beleza importante. Não pudemos marcar em cima da hora... Ela conseguiu para hoje. Já é um grande feito!


Ah, é? E o que sua mãe faz paar ter este tipo de influência?


Ambre: Algo que uma garota do seu tipo nunca vai conseguir ser.


(Eu não sei se isto deve me deixar tranquila ou inquieta...)


Corredor 2


Kentin: Você vai ao ginásio, Docete?


Hein? Por quê?


Kentin: Temos que ver o roteiro como prof. Faraize! Você não se lembra?


Oh, poxa! A Ambre me fez esquecer completamente disso!


Kentin: Ah, pobre Ambre...


"Pobre"? Eu pensei que você não gostava dela!


Kentin: Eu estava sendo sarcástico! E achei graça também!


(Próximo)


Kentin: Vamos, não devemos perder isto!


Sim, não vejo a hora de ver o que faremos com o cenário!


Kentin: É o professor Faraize e o Sr. Boris que cuidarão de nós...


... Sim, vai ser divertido!


Kentin: Conhecendo a nossa classe como conheço, já imagino como vai ser...


Não... Os professores vão nos impedir de fazer besteiras.


Ginásio


(Estava quase todo mundo no ginásio, alguns estavam conversando entre si, os outros escreviam em folhas brancas. O Kentin foi logo ver o Armin e o Alexy.)


(Ir na direção da Kim, da Violette e da Peggy.)
(Ir na direção do Lysandre e do Castiel.)
(Ir na direção do Armin, do Kentin e do Alexy.)


Alexy: O que vocês dois estão fazendo?


Quem?


Alexy: Você e o Kentin! Vocês chegaram aqui ao mesmo tempo!


Ha ha, isto é um interrogatório?


Kentin: O que isso te importa?



(Próximo)


Alexy: Nada. Eu só estava perguntando, é tudo! Eu não posso mais fazer perguntas?


(Próximo)


Armin: Você pergunta demais!



(Próximo)


Prof. Faraize: Atenção, por favor!!


(Prof. Faraize chegou e nos entregou algumas folhas.)


Prof. Faraize: Aqui está um resumo de tudo o que deveria acontecer na peça. Vocês podem mudar alguns diálogos se preferirem, nós corrigiremos tudo diretamente. Senhorita Melody, poderia ler tudo isto em voz alta, por favor?


(Próximo)


Melody: Sim, claro.


(A Melody começou a ler.)
(Ela começou a ler a história de Alice quando ela dorme no pé de uma árvore e é acordada por um coelho branco.)


Não tem diálogo com o Coelho Branco?


Melody: Não... Alice só o segue.


Ela não podia pelo menos chamá-lo? É um pouco estranho seguir desta maneira sem dizer nada.


Melody: Oh, bem... Se você quer... O que você propõe?


Ela poderia dizer...


Ei, coelhinho! Volte!
Oh, como ele é fofinho!
Nada mesmo... Vocês estão certos.


Rosalya: Ah, ah! Mas é verdade, ele é mesmo!


(Ela tocou na bochecha do Lysandre, rindo.)


Lysandre: ...


T-Todo mundo está de acordo?


Castiel: Eu não sou o coelho, então estou de acordo!


(Próximo)


Prof. Faraize: Muito bem, vamos guardar isso então!


(Próximo)
(A Melody continuou lendo...)
(Ela estava no momento em que a lagarta se irrita pois Alice queroa voltar ao tamanho normal, dizendo: "dez centímetros é realmente muito pequeno": quando a Peggy a interrompeu.)


Peggy: Eu adoro a lagarta, ela é engraçada!


Ela é realmente susceptível!


Kim: Ora, a Alice diz que ela é pequena... Eu também não iria gostar!


Ninguém poderia te dizer isto, Kim. Você é a maior garota da sala...


Peggy: Porém eu confesso que não gosto da maneira como a Alice diz isso... Poderiamos achar algo melhor, vocês não acham?


O que poderíamos dizer...


Não aguento mais ser tão pequena quanto você!
Quando eu era maior, eu me sentia muito melhor!
Não! Eu quero voltar a ser grande, assim poderei esmagar você!


Peggy: Sim! E eu responderia: Ah, verdade... Para você, medir menos que dez centímetros é um defeito?


Sim! Ele é muito pequeno! É um tamanho ridículo!


Violette: Hi hi...


O que foi, Violette?


Violette: Eu acho muito fofinho chamar a lagarta de "Madame".


(Próximo)


Prof. Faraize: Está bom para todo mundo?


(Todos disseram sim e anotamos as modificações em nossas folhas.)
(Melody continuou lendo até chegar no momento em que Alice se perde e procura o caminho até cair em cima do gato Cheshire.)


Castiel: Não, mas sinceramente, este gato não bate bem da cabeça...


É o que faz o charme do personagem!


Castiel: Ele é obrigado a falar através de enigmas? Vai ser um saco aprender um teto assim...


(Próximo)


Lysandre: Você tem uma boa memória, vai ficar tudo bem...


(Próximo)


Castiel: Fácil dizer, não foi você quem pegou o papel mais louco da história!


Você quer modificar uma das falas? Você ficaria com menos medo?


Castiel: Por que você está falando de medo? Estou apenas com preguiça de aprender todo este texto.


(Próximo)


Nathaniel: Que mentalidade...


(Próximo)


Castiel: Ninguém te perguntou!!


Pois eu até que gostaria um pouco de mudar o diálogo da Alice!


Castiel: Ah, é? Você queria que ela dissesse o quê?


Bom, ao invés de dizer "Oh, não, eu agradeço, mas eu preciso saber qual caminho eu devo tomar".


Pare de dizer besteira e indique, pelo menos, qual direção eu devo tomar para voltar para casa!
Se você não quer perder uma de suas sete vidas, fale!
Por favor... Diga-me pelo menos como voltar para casa...


Castiel: Só violência...!


Bom... Coitada, ela se perdeu e este gato diz um monte de besteira!


Castiel: Sim... Se o papel fosse do Nathaniel eu iria mesmo propor um pontapé nele para que ele pensasse de forma mais coerente!


(Próximo)


Nathaniel: Estou ouvindo tudo, vou logo avisando.


(Próximo)


Castiel: Oh, mas eu sei...


(Próximo)


Prof. Faraize: Bom, todo mundo aceita a mudança do diálogo?


(Todo mundo anotou as mudanças na folha.)


Prof. Faraize: Perfeito! Espero que desta vez ninguém mais tenha algo a criticar!


(Próximo)
(Ela voltou no momento em que a Alice se encontra na frente do Chapeleiro.)


Armin: Ah, ah! Legal, até no roteiro o Chapeleiro lança xícaras para todo o lado!


(Próximo)


Kentin: Nem sonhe em me jogar na minha direção!


(Próximo)


Armin: por que não? Além disso, não são xícaras de porcelana, mas de plástico!


(Próximo)


Kentin: Você vai lançar no público, se acha isso engraçado, mas não na minha direção!


(Próximo)


Alexy: Ei! Não diga isso, ele vai fazer depois!


(Próximo)


Armin: É verdade, não é uma má ideia...


(Próximo)


Nathaniel: Acho melhor evitar... Eu não acho que o meu pai vai gostar de receber uma xícara de plástico na cabeça.


(Próximo)


Armin: Pois o meu vai achar graça!


(Próximo)


Rosalya: Vou logo te avisando, Armin: lance uma única xícara no público e eu te faço um chapéu de vovó!


(Próximo)


Armin: Não tenho medo!


(Próximo)


Prof. Faraize: Por favor! Deixem a senhorita Melody ler...


(Próximo)


Melody: Hum... Eu posso continuar a leitura?


(Próximo)


Prof. Faraize: Sim, claro! Continue!


(A Melody continuou a leitura. Ela estava no momento em que a Rainha fala pela enésima vez "cortem-lhe a cabeça" quando alguém interrompeu de novo.)


Li: Esta frase é muito entediante... Nós podemos modificá-la?


Bem... não. É uma das réplicas clássicas do personagem.


Li: Ela não podia dizer simplesmente "vamos matá-la"?


(Próximo)


Kim: Por quê? "Cortem-lhe a cabeça" é engraçado!


(Próximo)


Li: Pff... Quando é a Peggy ou o Castiel que pedem mudanças nos diálogos, todo mundo concorda, mas quando sou eu... Nem pensar!


Mas, Li, não podemos mudar este diálogo! É um dos poucos que todo mundo conhece!


Li: Pois eu não conhecia e não gosto!


Você já leu a história, ao menos?


Li: Eu nem vi o desenho animado.


(Isso explica tudo.)


Poderíamos mudar o que a Alice diz, não?


Iris: Por quê? Você não gostou do quê?


Por exemplo, antes de fugir ela poderia dizer algo para a Rainha de Copas.


Li: Ah, não, hein? Se ninguém aceita a minha modificação, não aceitaremos a dela!


(Próximo)


Ambre: É apenas a justiça!


Mas já disse que NÃO PODEMOS mudar "cortem-lhe a cabeça"!


Li: Eu não estou nem aí, não mudaremos o meu, não faremos mais nenhuma modificação!


Ok, Ok... Se isto te deixa feliz.


(A Melody pôde terminar de contar a história.)


Prof. Faraize: Perfeito! Muito obrigado a todos! Agora que estamos de acordo com os diálogos da peça, vocês podem começar a decorá-los! Faremos os primeiros ensaios na semana que vem!


(Finalmente nós conseguimos sair do ginásio.)


Pátio


(A Bia e a Melody estão conversando.)


Melody: Você anotou tudo? Temos que dizer o texto direitinho para os atores que esquecerem durante a peça!


(Próximo)


Bia: Claro que sim, eu não sou burra! Mas não garanto falar o bom texto para todo mundo... Hi hi.

