sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Amor Doce: Episódio 15


Um Pulo no Tempo

Pátio

Debrah: Você poderia me ajudar? Estou procurando o Castiel. Você o viu?

(Quem é ela? Eu nunca a vi na escola, estou com um mau pressentimento)

Debrah: Você perdeu a língua?

Não, desculpe, estava pensando em outra coisa.

Debrah: Desculpe se insisto, mas eu preciso mesmo encontrá-lo. Você sabe onde ele está?

(Dizer onde acredito que ele esteja)
(Enviá-la na direção errada)

Ele foi para o ginásio.

Debrah: Muito obrigada!

Não tem de que... (Rápido, preciso ver o Castiel antes dela. Ele estava no porão a pouco).

Corredor Principal

(Eu me pergunto quem ela é. Ela conhece o Castiel, disso eu tenho certeza, pois é ele quem ela quer ver. Só que acho difícil imaginar ele com este tipo de garota... Bom, é minha opinião.)

Corredor 2

Nathaniel: Então, Docete. O que você achou do show?

Sinto muito, não tenho muito tempo para começar, preciso encontrar o Castiel.
Legal! Você foi ótimo na bateria! E suas roupas combinaram bastante, te achei mais descontraído do que antes!

Nathaniel: A-Ah, sim? Obrigada. Seu vestido ficou muito legal também!

Você acha? Você gosta do vermelho?

Nathaniel: Eu prefiro azul, mas ficou bom também.

Gentileza sua! Fico contente que tenha gostado!

Porão

Ah, aqui está você!

Castiel: O que houve?

Tem uma garota estranha te procurando, fiquei um pouco apreensiva...

Castiel: Você fala de você na terceira pessoa, agora?

Mas não, não estou falando sobre mim!
Muito engraçado! Você não falou com ninguém a não ser eu, então?

Castiel: Não, ninguém. Quer dizer, ninguém que eu conheça. Um grupo de garotas pegaram no meu pé após o show, mas eu não conhecia nenhuma.

C-Como assim?
Um monte de garotas? Você fez sucesso, então?

Castiel: Não é só você que eu impressiono. Mas não se preocupe, você está na minha lista.

Não mude de assunto! O que elas queriam?
Pode me tirar da sua lista agora mesmo, você não tem nenhuma chance comigo.
Eu não me preocupo... De qualquer maneira, assim que elas perceberem sua personalidade complicada, elas sairão correndo!

Castiel: Não tenho uma personalidade tão difícil assim.

Ah, sim... Difícil mesmo.
Tem sim, mas é assim que gostamos de você!

Castiel: ... Boboca.

Quando eu te digo algo de gentil, olha o que acontece... Não se surpreenda se eu não te cumprimento muito!

Castiel: Você ainda não me falou quem está me procurando.

Uma menina com cabelos longos e castanhos, com trancinhas, uma calça jeans rasgada... Bem uma aparência bem cheguei, se quer saber minha opinião.

Castiel: Não faço ideia. Tem certeza que estava me procurando?

Não deve existir muitos "Castiel" perdidos por ai...

Castiel: Bom, ok... Se eu a ver antes de ir embora, sorte dela, mas não estou com vontade de ficar mais tempo na escola.

Eu posso ir com você?
Está bem, até amanhã.

Castiel: Você não pode mais viver sem mim, não?

(Estou é com receio que a outra garota te encontre...)

Escadaria

(Estranho ver a escola quase vazia assim, principalmente se compararmos com agora a pouco e o tanto de gente que havia aqui).

Castiel: Eu aceitei que você me acompanhasse, não era para ficar de bobeira, andando devagar.

Ops, desculpe.

Castiel: Em que você estava pensando?

Em nada especial, por quê?

Castiel: Eu só perguntei por perguntar.

E você, está pensando em que?
Você está interessado em mim agora?

Castiel: Eu tenho o direito de perguntar o que você pensa sem que você tire conclusões precipitadas?