(Ela olhou para mim... Acho que o melhor é começar a aprender meu texto a partir de agora...)
(A aula terminou e voltamos para as nossas casas.)
(Eu estava de saída quando alguém puxou minha manga da camisa.)


Rosalya: Espere! Eu não tive tempo de perguntar! Amanhã de manhã, antes de ir para a escola, você poderia passar na loja do Leigh para me ajudar a pegar o tecido? Eu não conseguirei sozinha!


Parece que vai ser difícil, mesmo com a minha ajuda...


Rosalya: Eu pedi para os outros virem também, não se preocupe! Você vai vir?


Sim, claro, eu não me incomodo em levantar um pouco mais cedo.


Rosalya: Legal! Você é a melhor! Até amanhã!


(Ela foi embora.)


Apê


(Eu fui para casa.)
(Eu fiz o que tinha que fazer e depois fui dormir.)
(No dia seguinte, eu passei na cidade para ajudar a Rosalya, antes de ir à esxola.)


Lojas


(O Lysasndre, o Alexy, a Violette e a Kim já estão na frente da loja.)


Lysandre: Olá, Docete!


Olá! A Rosalya também te pediu ajuda?


Kim: Pediu? Eu não tive a impressão que ela tinha feito um pedido...


(Próximo)


Violette: A Rosalya é engraçada quando quer algo.


(Próximo)


Lysandre: Hum... "engraçado" não é bem a palavra que eu utilizaria...


(A Rosalya abriu a porta da loja e veio ao nosso encontro.)


Rosalya: Venham! Senão chegamos atrasados!


Tem muito tecido?


Rosalya: Minha querida... Você não tem ideia! E olha que eu não vou pegar tecido de reserva. Senão iria precisar de um caminhão!


Como você vai fazer se você se enganar?


Rosalya: Como se eu pudesse me enganar...


(É uma logica implacável.)
(Nós pegamos vários metros de tecido antes de irmos na direção da escola.)


Em Frente à Escola


Rosalya: Vamos, estamos chegando!


Ei, esperem por mim!


(Ou ninguém me ouviu, ou eles me ignoraram completamente...)
(Eu entrei na escola sozinha.)


Corredor Principal


Rosalya? Lysandre? Kim? Onde estão vocês?



Ah! (O tecido escorrego das minhas mãos.)


Armin: Olá! Tudo bem?


(Ele impediu que o tecido caísse.) Sim, obrigada!


Armin: A Rosalya também te forçou a ajudar?


Ela não me forçou, ela me pediu!


Armin: Você tem sorte, ela quase ameaçou o Alexy quando saímos da escola ontem à noite!


Ela também não te pediu para ajudar?


Armin: Não! Mas agora ela me conhece melhor...



Deu para perceber! Mas me diga, você não sabe onde ela está? Eu a perdi de vista...


Armin: Ela não está na sala de aula?



Ah, é mesmo! Eu vou agora mesmo!


Armin: Espere, você não precisa de ajuda?



Não, está tudo bem, eu posso me virar sozinha!


Armin: Tem certeza? A sala não está longe, eu posso levar tudo se você quiser!


Por isso mesmo, eu estou perto de chegar.


Armin: Como queira... Se o tecido cair, sujar e a Rosalya te matar, não será minha culpa!


...


Armin: *sorriso*


... Ok, eu preciso de sua ajuda.


Armin: Ah ah!


(Ele pegou o tecido das minhas mãos.)


Sala de Ciências


(Eu entrei na sala, e a Rosalya estava presente.)


Rosalya: Ah, você está aqui! Eu pensei que tínhamos te perdido!


(Próximo)


Armin: Confesse! Você a perdeu de propósito!


(Próximo)


Rosalya: ... O que é isso! O Armin recusa vir ajudar quando sou eu que peço, mas quando é a Docete é outra história!



(Próximo)


Armin: Ei, você não me pediu nada!


(Próximo)


Rosalya: Você estava aqui quando eu propus a seu irmão de vir ajudar, você poderia dizer sim também!


(Próximo)


Armin: Não estava com vontade... Não queria dizer sim!


(Ele colocou o tecido sobre a mesa e saiu dando uma piscadela de olho para mim.)


Rosalya: Bom... Você está bem cotada!


Eh eh...


Rosalya: Obrigada a todos! Eu vou poder me dedicar totalmente agora!


(Próximo)


Alexy: Não se esqueça que eu também estou fazendo od figurinos!


(Próximo)


Rosalya: Não, eu não esqueci!


Precisamos ir agora?


Rosalya: Sim, claro! Mais uma vez, obrigada!


(Nós saímos da sala de aula.)


1º Andar


Diretora: Bom dia, senhorita Docete! Você viu o Sr. Castiel por acaso?


Oh, é... Ele não deve estar longe... (Ela parece de bom humor.)


Diretora: Hum... Ele deve estar no pátio ainda! Obrigada!


(Eu espero que o Castiel não tenha se metido em problemas... O melhor é conferir.)


Corredor 2


Eu acabei de encontrar a diretora, ela queria ver o Castiel... Você sabe o que está acontecendo?


Nathaniel: Não é problema meu... Ainda mais quando isto tem a ver com aquele idiota.


Puxa, o que será que ela queria?... Ela parecia estar de bom humor.


Nathaniel: Ah, é?... Normalmente, eu diria que é um mau sinal, mas como isto tem a ver com o Castiel, com certeza é uma ótima notícia!


Você não pode ficar em paz com ele por, pelo menos, trinta segundos?


Nathaniel: Não.


(Mais categórico que isso, impossível.)


Pátio


(O Castiel está dando chutes no tronco da árvore.)


Castiel: @££#£Y$!


É... Tudo bem?


Castiel: Você tem outras perguntas IDIOTAS como estas?


Ei! Quer se acalmar? Que eu saiba, eu não te fiz nada!
Fale comigo assim de novo e você vai levar uma daquelas!
Não, eu ainda tenho mais guardadas!


Castiel: Então vai ver se estou na esquina!


Não. Pare de se fazer de criança e me diga qual é o problema.


Castiel: Isto não te interessa.


Você está maltratando esta árvore! É um problema de todo mundo sim!


Então... O que a diretora te disse?


Castiel: ... Você sabia que ela queria me ver?


Eu a vi antes... E adivinhei facilmente que ela tinha te encontrado, estranho, não é?


Castiel: Aquela megera... Ela conseguiu convencer os meus pai e eles virão...


Não foi tão difícil convencê-los...


Castiel: Sim!


(Ele voltou a chutar o tronco.) C-Castiel... Você vai acabar arrancando a árvore...


Castiel: Eu não sei o que fazer, preciso descontar em alguma coisa.


Não é tão terrível assim...


Castiel: Eu ODEIO quando alguém me promete alguma coisa e depois volta atrás. Ele me disseram que não viriam!


Mas eles querem te ver, com certeza!


Castiel: Então eles não deveriam me dizer que não viriam!


(Agora eu sei que irei conhecer os pais de todo mundo!)


Corredor Principal


(Após ficar sabendo da vinda dos pais do Castiel na escola, tudo voltou quase ao normal.)
(Uma semana se passou. A Iris e a Violette mostraram os desenhos dos cenários para todo mundo.  A Rosalya e o Alexy começaram a costurar os figurinos e o Sr. Faraize organizou como seria a visita à escola durante o evento.)
(No final de semana, começamos a ensaiar nossas falas.)


Ginásio


(Todo mundo já está presente.) Puxa, estou atrasada...


Kim: Não se preocupe, pela maneira como tudo está se organizando aqui, não iremos começar tão cedo...


(Ela apontou para o Castiel e o Nathaniel com o polegar para baixo.) Ah? O que houve?:


Kim: Eu não sei se você está sabendo, mas a diretora convenceu os pai do Castiel para que eles viessem...


Sim, eu sei.,. Mas por que isto vei à tona?


Kim: A diretora tinha abandonado a ideia... E acabamos de descobrir que foi o Nathaniel que insistiu.


Quer dizer que a culpa é dele que os pais do Castiel virão? Êita... Pronto... Ele é um homem morto.


Kim: Sim... E até fizemos um aposta. Por enquanto, está dez contra um a favor do Nathaniel.


Ninguém quer pará-los?


Kim: Ei... Nós queremos viver.


Não acredito...


*Ajudar o Nathaniel*
*Ajudar o Castiel*


(Eu fui na direção do Nathaniel, mas uma mão puxou o meu ombro.)


Lysandre: Se eu fosse você, não me meteria...


Espere, você não viu o que o Castiel fez com uma árvore no outro dia! Ele vai matar o Nathaniel!


Lysandre: Eu não quero parecer indelicado, mas não são os seus cinquenta quilos que vão impedir fazer algo...


Mas...


Lysandre: Deixe os professores decidirem pelo menos desta vez... Está bem?


Está bem... (Eu olhei o Nathaniel brigar com o Castiel, um pouco triste por não poder fazer nada.)


Boris: O que está acontecendo? Por que estes gritos? Que eu saiba, em nenhuma cena vocês precisam falar alto desta maneira!


(Oh... Que estranho ver o Sr. Boris zangado.)


Castiel e Nathaniel: ...


(O Nathaniel e o Castiel se acalmaram logo.)


Kim: Bom... Iremos apostar na próxima vez.


(Começaram a ensaiarb a peça logo depois que o Sr. Boris explicou como iriamos passar de uma cena a outra.)
(A Melody e Bia começaram a falar o texto para todos aqueles que esqueciam, como pedido, mas a Bia não ouvia muita coisa. Ela estava mais interessada com o que a Ambre dizia um pouco mais ao longe.)
(No geral, tudo foi bom.).


Castiel: ...


(Mas quando saímos da escola, o Castiel olhava feio para o Nathaniel...)


Pátio


Kentin: ...