E eu? Eu tenho o direito de rir um pouco de você.

Castiel: Não, essa é MINHA responsabilidade.

(Terminar a conversa)

 Corredor Principal

(Eu gostaria muito de falar algo com ele, antes que ele vá embora...)

Você gosta do vestido que a Rosalya fez para mim?

Castiel: Sim, ela não é nada mal.

E... Você acha que fiquei bonita?

Castiel: Não sei, parece uma garota que tenta se passar por um mulherão.

Êi! Que maldade isso!! (Eu deveria ter ficado de boca fechada...)

Castiel: Bem, não faça essa cara. Você está bonita neste vestido.

O-Obrigada! (Finalmente, eu fiz bem em perguntar...)

(Ele se aproximou de mim e se abaixou um pouco para ficar na mesma altura que eu)

Castiel: Que pena que em relação ao decote não há muito o que se dizer!

!!! Você não é obrigado a olhar!

Castiel: Perceba que eu tive que me aproximar bem para conseguir ver alguma coisa, hein?

... Eu te detesto!

Pátio

(Eu já estava quase indo para casa, quando alguém me puxou pelo braço)

Castiel: Desculpe-me, eu bem que te acompanharia, mas não tenho muito tempo.

Oh, sem problemas, gentileza sua de ter pensado nisso.

Castiel: Até amanhã.

Até amanhã.

(Ufa! Eu impedi esta garota de vir falar com ele... Espero que ela não volte amanhã!)
(Eu fui para casa sem demora)
(No dia seguinte, voltei á escola)

Corredor Principal

Ding, Dong

Ah, um aviso?

"Todos os alunos devem se dirigir para à sala de aula B, a diretora deseja falar algo com vocês... Quer dizer, os professores desejam falar com vocês"

(Professor Faraize não parece muito a vontade com o alto-falante)

Sala de Aula B

(Ufa! Não cheguei por último, Nathaniel e Castiel ainda não chegaram).

Diretora: Sente-se por favor, senhorita Docete.

Sim, agora mesmo. (Eu sentei ao lado da Violette)

Violette: "Falando baixinho" Está tudo bem?

Sim, e com você?

Diretora: Silêncio, por favor! Primeiramente, eu gostaria de agradecer a todos que ajudaram a escola num evento desta magnitude!

(Não esperamos Castiel e Nathaniel?)

Diretora: Graças a vocês, nós conseguimos recolher verba suficiente para realizar nosso projeto principal. O fiasco da corrida de orientação é apenas uma vaga lembrança! Obrigada a todos!

(Próximo)

Peggy: Com licença, mas de que projeto a senhora está falando?

(Eu estava me perguntando quem iria perguntar isso!)

Diretora: Não iremos dizer mais nada no momento. Nós queremos fazer uma surpresa para vocês.

(Próximo)

Diretora: Como os professores não tiveram que fazer nada para este show, nós iremos cuidar da limpeza da escola. Seremos obrigados a pedir ajuda a alguns alunos durante o dia, mas apenas para pequenos trabalhos.

(Próximo)

Diretora: Gostariamos especialmente de agradecer a Docete por ter proposto esta ideia e também por ter participado de forma intensa na realização do projeto. Senhorita Docete, poderia se levantar, por favor...

S-Sim. (É-É um pouco desconfortável esta situação, mas até que eu gosto... Quer dizer, seria perfeito se a Ambre não me olhasse com tanta raiva)

Diretora: É tudo por hoje, vocês podem ir embora.

(Próximo)

Peggy: E sobre o projeto, poderia nos dar pelo menos uma dica!

(Próximo)

Diretora: Eu já disse que não!

(Quem não chora, não mama...)

Corredor 2

Ai!
(Eu caí no chão no momento em que todo mundo saia da sala de aula)

Armin: Tudo bem, Docete?