(Ele não parece tranquilo...) Tudo bem, Kentin?


Kentin: U-Uau! V-Você me assustou!


Sinto muito... O que foi?


Kentin: Hein? Nada...


Eu te digo "Tudo bem" e você pula como se tivesse gritado... Não diga que não tem "nada"...


Kentin: E-Eu não gosto quando o Castiel está bravo...


... Só isso?
... É uma pena...
AH AH AH!!!


Kentin: E-Ei! N-Não dê risada! É um milagre o Ntahaniel ainda estar vivo!


Ah ah! Não, não s preocupe, ele não está contra você!


Kentin: Ah, quer parar! Além disso, eu só não estou à vontade, não é como se eu estivesse morrendo de medo dele!


(Próximo)


Armin: ... BUH!


(Próximo)


Kentin: U-Uau!


...


Armin: Ah ah ah! Que coisa! Funciona toda vez!


(Eu riu tanto que precisou colocar as mão na barriga.)


Kentin: Vocês são insuportáveis...


É assim que você gosta da gente!


Armin: Confesse que sem a gente, você morreria de tédio...


(Terminar a conversa)


Sala de Aula A


Lysandre: Docete, você viu o Castiel por acaso?


Não, sinto muito... Por quê? Você quer tentar acalmá-lo?


Lysandre: Não muito, eu acho que ele está zangado, mas com razão...


Não é tão terrível assim... Seus pais virão?


Lysandre: Se a Iris te forcasse a fazer algo e você não estivesse com vontade... Como você reagiria?


Bom... Eu ficaria com raiva dela.


Lysandre: E se fosse a Ambre...?


Eu iria ficar com muita raiva.


Lysandre: Por este motivo eu entendo exatamente a raiva que ele está sentindo.


(Terminar a conversa)


Grêmio


(Ah, Nathaniel está aqui.) Puxa... Eu pensei que o Castiel iria arrancar seus olhos...


Nathaniel: Ele que tente...


Mas por que você queria tanto que os pais dele viessem? Você o detesta, tudo isso deveria te deixar completamente indiferente!


Nathaniel: Todos os pais foram convidados... Eu não sei porque seria diferente com o Castiel, só porque é ele.


Mas os pais dele disseram que não poderiam vir!


Nathaniel: Sim, eles podiam... E tanto, que acabaram aceitando.


... Não fique surpreso se o Castiel te odiar ainda mais do que antes...


Nathaniel: Eu não dou a mínima. Eu apenas propus a diretora que insistisse um pouco. Eu não coloquei uma faca no pescoço dos pais dele para que viessem.


(Terminar a conversa)


Corredor Principal


Rosalya: *suspiro*


Algum problema?


Rosalya: Hein? É... S-Sim, sim! Está tudo bem!


Você viu os ensaios? Eu pensei que o Castiel iria matar o Nathaniel...


Rosalya: Oh, eu tinha mais o que fazer do que pensar na briguinha deles...


E-Eu não posso chamar isto de uma "briguinha"...


Rosalya: Você não poderia entregar algo para o Alexy? Eu tenho que perguntar algo para a diretora agora mesmo!


(Ela me pediu para pegar uma bolsinha de costura.) Hein? Ah... sim, claro. Onde está?


Rosalya:  na sala de ciências! Ela será nossa até que todos os figurinos sejam terminados! Obrigada, Docete!


Não tem de quê... (Ela saiu rapidamente.)


(Hum... Tenho certeza que há um problema...)


Sala de Ciências


Ah, a Rosalya queria que eu te entregasse isso! (Eu entreguei a bolsinha de costura para o Alexy).


Alexy: Obrigada! Mas ela foi para onde? Eu ainda preciso dela...


Ela queria ir ver a diretora!


Alexy: Ah, quer dizer que ela já se decidiu? Eu espero que ninguém reclame com ela...


Por que isso? O que houve?


Alexy: Ah, ah! Você vai ver!


Ah, me diga!
Você falou demais! Desembucha!
Está bem...


Alexy: Não, eu tenho certeza de que ela não quer que isto seja divulgado...


De qualquer maneira, com a Peggy, tudo se sabe!


Alexy: Sim, mas pelo menos a Rosalya não vai ficar com raiva de mim!


(*Suspiro*)


Vocês estão aonde? Os figurinos continuam avançando?


Alexy: Nós terminamos alguns dos papéis principais!


Oooo! Meu traje está pronto finalmente?


Alexy: Não, ainda não. Não se preocupe, nós iremos te chamar quando começarmos o trabalho! Preciso fazer os retoques com a pessoa vestida com o figurino!


Ah, entendi... Não vejo a hora!


Alexy: Você vai ficar maravilhosa!


(Terminar a conversa)


Corredor 2


(O dia terminou sem que eu pudesse falar com a Rosalya e eu nem lembrei de perguntar depois.)
(A semana seguiu sem problemas. Nós continuamos ensaiando sem que a Bia levasse a sério o seu próprio trabalho. E os outros alunos prepararam algumas animações para os pais após a peça.)
(Eu sempre me sentia cansada ao voltar para casa à noite, mas era divertido.)
(Os cenários e os figurinos estava quase terminados e o professor Faraize nos distribuiu o plano definitivo da visita à escola.)


Prof. Faraize: Como vocês podem ver, iremos receber os seus pais logo pela manhã.  Vocês podem apresentar a escola para eles durante uma hora. Depois, nossa querida diretora...


(Próximo)


Castiel: Hum...


(Ele não gostou da palavra "querida"...)


Prof. Faraize: ... cuidará deles enquanto terminamos os preparativos da peça. Assim vocês terão tempo para colocar seus figurinos e se posicionarem como fizeram durante os ensaios!


(Próximo)


Iris: D-Desculpe, mas não faço ideia de onde a peça será apresentada... No porão?


Não, Iris, fizemos tudo no ginásio, você se lembra? Vamos encenar por lá.


Iris: Ah, é... Verdade...


(Próximo)


Prof. Faraize: É um local mais claro! O porão dava mais para o show, mas paar uma peça de teatro, nos sentiríamos um pouco... sufocados.


(Próximo)


Ambre: De qualquer maneira, vocês nunca iriam convencer os meus pais a entrarem no porão...


(Próximo)


Rosalya: Os meu também não!


Os meus teriam achado isto divertido...


Armin: Acho que nossos pais se parecem muito, Docete!


(Próximo)


Prof. Faraize: P-Por favor, eu ainda não terminei...


(Nós todos olhamos na direção dele.)


Prof. Faraize: Após a peça de teatro, vocês poderão lanchar um bolo e aproveitar para trocar suas roupas. Depois, antes dos seus pais serem liberados, iremos fazer a "caça tesouro".


(Próximo)


Castiel:  O senhor não nos disse em como a diretora pensa em "cuidar" dos nossos pais...


(Próximo)


Prof. Faraize: Hein? Ah... Eu acho que ela pretende faalr sobre a classe de vocês ou algo do tipo...


(Foi exatamente isto que a deixou de bom humor da ultima vez que a vi.)


Prof. Faraize: Eu acho que não esqueci nada... Ah, sim! As senhoritas Iris e Violette gostariam de mostrar os cenários para vocês!


(Próximo)


iris e Violette: ...


(Próximo)


Prof. Faraize: ...


(Próximo)


Violette: É...?


(Próximo)


Prof. Faraize: Bom, podem falar agora senhoritas!


(Próximo)


Iris: Aaaaaaa, entendi!


(Próximo)


Violette: M-Mas... Eu não gosto de falar na frente de todo mundo...


(Próximo)


Iris: Bom, nós duas convidamos vocês para ir ao porão ver os cenários que fizemos!


(Próximo)


Violette: Ééé...


(A Violette sussurrou algo no ouvido da Iris.)


Iris: Ah, verdade, não é no porão, é no ginásio!


(Mas eu acabei de dizer...)


Iris: Esperamos todos por lá. vocês vão ver o trabalho maravilhoso que a Violette fez!


(Saímos da sala.)


Corredor principal


(É minha chance para que eu passe um pouco de tempo com os rapazes! Eu vou perguntar se eles não querem ver os cenários comigo!)


(Perguntar ao Nathaniel.)
(Perguntar ao Castiel.)
(Perguntar ao Lysandre.)
(Perguntar ao Armin.)
(Perguntar ao Kentin.)


(Onde será que ele está?...)


Sala de Aula B


(Ah, tem alguém aqui!)


Olá, Armin! O que acha de ver o cenário que as meninas fizeram comigo?


Armin: Oh, não... Você não prefere fazer outra coisa?



Como o quê? Jogar vídeo game?


Armin: Ei! A minha vida não é só vídeo game!



Você iria propor o quê?


Armin: ...



... Você queria que fizéssemos algo.


Armin: Bom, eu sei... Mas o que mais você pode fazer na escola? Revisar?



É... Sim?


Armin: Eu ainda prefiro ir lá fora.


(Terminar a conversa.)


Ginásio


Iris: Ah, vocês vieram ver os cenários?


Sim! Desta vez, sim!


Iris: Legal! Venham! Tudo está pronto para o dia da peça!


(Seguimos a Iris até o outro lado do ginásio.)


Iris: Vamos começar a peça aqui! Legal não é mesmo?


Uau... Eu não esperava por isto!


Armin: Sim, eu também não. Ficou muito parecido, estou com a impressão de estar ao ar livre, não me sinto bem.


(Próximo)


Iris: Oh, isto é um bom sinal!



(Próximo)


Armin: Um bom sinal, eu não sei, mas está bem feito!


(Eu toquei a árvore.) É de papelão?


Iris: Sim, mas cuidado, hein? Não pode estragar! Tudo é frágil!



Fique tranquila, eu não tenho a intenção de chutar esta árvore...