S-Sim obrigada, Armin. (Ele me ajudou a me levantar)

Armin: Você é realmente distraída, fala sério!

Ah ah... (Não foi por isto que eu caí...)
(Foi a Ambre que me empurrou...)

Armin: Êi! Está me ouvindo?

Desculpe, estava pensando em outra coisa.

Armin: Eu percebi! Eu estava te perguntando se você sabe algo sobre o que a diretora está falando. O que poderia ser este projeto?

Eu não pensei no assunto ainda... Eu estou mais querendo saber porquê o Nathaniel e o Castiel não estão aqui... Preciso saber mais sobre aquela garota...

Armin: Uma garota? Que garota?

Ela não é daqui da escola... Ela estava vestida com uma calça jeans rasgada e um decote daqueles.

Armin: Poxa, eu bem que gostaria de ter visto tudo isso!

Eu não te imaginava assim...
Pare com isso, eu vou acabar ficando com ciúmes...

Armin: Não... Mas se você encontrá-la, entregue o meu número de telefone!

Mesmo se eu quisesse, seria difícil, eu não tenho o seu número.

Armin: Terei que te dar um dia!

(De qualquer maneira, eu vou perguntar para todo mundo se eles viram esta garota e se viram, o que sabem sobre ela. Com certeza irei encontrar o Nathaniel e o Castiel!)

Escadaria

Olá, Rosalya! Ontem uma garota estava procurando pelo Castiel, ela estava vestida com um jeans rasgado, você a viu?

Rosalya: Não, não vi! Quem foi?

Eu não sei, por isso que pergunto...

Rosalya: Você não perguntou para a pessoa certa, sinto muito!

(Terminar a conversa)

Corredor 2

Você viu uma garota com um look bem chamativo por aqui?

Peggy: A lolita que segue o Lysandre? Não, hoje não. Por quê? Aconteceu alguma coisa?

Não, não, ela não. Não é uma lolita. Ela está vestida com uma calça jeans rasgada...

Peggy: Oh... Não, eu não vi ninguém assim. É uma novata?

Não sei ao certo, é o que gostaria de descobrir.

Peggy: Se for uma nova aluna, vamos descobrir rapidinho. Você deveria para de gastar sua energia com isso e vir comigo.

Com você? Para fazer o quê?

Peggy: Eu quero descobrir o que os professores estão tramando...Só fiquei sabendo de pequenas coisas aqui e acolá e isto está começando a me irritar! Você vem comigo?

Não, eu não quero, cada vez que eu ando contigo, acabo indo para sala dos professores.

Peggy: ... Mas não é minha culpa se é lá que encontramos um maior número de informações...

(Terminar a conversa)

Sala de Aula B

Armin: Esta escola nos prepara um paint ball, tenho certeza!

Um quê? 
Oh, não! Eu não gosto disso.
Seria super legal!

Armin: Você conhece?

Sim! Eu gosto! Mesmo se no final saímos com algumas marcas roxas no corpo!

Armin: Quer dizer que você já jogou mesmo? Mas você é a garota perfeita, com certeza!

(Terminar a conversa)

Corredor 2

Ambre: O que foi?

Por quê você me empurrou há pouco?

Ambre: Não sei do que está falando.

Eu sei que foi você, pois estava atrás de mim...

Ambre: Não devemos acusar sem provas. E agora, saia do meu caminho!

(Ela pegou uma outra direção)
(É a primeira vez que não vejo seu sorriso irônico... O que será que está acontecendo?)

Sala de Aula A

Alexy: esta escola é super cool! Primeiro uma corrida de orientação, depois um show e agora um passeio na cidade!

Uma passeio na cidade?

Alexy: Eu tenho certeza que foi sobre isso que a diretora estava falando! Eles vão nos levar para dar umas voltas nas lojas!

Não precisamos recolher fundos para fazer este tipo de coisa...

Alexy: Claro que sim! O dinheiro é para que possamos comprar o que tivemos vontade!