Vocês fizeram um excelente trabalho! Falando nisso... Cadê a Violette?


Iris: Está logo ali! Vocês podem encontrá-la!


Está bem! Assim podemos ver as outras decorações!


Tribunal


Ah, chegamos logo na cena do tribunal? Eu pensei que era no final da peça.


Armin: Bem, talvez eles não tenham colocado na ordem exata...



Sim, você deve ter razão com certeza.


Armin: Eu bem que gostaria de ver onde o Chapeleiro vai tomar o seu chá! Venha, temos que ir.



Espere, acabamos de chegar na frente deste cenário aqui...


Armin: Não precisa passar muito tempo, é um tribunal, tem corações para todos os lados porquê é o tribunal da louca da rainha, pronto!



Tem até uma carta!


Armin: Bem... Não, não tem cartas.



Sim, olhe atrás de você, é um... 3 de copas!


Armin: Ah, sim... Tem até uma carta...


(Próximo)


Sala do Trono



É neste momento que a Rainha de Copas aparece pela primeira vez, não?


Armin: Não, eu acho que é naquele negócio cheio de flores que a encontramos pela primeira vez.



Uaaaaaaaau! Estou impressionada!


Armin: O quê foi...?



Você não decorou apenas o seu texto, mas teve cuidado com o dos outros também!


Armin: Eu fui obrigado, você viu o total de ensaios que fizemos?



Eu tenho certeza que o Castiel não decorou nada...


Armin: Mas não é a mesma coisa, ele faz de propósito!


(Próximo)


Violette: Oh, v-vocês estão aqui? Vieram ver os cenários?


Oi, Violette! Sim! Estão ótimos!


Violette: O-Obrigada... N-Não é grande coisa...


Você é modesta demais!


(Terminamos de fazer a visita com a Violette...)
(Depois encontramos a Iris e saímos do ginásio.)


Pátio


(Agora que vi os cenários... estou com vontade de ver os figurinos.)
(Eu vou dar uma olhada na sala de ciências... Talvez a Rosalya tenha terminado tudo!)


Escadaria


Bia: Hi hi hi...


...? Qual é a graça?


Bia: A Rosalya e o Alexy fizeram um bobagem e a diretora não está nada contente.


Oh, puxa! O que aconteceu?!


Bia: Basta encontrar com eles! Você também está envolvida, hi, hi!


Hein? Por quê? Eu não fiz nada!


Bia: Todas as pessoas precisam de um figurino então!


(Nossa... O que eles fizeram?)


1º Andar


Li: ... Que menina idiota, esta Rosalya!


Por quê? O que houve?


Li: Ela estava com o olho maior do que a barriga, foi isso que aconteceu! E agora, todo temos que pagar por isso!


Vocês estão começando a me assustar, o que houve?


Li: Eu não estou com vontade de explicar nada, você pode muito bem conferir por você mesma.


(POR QUE eu só encontro as amigas da Ambre?)


Sala de Ciências


(Ôpa... Quanta gente.) Vem cá, parece que teve um problema com os figurinos, é verdade?


Kim: Pois é, Rosalya gastou todo orçamento previsto...


Mesmo com tudo o que ganhamos? Como isso aconteceu?


Kim: Ela estava em dupla com o Alexy... Dá para entender melhor a situação...


Nem me fale, ele queria me levar para o shopping naquela vez que compramos o amplificador do Castiel... Eu tenho certeza que se tivesse dado ouvidos para ele, estaria endividada!


Kim: Com certeza, aquele cara tem um dom!


Isto significa que não teremos os figurinos para a peça?


Kim: Oh, sim, sim... Ela terminou tudo, eu acho.


... Estou perdida, qual o problema, então?


Rosalya: Venha vestir seu figurino e você vai entender um pouco mais.


... Só penso no pior.


Rosalya: Por quê? Você vai ver, seu traje é maravilhoso. Acho até que foi o melhor figurino que fiz.


(Onde está a armadilha?)
(Testar o traje.)

Eu tenho QUE PAGAR?


Rosalya: Quantas vezes irei ouvir esta frase hoje?


Rosalya... Era para ser de graça.


Rosalya: Ei, pelo menos você pode guardar e vestir mais tarde!


Você acha mesmo que eu vou andar assim pela escola?


Rosalya: Eu já te vi vestida com coisas mais bizarras...


Mas como você conseguiu estrapolar o orçamento previsto?


Rosalya: Fizemos uma peça ambiciosa, era obrigatório ter alguns excessos!


Mas você viu o preço que temos que pagar?


Rosalya: Não reclame, o Lysandre vai precisar que pagar muito mais caro!


Coitado... E ele está sabendo?


Rosalya: Sim, mas ele não pagou ainda. Ele tinha esquecido a carteira.


Mesmo assim... Você não poderia pedir para a diretora fazer alguma coisa!


Rosalya: Eu tentei, mas quando ela viu o preço, ela ficou super irritada e me puniu...


Oh...


Rosalya: Eu paguei a metade do meu próprio bolso, não podia pagar tudo sozinha, sinto muito... Mas quando eu for rica e famosa, irei reembolsar todo mundo, prometo!


Ok...


Kim: Pronto, testei o meu também!


U-Uau...!


Kim: É estranho, hein?


Não, combina com você! Ficou bonito!


Kim: Eu não me sinto à vontade com este vestido... Preciso me trocar!


Oh... Que pena...


E eu... Estou bonita?


Kim: O seu é bem legal! Você deveria mostrar aos rapazes.


V-Você acha?


Rosalya: Sim! Assim poderia prepará-los psicologicamente!


... Nem todos estão sabendo que deverão pagar?


Rosalya: Não, ainda não... Se pudesse prevenir o Castiel, me ajudaria bastante!


Sei... Assim ele vai tentar se acalmar descontando em mim...


Rosalya: Ora, ele gosta de você, será mais fácil!


(Terminar a conversa)


1º Andar


(Eu não tive a oportunidade de mostrar aos rapazes o meu traje, nem vê-los vestidos com os deles. Vai ser uma surpresa para o dia da peça!)
(Eu voltei para casa e aproveitei para mostrar o traje aos meus pais.)


Lucia: Como você está liiiiiiiiiinda!


Ah ah... Você acha?


Lucia: Além disso, eu sempre a-do-rei os trajes da Alice, em todas as adaptações feitas, ela sempre teve trajes maravilhosos!


A Rosalya vai ficar feliz. mas eu tive que pagar por este traje, então...


Lucia: Eu tenho que tirar uma foto!


... (Ela não ouviu nada do que acabei de falar... Pior do que minha tia!)


Philippe: ...


E você, o que você acha?


Philippe: Eu penso o mesmo, é um traje bonito.


(Próximo)


Philippe: Só não sei porque deixaram vocês levarem para casa. Vocês podem estragar ou rasgar as roupas.


Ah, isso... A organização da escola é um pouco diferente.


Philippe: Eu verei isto quando for a hora...


(Ah, eu espero que a diretora não diga nada de ruim sobre mim para o meu pai, senão ele vai me matar...)
(Finalmente chegou o grande dia! Eu entrei na escola antes dos meus pais, paar um reconhecimento tático do local...)


Sala de Aula A


Olá, Lysandre! E então, seus pais chegaram?


Lysandre: S-Sim... Sinto muito, Docete, mas não tenho muito tempo para...


(Ele fez de conta que iria embora.) Mas... O que houve?


Lysandre: ... Eu não sei onde estão meus pais.


... Você os perdeu?


Lysandre: Não, eles se perderam por eles mesmos...


Gente do céu, é de família...
Espere, talvez eu possa te ajudar!
Ah, ah! Ainda bem, não? Eles não terão que ver a peça!


Lysandre: A Rosalya já está me ajudando, mas gentileza sua propor!


Tem certeza? Quanto mais gente mais chance de encontra-los...


Lysandre: Mas você nem sabe como eles são...


Ah, verdade!... Ponto para você...


Lysandre: Sinto muito, eu te vejo mais tarde!


Está bem!


(Eu vou tentar encontrá-los mesmo assim! Eu tenho certeza de que eu posso adivinhar quem são os pais do Lysandre!)


Pátio


Oh, olá!


Mei: Olá... Você é uma colega da Li?


Isso mesmo! E os senhores são os pais dela?


Mei: Isso mesmo! Prazer em conhecer, senhorita...?


Docete! Eu me chamo Docete!


(Não eram os pais do Lysandre... Mas dava para ver logo!)


Corredor 2


Olá, rapazes! Vocês não estão com os seus pais?


Armin: Bom... Eu também não vejo os seus não...


Eles não chegaram ainda!

Alexy: Nossos pais estão conversando como professor Faraize... Não queriamos incomodá-los, hein, Armin?


(Próximo)


Armin: Glups...


O que houve?


Alexy: Ora. você sabe que o Armin não tem lá boas notas...


Ah, sim, é verdade. Coitado, ah ah!


Armin: Eu não vejo o que há de engraçado!


Você se preocupa com o que o professor Faraize vai falar?
Você se preocupa com suas notas baixas?
Você tem medo dos seus pais?


Armin: ... Medo...


(Próximo)


Alexy: ... dos nossos pais?


(Eles se olharam.)


Alexy e Armin: AH AH AH AH AH AH!


(Antes de cair na gargalhada.) ... Por que vocês estão rindo?


Armin: N-Nada, é um private joke, ah ah!


(Próximo)


Alexy: Da para ver que você não os conhece.


(Ele me deu um tapinha nas costas!)


1º Andar


(Tem alguns pais conversando por ali...)


Isabelle: Ah ah, pois a minha filha falou muito da sua! Eu acho que ela gostou tanto de formar uma equipe com ela!


(Próximo)


Armand: A minha filha é um pouco tímida, ela apenas citou a Iris, mas tenho certeza de que ela ficou contente também.