(Vou deixá-lo sonhando, a hipótese parece agradá-lo)
( Vou trazê-lo de volta ao mundo real agora mesmo, é melhor)

Alexy: Por que você está rindo assim? Falei algo engraçado?

Falou e é assim que gostamos de você!

Alexy: Ah ah! Você é gentil!

(Terminar a conversa)

Grêmio

Lysandre: Oi, desculpa te incomodar, você viu o Castiel hoje?

Não, ainda não... E você também não?

Lysandre: Não, espero que ele não esteja doente.

Ele teria avisado neste caso, não?

Lysandre: É por isto que estou preocupado.

Eu também gostaria de te preguntar algo. Ontem à noite, havia uma garota com cabelos castanhos e vestida com uma calça jeans rasgada procurando pelo Castiel. Você a viu?

Lysandre: Não, ou talvez não me lembro mais...

(Provavelmente...)

Corredor Principal

(Eu não vi nem o Castiel, nem o Nathaniel e ninguém viu ou conhece a garota de ontem... Vou parar por aqui.)

"Clic"

(Oh, alguém está saindo da sala dos professores)

Debrah: Ah, olá! Foi você que me ajudou a encontrar o Castiel ontem!

O-Olá! (O que está fazendo aqui?! O que estava fazendo na sala dos professores?)

Debrah: Você parece surpresa em me ver aqui... Eu entendo, você não estava aqui quando eu era estudante da escola.

Quer dizer que você é uma antiga estudante da escola?

Debrah: Acertou! Eu me chamo Debrah, prazer em conhecer!

Eu me chamo Docete. (Uma ex-aluna... É por isso que ela conhece o Castiel. É estranho, com um look desses, todo mundo deveria saber de quem eu estava falando!)

Debrah: Sinto muito, não posso bater papo por muito tempo, tenho que ir ver meus antigos colegas, já faz um tempão que não os vejo! Até mais!

Até mais...
(Estou com um mau pressentimento... E pior do que antes.)

Lysandre: Então ela está de volta...

L-Lysandre? (Ele estava ouvindo? Logo ele, o primeiro a dizer que não devemos nos meter no assuntos dos outros?)

Lysandre: Eu bem que gostaria de saber o que ela veio fazer aqui...

Ela estava procurando pelo Castiel ontem... Você sabe o que ela queria?

Lysandre: Tenho a impressão que sim... Desculpe, tenho que dar um telefonema...

Espera, me explica melhor!

Lysandre: Mais tarde, tudo bem?

Oh, está bem. (Ele parece sério... Debrah, hein... Agora que conheço o seu nome, terei mais sorte ao perguntar aos outros.)

Pátio

(Veja só, o Kentin, o Alexy e o Armin estão juntos ali.)

Kentin: Elas são ótimas, minhas roupas! Não vou mudar nada!

(Próximo)

Alexy: A moda militar está ultrapassada! Pelo menos mude a calça! Ninguém mais vai pensar que você acabou de sair de um reformatório para menores!

(Próximo)

Kentin: Não é um reformatório! É uma escola militar!

(Próximo)

Armin: E qual é a diferença?

(Armin também se mete?)

 Kentin: Docete! Diga para eles que estou melhor assim!

É... sim, então, ele ficou melhor assim!
E um "por favor"? É pedir demais?

Alexy: Mal-educado, ainda por cima! Não te adiantou muito a escola militar!

(Próximo)

Kentin: Vocês querem largar do meu pé, ok?

Eles estão brincando, Kentin, só isso.

Kentin: mas estão me irritando.

(Próximo)

Alexy: Ok, ok, vamos dar um tempo... por enquanto.

(Ele é terrível com a s pessoas que gosta...)

Armin: O que está fazendo, Docete?

Estou perguntando aos outros se eles conhecem Debrah e o que eles sabem sobre ela.

Armin: Quem?

Debrah, uma ex-aluna.