(Oh, deve ser a mãe da Iris e o pai da Violette!)


Charles e Iréne: Hum, bom... Não é nada educado ficar ouvindo a conversa dos outros!


O-Oh! S-Sinto muito... (Fiquei toda vermelha.)


Charles e Iréne: Ah ah!


(Quem será o filho ou filha destes pais... Não consigo imaginar.)


Corredor 2


Dake: Olá!


D-Dake?? O que você está fazendo aqui?


Dake: Eu vim ver a "obra de arte" que o meu tio fez com os seus alunos.


Mas... Você pôde entrar?


Dake: É o dia de visita da escola, todo mundo pode entrar!


Puxa... Eu pensei que só os pais poderiam vir.


Dake: Não, com certeza você vai encontrar alunos de outras escolas...


(Talvez a Nina apareça também...)


Dake: E então, o que tem de novo? Já faz tempo que eu não te vejo.


Não tenho nada para contar.
Estou nervosa!
Eu não estou com vontade de falar...


Dake: Ah, ah, não se preocupe, eu tenho certeza de que você será maravilhosa!


Eu tenho medo de errar minha fala.


Dake: Você só precisa sorrir ao público. Você é tão bonita que todo mundo irá perdoar.


O-Obrigada...


Dake: Você precisa me apresentar aos seus amigos também. A não ser o rapaz que estava na prais com você, não conheço ninguém.


Bom... Eu não sei se é uma boa ideia...


Corredor 2


(O Castiel e a Rosalya estão aqui.)


Castiel: Mas eu não sei de nada, eu não os conheço!


(Próximo)


Rosalya: É o seu melhor amigo e você não sabe como são os pais dele?


(Próximo)


Castiel: Ei, não me olhe assim! Você pega o irmão dele e nem por isso sabe como eles são. É muito pior.


(Próximo)


Rosalya: Eu o QUÊ?


(Ôpa, vai ter morte.) O-Olá vocês dois! T-Tudo bem?


Rosalya: Não! perdemos os pais do Lysandre!


Ah, verdade, ele me contou. Bem que eu gostaria de ajudar, mas eu não sei como eles são.


Castiel: Está vendo, não estou sozinho! E para ela, você não diz nada?! 


(Próximo)


Rosalya: Ela não é a melhor amiga dele!


(Próximo)


Castiel: Sinta-se feliz...


Por quê você está dizendo isso? Até que somos próximos...


Castiel: Você quer mesmo falar disso agora? Por que se vocês decidirem pegar no meu pé com um assunto irritante desses, eu vou embora!


(Próximo)


Rosalya: Ah, não, hein! Precisamos de você para a peça!


(Próximo)


E os pais de vocês, onde estão?



Castiel: Eu fiz os meus pais se perderem assim que cheguei.


(próximo)


Rosalya: Os meus estão conversando com a diretora.


Oh, puxa... Você acha que ela contou sobre o pequeno "superfaturamento"?


Rosalya: está brincando... Ela quase pulou no pescoço deles para contar...


Eles não vão brigar muito com você?


Rosalya: Eles estão acostumados...


(Terminar a conversa)


Pátio


(Tem mais pais conversando)


Valérie: Ah, não, não estou de acordo. Temos que deixar as crianças fazerem as suas próprias besteiras. É assim que elas aprendem, errado.


(Próximo)


Jean-Louis: E se protegemos muito, eles acabam se tornando dependentes...


(Próximo)


Adélaide: Vocês tem uma maneira de pensar bem... estranha.


(Próximo)


Francis: Se não vigiarmos nossos filhos, eles se tornarão delinquentes em poucos dias e nunca farão nada da vida. A disciplina é a chave de toda educação!


(Próximo)


Jean-Louis: Meu filho recebeu uma ótima educação, eu não admito que fale assim.


(Próximo)


Francis: E eu imagino que as notas dele também são excelentes.


(Próximo)


Jean-Louis e Valérie: ...


(Próximo)


Francis: Este silêncio fala mais alto... Acho que a conversa termina por aqui. Meu filho será o chefe do seu, depois não venham me dizer que não avisei!


(Próximo)


Valérie: Você prefere resolver isto lá fora, talvez?


(Próximo)


Jean-Louis: Q-Queria... Acalme-se, eles não valem a pena.


(Os outros pais se distanciaram...)


Valérie: Eu não sei quem é o filho deles, mas tenho pena.


(Eu acho que sei de quem se trata...)


Pátio


Ei! O que vocês estão fazendo, rapazes?


Kentin: Estamos evitando encontrar os nossos pais...


Eu acho que todos os alunos fazem o mesmo... Eu não encontrei nenhum casal de pais com os filhos!


Kentin: Bom, estou com vergonha... Você também perdeu os seus?


Não, eles não chegaram ainda!


Armin: Talvez eles já chegaram e como você não paar de perambular pela escola, acabaram se desencontrando.


Não, minha mãe teria gritado o meu nome no corredor paar que eu a ouvisse.


Kentin: Ah ah! Sua mãe parece bem legal! Não vejo a hora de encontrá-la, eu sempre quis saber como ela era... Tenho certeza que é tão bonita quanto você!


Oh, é... E-Eu não sei...


Armin: Ei, tudo bom? Não estou incomodando?


Hein? Bom, não, claro que não...


Armin: ...


(Por que ele se irritou assim, de repente?


Corredor 2


(Aqui está alguém que eu não tinha visto ainda.)


Giles: Olá.


É... O-Olá... (Puxa! Como ele fala alto!)


Giles: Você se chama "Ambre", por acaso?


N-Não, não sou eu...


Giles: Perdi de novo... Eu vou acabar achando esta garota... Eu quero falar com os pais dela.


T-Tem algum problema com ela?


Giles: Você é uma das amigas dela?


Ah, não! De jeito nenhum! (Eu coloquei as mãos na frente como se ele tivesse me apontado um revólver na cabeça.)


Giles: Sorte sua... Esta garota e suas amigas me obrigaram a enviar meu filho numa outra escola. Chegou a hora de conversar com ela.


(Oh... Quer dizer que é o pai do Kentin?)
(Nossa... Eu não quero estar no lugar da Ambre!)


1º Andar


(O Nathaniel está conversando com um casal de pais também...)


Nathaniel: M-Mas já disse que NÃO sou o Castiel...


(Próximo)


Josiane: Meu filho fala tanto de você. Eu estou realmente muito feliz em saber como você é, rapaz!


(Próximo)


Nathaniel: A s-senhora me ouviu...?


(Próximo)


George: Quer dizer que você toca violão? Você tem que aparecer lá em casa e tocar um dia desses!


(Próximo)


Josiane: Moramos longe daqui... Mas você pode dormir lá em casa, se preferir!


(Próximo)


Nathaniel: Eu NÃO sou amigo do seu filho! Eu me chamo Nathaniel...


(Próximo)


George: Oh... Você não gosta do meu filho? Por quê? Ele é tão gentil...


(Próximo)


Nathaniel: N-Não foi isso que eu quis dizer...


(Nathaniel olha na minha direção.)


Nathaniel: Ao invés de dar risada, venha me ajudar!


Não precisa da minha ajuda, se vira muito bem!
Quanto você me paga?
Ah, ah, já estou chegando!


Nathaniel: Obrigado...


(Ele deu um suspiro de alívio.)


George: Oh! E é você, a Rosalya!


N-Não, nada disso!


Josiane: Meu querido, não, você não se lembra? O Leigh nos mostrou uma foto delana última vez que ele veio nos ver!


(E foi assim que... Encontramos os pais do Lysandre.)


Corredor Principal


(Tem uma garota no chão que parece procurar alguma coisa.) Oh, oi! Eu posso te ajudar?


Manon: Olá! B-Bem... Eu perdi meus óculo, eles caíram e eu não enxergo nada sem eles...


Espere, eu vou procurar com você! (Deve ser uma das alunas que o Dake comentou... Engraçado, ela me lembra alguém.)


Manon: Gentileza sua, muito obrigada! Eles devem estar em algum lugar por aqui...


Oh, veja! Eles estão ali! (E são enormes!)


(Ela colocou o óculos.)


Manon: Aaah, agora está melhor!


... (Oh, gente... É a irmã do Kentin?)


Manon: Agora peço licença, mas preciso encontrar o meu marido... Obrigada por sua ajuda.


N-Não tem de quê... (Ah, não... É a mãe dele. Nossa, como ela parece jovem!)


Grêmio


Diretora: Senhorita Docete. Seus pais chegaram?


Não, ainda não, senhora.


Diretora: ...Eles estão atrasados.


A-Ah? E no entanto ainda temos uma horinha livre antes que tudo comece...


(Papai... Mamãe... Se vocês tem apego à vida, venham logo!)


Corredor Principal


(Tem outros pais conversando.)


Giles: Vocês não sabem mesmo quem é "Ambre"?


(O mesmo senhor que vi há pouco.)


Vitória: Não, sinto muito, só temos garotos...


(Próximo)


Amaud: E quando vejo a reação de vocês, digo ainda bem.


(Oh... talvez sejam os pais dos gêmeos?)


Corredor Principal


Lucia: Docete!!! estamos aqui!


Oh! (Eu me virei!)


Lucia: Sua escola é bem grande mesmo! Tem bastante gente aqui!


É o que acontece num dia de visita...


Philippe: Então... Para onde devemos ir se quisermos conversar com os seus professores?


Vocês terão uma reunião com eles daqui a pouco, enquanto isso iremos nos preparar paar a peça.


Philippe: Não podemos vê-los à sós?


Eu não sei... S-Se você encontrar um antes da reunião, quem sabe?


Philippe: Perfeito! Vamos, então!


E-Eu preciso ir...


Philippe: Não, você vem conosco.


E-Está bem... (Bom, é agora ou nunca...)