Armin: Não conheço...

(Claro, você acabou de chegar na escola.)

Alexy: E você quer saber mais sobre ela por simples curiosidade?

Não só por isto... Eu estou com um mal pressentimento.

Alexy: Ah, é? Você quer que eu vá com você para a sua pequena investigação?

Você quer mesmo? É sempre melhor quando estou com mais alguém!

Alexy: Então, vamos! Até mais , rapazes!

(Próximo)

Kentin: Ok, até nunca mais, Alexy!

(Próximo)

Armin: Não pense que se livrou da gente rápido, eu estou e continuo aqui e meus argumentos são sólidos.

(Pobre Kentin...)

Ginásio

Alexy: Então, como podemos fazer?

Eu não sei... Não tenho ideia.

Alexy: Poderíamos simplesmente perguntar aos outros?

Se não temos nada melhor, sim!

Alexy: Ok, vamos então!

(Terminar a conversa)

Corredor Principal

aqui está a Ambre e suas colegas, é melhor você perguntar para elas, eu ficarei na retaguarda.

Alexy: Por que isso?

Ela não me ama muito, principalmente nos últimos tempos...

Alexy: Não diga besteira, todo mundo te ama! Venha!

(Ele me pegou pelo braço e me levou com ele.)

Ambre: O que é que vocês querem?

Bem... Eu encontrei uma ex-aluna há pouco e gostaria de saber um pouco mais sobre ela... Talvez você a conheça. Ela se chama Debrah e...

Ambre: COMO?

(Ai, está reação não me parece nada boa...)

Ambre: Venham, meninas, eu preciso encontrar esta pestinha!

(Elas foram embora rapidamente).

Alexy: Oh, você acertou direitinho... Ela não parece ser alguém legal, esta tal de Debrah.

Não, pelo contrário, eu me enganei.

Alexy: Como assim?

Bem... Se a Ambre não gosta dela, provavelmente é alguém do bem, no mínimo.

Alexy: Ah, entendi... O famoso "os inimigos dos meus inimigos são meus amigos".

Sim. (Só tenho a opinião da Ambre até o momento, vamos ver os outros).

Corredor principal

Ambre: Ela se acha linda com suas roupas provocantes e sua maquiagem, mas ela ainda está mais feia que antes.

(Ah, ela acabou de ver a Debrah).

Charlotte: Não se preocupe, Ambre, você tem mais classe do que ela! Na minha opinião, é o tipo de garota que caminha na rua á noite por dinheiro.

(Próximo)

Li: Sim, ela está super vulgar agora. Ela nem chega aos seus pés. Além do mais esta maneira de se maquiar, é horrível! Tenho certeza de que quando beijamos o seu rosto, ficamos coladas nela!

(Próximo)

Alexy: "falando baixinho" É isto um papo entre garotas? É de dar medo...

Não, é apenas um papo entre pestinhas.

Corredor 2

Armin: Pelo que ouvi, ninguém tem nada contra a garota, Docete! Você deve ter se atrapalhado!

Eu prefiro ter certeza...

Armin: O que te incomoda tanto nela?

Ela parece perfeita demais...
Minha intuição que me diz...
Eu não gosto das roupas que ela usa.

Armin: Ela parece um pouco falha!

(E ele me diz isso com um sorriso deste tamanho...

Corredor Principal

Oi, Iris! Eu encontrei uma antiga aluna a pouco, uma tal de Debrah... Você a conhece?

Iris: Oh, não acredito! Debrah, voltou? Que notícia boa!

Oh... Você gosta dela?

Iris: Claro, ela é super gentil e sempre me ajudou em matemática quando eu tinha problemas para entender alguma coisa! Ela parece um pouco com você...

V-Você acha?

Iris: Sim, na sua maneira de ser! Ela estava sempre pronta para ajudar os outros! Espero que ela não tenha mudado! vou logo, logo vê-la! Você sabe onde ela está?