Corredor 2


(O Kentin está com os pais.)


Kentin: Ah, os seus pais chegaram?


Sim! (Eu olhei os pais do Kentin.)



(Eu acertei em cheio!)


Lucia: Você não nos apresenta?


Oh, sinto muito. Aqui está o Kentin, você se lembra? Ele estudava comigo antes da nossa mudança.


Lucia: Ah, sei! Foi ele quem te presenteou com aquele bichinho de pelúcia super fofo que está no seu quarto!


Sim!


Kentin: E-Eu... Quer dizer, foi um presente bem simples...


(Próximo)


Manon: Mas é a garota que vi há pouco!


(Próximo)


Kentin: V-Você a conhece?


(Próximo)


Manon: Ela me ajudou a encontrar meu óculos há pouco!


Não foi grande coisa...


Manon: Oh, espere um pouco... Você não seria a Docete, por acaso?


S-Sim, por quê?


Manon: Ooooh... O meu filho falou BASTANTE de você! Ele não para de...


(O Kentin colocou a palma da mão na boca da mãe.)


Kentin: Ah ah! Não dê ouvidos, ela não está dizendo nada com nada.


Você vai sufocá-la...
Deixe ela falar, eu bem que gostaria de ouvir o resto.(Diminui se o loveô for baixo)
(Vou fazer de conta que não ouvi nada...)


Kentin: Não tem mais nada! Hein, manhê!


(Ele ainda está com a mão no mesmo lugar.)


Manon: Mmmmh mhhhhhhh mmmh!


Acho que você deveria retirar sua mão...


Kentin: Ah, peço desculpas!


Você é bobo mesmo, ah ah!


Kentin: Não ria de mim...


(Próximo)


Philippe: ...


(Meu pai olhou o Kentin de forma estranha...)


Kentin: O-Olá, senhor...


(Nossos pais conversaram um pouco enquanto eu e o Kentin ficamos sem saber o que dizer. Depois, decidimos sair.)


1º Andar


Alexy: Ei, Docete!


Ah, Alexy! Armin! Vocês chegaram!


Philippe e Lucia: Olá!


(Próximo)


Alexy: Olá! Vocês são os pais?


(Próximo)


Lucia: Ah ah! Em cheio! E vocês dois, são...?


Estes são o Alexy e o Armin! Eles são gêmeos.


Lucia: Não pense que sou boa, eu já tinha percebido!


(Próximo)


Vitória e Amaud: E aí, rapazes, decidiram nos abandonar?


(Oh... quer dizer que eles são os pais dos gêmeos?)


Armin: Sinto muito, a gente viu uma colega...


Olá, eu me chamo Docete. Prazer!


Vitória: Oh, o prazer é todo nosso!


(Eu me aproximei do Armin para cochichar algo na orelha.)


Seus pais parecem bem tranquilos!
Puxa... Eles não parecem nada com você!
Sua mãe é tão bonita!


Armin: Você não imagina quanto! De qualquer maneira, paar aguentar as manias do Alexy, você tem que ser tranquilo...


As suas também, imagino!


Armin: Ei, eu sou menos chato! Você sabia que o Alexy queria escolher a roupa do nosso pai hoje?


Ah, ah! Não estou surpresa!


Armin: De qualquer maneira, seu pai parece menos tranquilo do que o meu...


Oh, ele é um pouco severo...


Armin: Por mim, não sendo como o pai do Nathaniel!


Você o viu?


Armin: Vi sim... ele nos deu uma bronca quando respondemos no lugar dos nossos pais.


O que ele te disse?


Armin: Coisas como é preciso ensinar as crianças a terem modos, bobagens do tipo... Eu nunca pensei dizer isto um dia, mas tenho pena do Nathaniel.


Sim... Eu também...


Philippe: Do que vocês estão falando?


U-Uau! Você me assustou!


Armin: Oh, é, estávamos falando da peça de teatro.


(Meu pai olhou para ele de forma estranha, sem dizer uma palavra.)


Armin: G-Glups...


(Parecia que ele estava fazendo um raio X nele... Ele tinha feito o mesmo com o Kentin.)


1º Andar


Philippe: ... Já vi que você é bem íntima de vários rapazes...


São colegas de classe.


Lucia: O jovem Kentin não parece ser "apenas" um colega de classe...


Ah... Nós nos damos bem, é verdade... Além disso, ele é gentil.


Philippe: Ele tem boas notas?


Não é bem o tipo de coisa que eu dou importância....


Philippe: Pois você deveria...


(Próximo)


Philippe: E o outro jovem? O Armin, se não me engano?


O Armin é... um amigo próximo, sim.


Lucia: Ah ah! Eu sabia! Próximo como?


Não é da maneira como você imagina...


Lucia: Puxa... E porque ele não dá o primeiro passo, aquele bobo?


M-Mas silêncio! Não diga bobagem!


Philippe: ...


(Beleza, agora sou eu que passo no raio X...)


Corredor 2


Nina: Ei! Olá, Docete!


Oh, Nina! Estava mesmo pensando se você viria!


Nina: Eu não iria perder isto por nada neste mundo!  Não vejo a hora de ver o Lysandre atuar! Eu tenho certeza de que ele é ainda melhor do que quando canta!


Pois bem, sim! Ele sabe o que está fazendo!


Nina: você tem sorte... Você o viu atuando antes de todo mundo!


Não apenas eu, mas toda minha sala de aula...


Nina: Pfff... Não é justo, eu também quero ficar na mesma sala de aula que vocês!


Você tem tempo ainda... Ainda está no colégio...


Nina: Eu vou tentar pular várias classes! E assim poderei ver o Lysandre todos os dias! Será super legal!


B-Boa sorte...


Lucia: Eal é tão fofinha esta menina!


Oh, você acha?


Lucia: Sim, parece uma bonequinha, você não acha?


Ah, ah, sim! Foi a mesma impressão que eu tive na primeira vez.


Philippe: E quem é este Lysandre que ela fala tanto?


Um colega de classe, talvez o encontraremos!


Corredor 2


Iris: Ah, aqui está! Mãe, eu te apresento a Docete!


Olá, senhora!


Isabelle: Ah, é... Você já tinha me falado dela. Você chegou não tem muito tempo, é isso?


Ah, ah, sim. Enfim já faz tempo que eu estou na escola agora.


Iris: Sim! Não é mais a novata a muito tempo!


(Próximo)


Isabelle: Você se enturmou rapidamente, então? Ainda bem, a Iris teve dificuldades quando chegou na escola.


Ah, é? Você também chegou aqui no meio do ano, Iris?


Iris: Não, eu comecei o ano escolar aqui. Mas era numa sala onde eu não conhecia ninguém ainda!


Entendi... Mas conhecendo como te conheço, imagino que você não deve ter tido dificuldades para fazer novas amizades!


Iris: Eh eh, você me conhece bem!


Vem cá, seu pai está aqui?


Iris: Ele não pôde vir...


(Próximo)

Isabelle: Estamos separados e ele mora em outra cidade.


Oh, desculpe, sinto muito...


Isabelle: Não fique assim, são coisas da vida!


(Continuamos conversando um pouco antes delas decidirem caminhar mais um pouco.)


Philippe: Elas duas parecem ser bem divertidas!


Sim! A Iris é a cara da mãe!


Sala de Aula A


(Ah, aqui está o Castiel.) Ah, ah, você ainda está se escondendo dos seus pais?


Castiel: Sim... Até agora está dando certo.


Você sabe se o Lysandre encontrou os pais dele?


Castiel: Eu acho que sim, pelo menos quando vi a pouco, eles estavam juntos.


Eu espero que ele não tenha perdido mais uma vez!


Castiel: Você os viu? Não é possível, ele foi adotado...


Ele sempre disse que seus pais eram um pouco... diferentes.


Lucia: ... Se estamos incomodando, me avisem!


Oh, sinto muito, mamãe! Aqui está o Castiel um outro colega de classe.


Castiel: Um "colega", hein?


Eu não ia dizer um "chato", eu não quero que meus pais tenham uma má impressão de você logo de cara...


Castiel: Que bela atenção...


(Próximo)


Lucia: entre vocês dois, parece ser bem explosivo!


Você não tem ideia... (O Castiel cochichou algo na minha orelha.)


Castiel: Ei... Não foi apenas o Lysandre que foi adotado, pelo que estou vendo.


O que você está dizendo...?


Castiel: Digamos que a natureza foi mais simpática com a sua mão do que com você.


Eu ainda tenho todo o tempo do mundo para "creser", se quer saber...
Seu tarado...


Castiel: Hum...


(Ele me olhou de cima a baixo.) E-Ei!


Castiel: Não, não há nenhuma esperança...


Seu...


Philippe: Sinto muito, jovem, mas temos outros projetos...


(Papai deu um jeito de se distanciar...)
(Outros pais chegaram...)


Valérie: Ah! Você está aqui!


(Próximo)


Castiel: P-Puxa, fiquei muito tempo no mesmo lugar...


(A mão do Castiel deu um pulo para abraçá-lo.)


Valérie: Olha, você reparou? Eu fiz como você! Eu tenho mechas vermelhas agora!


(Próximo)


Castiel: M-Me deixe... Eu não ligo para essas coisas, já te disse!


(Próximo)


Jean-Louis: Bom dia pára todos...


(O pai do Castiel nos cumprimentou com um movimento de cabeça.)


Valérie: Oh! Sinto muito, eu estava tão contente por colocar as mão no meu filho que esqueci de cumprimentá-los!


N-Não tem nada...


Valérie: Então, Cassy. Você vai nos apresentar?


(*Cassy*)


Castiel: É apenas a Docete com os pais...


(Próximo)


Valérie: Oooooh! Um momento! Eu acho que você falou dela uma vez!