Não, sinto muito.

Iris: Não tem problema, eu vou procurá-la! Até mais! Ah, ah, Debrah aqui! Que ótima surpresa!

(Próximo)

Alexy: Talvez pelo fato dela parecer contigo, você está com a impressão de estar correndo perigo! Você tem medo que ela pegue o seu lugar! Mas não se preocupe, isto não corre o risco de acontecer!

Não, sinceramente, isto não tem nada a ver... Iris vê o bom por todo o lado, vamos perguntar para outra pessoa!

Alexy: Como preferir!

(Terminar a conversa)

Corredor Principal

Rosalya: Tem uma antiga aluna que voltou, você está sabendo?

Sim, eu soube há pouco... Você á conhece?

Rosalya: Não muito, mas eu sei que é alguém bem simpática! Não tivemos a ocasião de falar muito, porque ela estava completamente concentrada pela música que fazia e como eu estava sempre com o Leigh, era bem difícil nos encontrarmos.

Ela curete música bastante?

Alexy: Taí uma garota legal!

(Próximo)

Rosalya: Ah, ah, você não sabe? Ela fazia parte de um grupo de música! Inclusive ela foi chamada para fazer uma carreira solo.

Verdade?! Então o que ela está fazendo aqui?

Rosalya: Eu não sei, ela estava com a Iris quando eu a vi há pouco, eu não fiquei muito tempo...

(Próximo)

Alexy: Uma garota que participava de um grupo de música? Isto devia agradar bem o Castiel.

(Estou começando a entender direitinho... E confesso que não gosto muito...)

Pátio

Iris: Acabei de conversar coma Debrah, ela não mudou muito! Estou tão contente!

Ah, é?

Iris: Sim, a não ser o seu look, mas até que combina bem! Eu gostaria tanto de ser tão bonita assim!

(Próximo)

Alexy: Você é, não se preocupe!

(Alexy, sempre gentil com todo mundo!)

Ginásio

Iris: Eu tenho certeza que vocês se tornarão grandes amigas!

Talvez... Vamos ver.

Iris: Você não me parece convencida pela ideia...

Deixa estar...

Alexy: Sua intuição feminina a deixou em estado de alerta!

Não é bem uma intuição, mas uma mal pressentimento!

Iris: Não se preocupe, Docete, não chega a ser uma Ambre, ela é super gentil.

(Ainda tenho as minhas dúvidas...)

Corredor Principal

Lysandre: Pelo que a Iris me falou, você perguntou para todo mundo sobre a Debrah?

Eu sei, sou muito curiosa, mas como você não me disse nada...

Lysandre: Sinto muito, eu gostaria de verificar algo antes. O que pretende saber?

Quem ela é, além de ser uma antiga aluna?

Lysandre: É a ex-namorada do Castiel.

(Eu sabia!)

Alexy: Ex? E o que aconteceu para que ela virasse uma ex?

(Próximo)

Lysandre: O Castiel nunca quis falar sobre o assunto. Eu comecei a andar com ele nesta época e ele estava bem abalado logo após o fim da relação. Eu não quis pisar mais na ferida.

Foi ela que o deixou?

Lysandre: Foi.

Então por que ela quer vê-lo novamente agora?

Lysandre: Eu também não sei... Talvez ela tenha se arrependido? Eu adoraria conversar com o personagem principal, seria mais simples... Mas não o encontro...

(Lysandre não parece muito bem, isso o deixa muito abatido no final das contas...)

Alexy: A não ser a história com o Castiel, você não tem mais nenhuma informação negativa sobre ela, não é mesmo?

(Próximo)

Lysandre: Mas ela machucou o Castiel...

(Próximo)

Alexy: Não devemos julgar as pessoas através das suas relações amorosas! Ele devia ter suas próprias razões para deixá-lo!

Você está de qual lado?

Alexy: Do lado da verdade. sempre!

(Está parecendo um justiceiro mascarado...)

Corredor Principal

Lysandre: Ela veio me perguntar se o Castiel tinha comentado sobre sua proposta...

Qual proposta?!

Lysandre: Ela não quis me falar mais... Eu espero que ela não esteja querendo vê-lo no seu grupo...

Eu também não... Se ele sair da escola, será horrível!
Bem, veja o bom lado disto: teremos férias!

Lysandre: Concordo totalmente...

(Terminar a conversa)

Escadaria

Peggy: Sinceramente, nestes últimos dias, eu tenho tanta coisa para escrever que nem sei qual delas eu coloco na primeira página!

Você já ficou sabendo da Debrah, imagino.

Peggy: Sim, eu a encontrei a pouco, ela tem bastante coisa para nos contar, só que ela quer falar com todo mundo antes. Ela falou de você!

Ah, é? E o que ela falou?

Peggy: Ela falou que você foi gentil ontem e fez o máximo para ajudá-la a encontrar o Castiel.

(Nenhuma fofoca, então...)

Alexy: Você ainda desconfia?

Mas uma confirmação e eu me considero vencida.

Escadaria

Peggy: Eu preciso de um título sensacional para o jornal de amanhã... Algo que lembre o show e Debrah...

Sinto muito, eu não sou muito boa nisso...

Alexy: Por que não "Quatro estrelas na escola?" como havia apenas o Nathaniel, o Castie e o Lysandre, todo mundo vai ficar curioso para saber quem é a quarta!

(Próximo)

Peggy: Mas você sabe que eu te amo?

(Terminar a conversa)

Grêmio

Você viu a Debrah?

Melody: Sim! Eu fiquei muito feliz em revê-la! Ela me fez falta!

Você nem me disse que uma aluna deixou a escola no meio do ano...

Melody: Sinto muito, eu pensei que você já sabia... Você me deu o CD dela no meu aniversário, lembra?

Espera aí... É o CD do grupo dela?

Melody: Sim! Eu pensei que você sabia... Eu tinha comentado que era um grupo amador!

 É bem difícil ligar uma coisa com a outra.

Melody: Sinto muito... De qualquer maneira, é alguém super legal! Ternho certeza que vocês irão se dar bem!

Estou começando a acreditar nisto...

Alexy: Está vendo! Você estava se preocupando sem necessidade!

Eu gostaria de verificar algo, mesmo assim... Você gostaria de ouvir o CD da Debrah comigo?

Alexy: Sim, Por que não? Eu nunca digo não para uma boa música! Você tem o CD dela?

Não, vou procurá-lo bem ligeiro.

Alexy: Ok!

(Terminar a conversa)

Corredor Principal

Alexy: Então, você tem?

Sim, comprei!

Alexy: Legal! Vamos ouvir isto!

Você tem um CD palyer contigo?

Alexy: Ah, não, ele está em casa... Você pode me esperar? Eu vou pegá-lo!

Está bem, até daqui a pouco.

Sala de Aula A

Alexy: Está bem! Podemos ouvir agora! Eu tive a maior dificuldade para encontrar o meu CD palyer, mas acho que vai dar certo!

(Ele sentou ao meu lado e colocou o fone de ouvido em mim. Ele colocou sua orelha contra a minha para poder ouvir também)

Você não pode fazer o contrário? Você pega o fone e eu escuto por cima?
*Suspiro*

Alexy: O que foi?

É realmente uma pena que você não se sinta atraído por meninas...

Alexy: Ah, ah, sinto muito. Mas eu tenho certeza que se fosse o caso, você faria o meu tipo!

Obrigada! (Começamos a escutar a música).
(As músicas eram boas, mesmo se nenhuma delas mereciam ser ouvidas mais de uma vez. Debrah tinhas uma voz bonita, mas sem mais...)

Alexy: Não é tão ruim, mas são chatinhas essas músicas, você não acha?