(Próximo)


Castiel: Não, de jeito nenhum...


(Próximo)


Valérie: Sim! E depois você fez como se não tivesse dito nada!


(Próximo)


Castiel: Você está delirando...


(Ele está ficando tão vermelho quanto os próprios cabelos...)


Valérie: FOI SIM! Eu até disse para o seu pai que era a primeira vez que você pronunciava o nome de uma menina depois da Debrah! Não foi, querido?


(Próximo)


Jean-Louis: Não me meta nisso...


(Nossos pais continuaram conversando durante alguns minutos...)
(Meu pai repetiu que gostaria de com um professor e nós saímos.)


(Fazer uma brincadeira para o Castiel.)
(Não se arriscar.)


Até mais tarde, "Cassy"!


Castiel: ...


Nos vemos a pouco, "Cassy"!


Castiel: ... Tchau "tábua de passar roupa"!


(Ele levantou a mão para dizer "bye bye") ... Ei! (Nossa, na frente dos meus pais, eu vou matá-lo!)


Pátio


(A Kim está conversando com os pais.)


Kim: Sim, vocês vão ver, vai ser divertido! Eu não tenho o melhor papel, mas eu gostei!


(Próximo)


Audrey: Você conseguiu aprender o texto?


(Próximo)


Kim: Não se preocupe, tudo está aqui!


(Ela apontou o dedo para sua têmpora.)


Kim: Na pior das hipóteses, eu tenho duas colegas que estão nos bastidores para nos lembrar o texto!


(Próximo)


Denis: Eu espero que você não precise da ajuda delas!


(Eu espero não precisar também...)
(Eu não vou incomodá-los...)


Sala de Aula A


Philippe: Mas me diga uma coisa... Tem professores nesta escola?


S-Sim, não se preocupe, eles estão apenas ocupados... Tenho certeza de que o professor Faraize está por aqui.


Philippe: ... Tudo o que nós vimos até o momento, são os alunos e os pais...


Eu ainda tenho dificuldade para encontrar as pessoas que preciso. Talvez seja de família?


Lucia: Ah, ah! E como nós somos três, é ainda pior do que de costume!


Não é possível! Você sabia que titia tem dificuldades também!


Lucia: Tia... Agatah?


Sim!


Philippe: Sua tia aparece por aqui?


Mas do que isso, eu a vejo por todo o lado!


Lucia: Ah ah! Ela é um pouco estranha!


Falou e disse...


1º Andar


(O Lysandre está aqui.) Então, você encontrou seus pais?


Lysandre: Sim, eles estão logo ali...


(Ele mostrou os pais que estava atrás dele.)


George: Oh, mas é a garota que vimos a pouco! Rosalya, é isso?


N-Não... Eu sou a Docete...


Lysandre: E no entanto eu já falei dela para vocês...


(Próximo)


Josiane: Ah, é! Eu me lembro agora! Ela é a garota que você gosta, é isso?


H-Hein?


Lysandre: O que você está dizendo..?


(Ele colocou a mão no seu rosto.)


Philippe: ... Lysandre, é isso? A Docete nunca falou sobre você...


E-Eu não comentei com você sobre ninguém!


Lucia: Dá para ver! Vamos ter uma conversa todos os dois quando voltarmos para casa!


(Ela piscou o olho para mim.)
(Acabem comigo...)


(Eu me aproximei do Lysandre enquanto minha mão conversava com a mãe dele.) Puxa... Quando você dizia que eles não pareciam em nada com você não estava exagerando!


Lysandre: Eu não exagero nunca.


Mas, você foi adotado?
Eles parecem um pouco estranhos...
Mas são divertidos!


Lysandre: Divertidos?


Sim! Quando eu os vejo fico logo de bom humor!


Lysandre: Que gentileza a sua... Seus pais parecem um pouco mais severos, estou enganado?


Digamos que a minha mãe é simpática e alegre, mas meu pai é mais severo. Mas quando eu vejo os pais do Nathaniel, eu penso que não é tão severo assim...


Lysandre: Eu acho que ouvi algo assim...


Você não os viu?


Lysandre: Eu já andei por toda a escola para reencontrar os meus pais... Eu vi todo mundo. Porém, sou incapaz de me lembrar do nome de todos!


Ah, ah!


Philippe: Vamos, Docete? O tempo está passando...


(Eu olhei para o relógio.) P-Puxa! Está chegando a hora da peça.


Lysandre: Devemos mesmo ir ao ginásio?


Sim! Não chegue atrasado!


Lysandre: Não se preocupe... Na pior das hipóteses, o Castiel virá me procurar.


Ou, senão, para sabotar a peça, ele te deixará vagando nos corredores...


Lysandre: Não é bem o estilo dele...


Tenho minhas dúvidas!


(Nós deixamos o Lysandre e seus pais.)


Pátio


(A Ambre e o Nathaniel estão com os pais.)
(O Nathaniel me olhou e rapidamente desviou o olhar para o pai.)


Francis: E quando podemos ver os professores?


(Próximo)


Ambre: Daqui a alguns minutos, não iremos demorar muito para nos prepararmos!


(Próximo)


Francis: Perfeito... Eu espero que o resultado seja excelente para você!


(Próximo)


Ambre: E-Eu, está tudo bem... Estou na média...


(Próximo)


Adélaide: E você, Nathaniel?


(Próximo)


Nathaniel: Os professores vão dizer que e-eu tenho boas notas...


(Próximo)


Francis: E você tem um comportamento exemplar também, não?


(Próximo)


Nathaniel: S-Sim...


(Ele fala cada vez mais baixo...)
(Me dói o coração ver o Nathaniel assim...)


Corredor Principal


♪Ding, Dong♫


(Próximo)


Lucia: O que é isso?


Com certeza é a hora da reunião!


Philippe: Não pudemos ver nenhum professor com você!


(Tive sorete dessa vez!) Eu vou acompanhá-los até a sala de aula, a reunião será lá!


Corredor 2


(Tem vários pais de alunos na frente da sala.)


Philippe: É aqui, eu imagino?


Sim! Eu irei ao ginásio para me preparar...


(Glups... estou cada vez mais sentindo um frio na barriga...)


Ginásio


(A maioria dos rapazes já estão presentes e um monte de cadeiras foram colocadas na frente do pátio.)


Rosalya: Eu tenho a impressão de ser uma grande costureira que vai ver seus modelos desfilarem na passarela!


Ah ah!


Rosalya: Uau, Docete, já está pronta! Você poderia ir no vestiário ver se as outras garotas já colocaram os seus figurinos?


Sim, claro.


Vestiário


Olá, meninas! Vocês já estão prontas?


Kim: Sim! Você também, pelo que estou vendo!


Eh eh...


A Rosalya queria saber se todo mundo já está pronto.


Kim: Bom, sim, podemos ir!


Glups... É agora...


Li: Não, a reunião não acabou ainda...


(Oh, eu não tinha visto a Li...)
(A Kim me deu um tapinha nas costas.)


Kim: Vamos, temos que sair senão a Rosalya virá nos procurar e não será a mesma coisa!


Sim.


Ginásio


(Terminamos os últimos preparativos.)


Melody: Não se esqueça, Peggy! Tem que ligar a máquina para criar o efeito de fumaça assim que a cena começar!


Qual máquina?


Peggy: Assim, no momento em que eu fumar o narguilé, tudo parecerá mais realista.


Ah, sim, você tinha me falado!


(Ensaiamos nossas falas mais uma vez antes que os pais e os outros alunos entrassem no ginásio.)
(Os alunos que não deveriam subir no palco se sentaram. A Melody e a Bia ficaram ao palco para nos dizer o texto, se necessário. E nós ficamos de lado, escondidos...)
(A diretora subiu no palco para apresentar a peça. Depois a Charlotte começou a falar o seu texto.)


Bia: Vamos Docete, é sua vez!


(Vai começar!)


Cenário 2


Charlotte: Alice e a irmã estavam lendo uma história, sentadas ao pé de uma árvore.


(Próximo)


Kim/Irmã: Ei, Alice! Está me ouvindo?


Sim...


Kim/Irmã: Foi você quem me pediu para contar uma história, deveria ao menos escutar!


Sim, mas... Ela é sem graça, nem tem imagens no seu livro!


Kim/Irmã: Não precisa ter imagens, basta um pouco de imaginação!


Bom, eu não devo ter muita...


Kim/Irmã: Você não existe... Já que é assim, leia esta história sozinha. Eu vou preparar um chá para nós duas!


(Ela me deu o livro e saiu de cena.)


Que insuportável... Como pode ser assim tão cruel ao ponto de obrigar uma criança a ler um livro sem imagens...?

(A platéia riu.)
(E neste momento, normalmente... O Lysandre aparece.)


...


....................


(Eu disse: "normalmente"...)


Lysandre/Coelho Branco: P-Puxa, estou atrasado...


(Este papel combina tanto com ele...)


Ei! Coelhinho! Volte!
Oh, como ele é fofinho!
(Não dizer nada.)
(Eu não me lembro mais do meu texto...)


(Eu me levantei para segui-lo.)


Charlotte: Mas ao seguir o coelhinho, Alice acaba caindo no buraco...


(Próximo)


Cenário 3


Charlotte: Alice se encontra numa sala estranha... Há uma porta bem pequena...  E ela não pode utilizá-la...


Onde estou? E como poderei passar para o outro lado?


Charlotte: A porta responde que ela devia ficar menor, simplesmente.


Mas como fazer? Crescer leva tempo, e eu não posso ficar menor do que já estou!


Charlotte: É neste instante que Alice vê uma garrafa pequena em cima da mesa...


(Eu me aproximei da garrafa.)


Charlotte: E ela bebeu o conteúdo...


(Fingi que bebia. A Charlotte explicou que eu estava ficando "bem pequena". Pudemos continuar a peça.)


Cenário 4


Charlotte: Após sair da sala e caminhar um pouco, Alice chega a um local repleto de cogumelos...


Uau... Eles parecem enormes!


Peggy/Lagarta Azul: Eles tem o tamanho de todos os cogumelos, senhorita...


Oh, veja só! Uma lagarta falante... (Eu me aproximei para tocar a Peggy.)


Peggy/Lagarta Azul: Educação  é bom e eu gosto, jovem!


S-Sinto muito... *cof cof* (P-Puxa... A máquina está fazendo fumaça de mais, eu acho...)


Senhora lagarta, poderia me dizer como eu faço para voltar ao meu tamanho normal?


Peggy/Lagarta Azul: Por quê? Este tamanho não é do seu agrado? *cof cof*


(A fumaça também a incomoda...)


Não aguento mais ser tão pequena quanto você!
Quando eu era maior, eu me sentia muito melhor!
Não! Eu quero voltar a ser grande, assim poderei esmagar você!
(Eu não me lembro mais do meu texto...)


Peggy/Lagarta Azul: Ah, é... Para você, medir menos que dez centímetros é um defeito?


Sim! Somos pequenas! Ridiculamente pequenas!


Peggy/Lagarta Azul: Quer dizer que, para você, EU sou ridícula?


É... Sim?


Peggy/Lagarta Azul: O QUÊ? *cof cof*


(Esta fumaça está começando a ficar insuportável...)


Ambre/Flor: *cof cof* G-Gente, não aguento mais esta fumaça...


(Oh, eu não tinha visto que ela estava no palco também! Ah ah!)


Peggy/Lagarta Azul: *murmura* E-Eu acho que há um problema com *cof cof* a máquina...


*sussurra* Puxa... *cof cof* Eu tenho certeza que não é possível ver um ao outro  com tudo que existe! Alguém tem que parar, antes que o ginásio fique cheio de fumaça!


Ambre/Flor: *murmura* Eu cuido disso!


(A Ambre deu um pontapé na máquina para que ela voasse até o outro lado do ginásio.) Devia haver uma solução melhor...


Peggy/Lagarta: *murmura* Se a diretora pedir reembolso, você pagará tudo sozinha!


(Nós terminamos a cena com outro cenário de fundo.)


Cenário 5


Puxa... A lagarta desapareceu...Eu tenho certeza que ela poderá me ajudar a voltar a ser grande.


Castiel/Gato Cheshire: ...


Hum... Eu tenho CERTEZA que ela vai me AJUDAR  a voltar a ser GRANDE.


Castiel/Gato Cheshire: *bocejo* Eu conheço uma maneira...


(Uau... Que atuação sensacional...) Q-Quem é você?


Castiel/Gato Cheshire: Um gato, não da para perceber?


E você sabe como posso voltar ao meu tamanho normal?


Castiel/Gato Cheshire: Mas quem sabe se você já não o encontrou?


Mas... A lagarta...


Castiel/Gato Cheshire: Talvez era uma lagarta gigante.


... Você está rindo de mim?


Castiel/Gato Cheshire: Pode ser que sim...


Você não quer me dizer como posso voltar ao meu tamanho normal?


Castiel/Gato Cheshire: Eu já respondi...


Você é um gato super irritante!


Pare de dizer besteira e me diga, ao menos, que caminho devo seguir para voltar para casa!
Se você não quer perder uma das suas sete vidas, fale!
Por favor... Diga-me pelo menos como voltar para casa...
(Eu não me lembro mais do meu texto...)


Castiel/Gato Cheshire: Quanta violência...


Quem procura, acha!


Castiel/Gato Cheshire: Já que é assim, eu deixo você se virar sozinha...


Hei? Não, espere!


(Nós terminamos a cena algumas cenas mais tarde...)


Cenário 7


Charlotte: Alice termina encontrando o Chapeleiro e seu amigo a Lebre de Março.


(Próximo)


Armin/Chapeleiro: Olá, você veio tomar um chá conosco?


Oh, não, eu só quero voltar para casa... Eu segui um coelho branco em um buraco e acabei aqui.


Kentin/Lebre de Março: Um coelho? Só tem eu aqui! Eu não estive em nenhum buraco!


Eu sei, ele era branco e não marrom...


Armin/Chapeleiro: Ora, não se preocupe mais com isso! Estamos festejando, junte-se a nós!


Ah, é? O que vocês estão festejando?


Kentin/Lebre de Março: Seu desaniversário!


O m-meu o quê?


Armin/Chapeleiro: Seu desaniversário, minha querida!


Mas o que é isso?


Kentin/Lebre de Março: Um motivo para festejar 364 dias por ano!


Vocês dois são um pouco estranhos...


Armin/Chapeleiro: Estranho? NÃO, de jeito nenhum!


(Ele pegou uma xícara e jogou na direção do Kentin.)


Kentin/Lebre de Março: Ei! TÍNHAMOS DITO QUE AS XÍCARAS NÃO!!


(Próximo)


Armin/Chapeleiro: Desculpe, minha querida... Nos divertimos do nosso jeito!


N-Não tem nada...


Armin/Chapeleiro: Nós estragamos o seu desaniversário... Isto não tem perdão... Venha, vamos no embriagar com umas xícaras de chá e assim nos desculparmos!


(Ele estendeu a mão e eu a segurei.)
(Depois ele abaixou a cabeça até a minha mão para beijá-la.)






Kentin/Lebre de Março: Pare com isso, você vai assustá-la...


(Próximo)


Armin/Chapeleiro: Ah ah! Nada disso, não é mesmo?


N-Não, não mesmo...


(Nós terminamos a cena logo após.)


Cenário 9


Oh! O Coelho Branco está aqui! Ei! Senhor Coelho! (Eu acenei para o Lysandre.)


Lysandre/Coelho Branco: ... sim?


Por que o senhor corre tanto assim? Eu tive dificuldades para encontrá-lo!


Lysandre/Coelho Branco: Você sabe ver as horas?


Hum... É... sim, claro...


Lysandre/Coelho Branco: Muito bem, então venha por aqui...


(Próximo)
(Ele me puxou e me mostrou o seu relógio.)


Lysandre/Coelho Branco: Que horas são?


Bom... São 12h10...


Lysandre/Coelho Branco: Está vendo, estou SUPER atrasado!


(O Lysandre correu até o outro lado da sala para assim desaparecer.)


Espere! (Eu fiz de conta que o seguia pelo mesmo caminho.)


Charlotte: Neste momento ela se dá conta de que está no jardim da Rainha de Copas. As cartas a levam até o palácio, convencidos de que ela havia destruído as pobres flores de sua majestade...


(Terminar a conversa)


Cenário 8


(Eu interpretei a cena com a Li, quando Alice é acusada pela Rainha de Copas de ter pintado as rosas de vermelho.)
(Depois nós fizemos a cena do tribunal,  onde todos tentam acusar Alice.)
(E nós terminamos a peça com Alice acordando. Depois, todos vieram cumprimentar o público no palco e a Charlotte fechou as cortinas.)


Nathaniel/Rei de Copas: Finalmente, até que n-não foi tão terrível assim!


Você diz isso porque não teve muito texto!


Li/Rainha de Copas: Eu também achei divertido!


(Próximo)


Armim/Chapeleiro: Com certeza! Principalmente o momento em que eu e o Kentin lançamos as xícaras...


Sim, quer dizer, não estava previsto...


Melody: Rápido, vocês precisam trocar de roupa. A peça acabou,  mais ainda há muitas coisas para fazer com os nossos pais!


Estamos chegando!


Vestiário


(Nos trocamos para encontrar nossos pais.)
(O que será que eles acharam da peça?...)


Ps: Se quiserem me add no amor doce é só enviar o covite para: EmilyCrisly.

18 comentários:

  1. Você vai demorar muito a postar o episódio com o Nathaniel? Eu vi que o
    ep da Chapeuzinho foi postado com ls dois paqueras em um intervalo pequeno, e o mesmo com os paqueras em Alice no País das Maravilhas, mas entre as duas peças demorou mais.
    E eu queria saber se nessa cena em que a Docete quase derruba o tecido, o Armin também pode ajudar?
    E, mais uma perguntinha, só por curiosidade mesmo, qual a sua paixão no jogo?

    ResponderExcluir
  2. Vai demorar um pouco para postar com o Nathaniel pois eu tenho que reescrever tudo pq as peças são diferentes por isso demora um pouco.
    Sim o Armin também pode ajudar só que infelizmente eu não achei esta parte então foi com outro paquera msm ;)
    E o meu amor é o Castiel, apesar de também ter uma quedinha pelo Lys ♥

    ResponderExcluir
  3. Eu amei o seu blog e gostaria de saber quando você vai postar o EP 22?

    ResponderExcluir
  4. Assim que eu postar o ep 21 com o Nathaniel, já começo a escrever o 22 provavelmente sai ainda esse mês ;)

    ResponderExcluir
  5. Amei seu blog Ele me agudou bastante Tomara que poste logo o ep 22

    ResponderExcluir
  6. Moça, segui as respostas exatamente como você pôs no blog e mesmo assim perdi as imagens, me explica o que houve pfvr?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei o que aconteceu, vc pode ter respondido alguma coisa errada, ou na hr de escolher as falas com o Faraize vc escolheu uma resposta e na hr da peça colocou uma diferente.. :/

      Excluir
  7. Putz, fui fazer a brincadeira com o Castiel e ele me deu uma cortaaaada...

    ResponderExcluir
  8. Gente do céu, não consigo achar o Armin por nada nessa vida O.o Só não fui no porão, ainda, já to começando a pensar que ele está lá!

    ResponderExcluir
  9. perdi a img mesmo seguindo tudo isso (meu loveo com ele é 96 :/ )

    ResponderExcluir