Sim... As músicas do show do Castiel e do Lysandre eram bem mais legais.

Alexy: Talvez seja por isso que ela queria vê-lo? Para que ele viesse ajudá-la a compor algumas músicas?

É o que parece, né?

Alexy: Ah, não faz esta cara! Ele não pode sair da escola assim! Os pais precisam estar de acordo.

Ele é emancipado, sabe... Ele pode tomar este tipo de decisão sozinho.

Alexy: Mas mesmo assim! Tenho certeza que você se preocupa por nada!

Eu espero mesmo. ( Alexy pegou o Cd e começou a olhar o folheto que estava dentro

Alexy: Olhando bem, ela faz umas poses provocantes neste CD! Bem, um pouco como todas as outras artistas, imagino...

É bem diferente da imagem que fazemos de uma garota gentil e atenciosa, você não acha?

Alexy: Não muito, é verdade, mas não é assim tão provocante como podemos ver na televisão... Até que é fraquinho ainda! Com certeza ela foi aconselhada a fazer fotos assim para vender um pouco mais!

Pois eu não aceitaria...
É estranho mesmo assim... Ela age como aquelas garotas que sabem que são bonitas.

Corredor Principal

Armin: Acabei de encontrar o meu irmão e ele me disse que você continua procurando informações sobre a Debora?

Ela se chama Debrah.
Você errou o nome.

Armin: Hum... Emma?

Não, Debrah!

Armin: Errei por pouco!

Por muito...

Armin: Eu não sei o que fazer, não estou com vontade de estudar ou qualquer outra coisa que lembre a escola... Voc|ê quer que eu te ajude a encontrar informações sobre... é... esta garota?

(... Não me diga que ele já esqueceu o nome dela!) Eu quero sim! Mas não sei bem por onde começar minha procura...

Armin: Vamos fazer etilo Ace Attorney, em modo investigação. Vamos num local onde possa haver indícios, procuramos e quando encontrarmos, vamos ver a Luna para apresentarmos um a um, até que todos os cadeados sejam quebrados!

Ela se chama DEBRAH!
Está bem! Eu sou a Maya e você o Phoenix!
Eu não sei se ver a vida como se fosse ela um vídeo game fosse uma boa ideia...

Armin: Um papel que combina bem com você!

Por que eu sou um pouco estranha?
Por que eu sou uma gracinha?

Armin: Confesse que querer saber algo sobre uma garota, sem ao menos pensar em perguntá-la diretamente, é estranho!

Eu acho difícil ir vê-la e dizer: " Oi Debrah, não nos conhecemos, mas eu tenho a impressão de que você é uma má pessoa... então, estou certa?"

Armin: Talvez ela te responda!

Agora é você que é estranho.
E você pensa em procurar algo específico?

Armin: Na sala dos professores! Ela foi aluna, com certeza eles guardaram sua ficha.

Primeiro a Peggy, agora você... Vocês só pensam em me levar para lá hoje!

Armin: Peggy queria ir também?

Sim, para descobrir o que os professores planejam.

Armin: Podemos procurar isto também!

(Mais tarde no ano, eu bem que o vejo se tornando assistente da Peggy... Eu não sei por quê...)

Armin: Vamos, então?

Eu quero sim... Só que não entramos tão fácil na sala dos professores...

Armin: Não se preocupe, eu tenho um plano! Eu preciso apenas encontrar o professor Faraize!

(O que ele está tramando?)

Corredor Principal

(Lysandre está aqui!)

Lysandre: O que vocês dois estão fazendo?

Estamos procurando o professor Faraize, você o viu por acaso?

Lysandre: Ele está na sala de aula B. Você não respondeu a minha pergunta.

Mas eu respondi, eu te disse que estamos procurando o professor Faraize...

Lysandre: O que eu quero saber é por que vocês dois estão juntos?

(Próximo)

Armin: Ela precisava de uma ajuda, só isso.

(Próximo)

Lysandre: ... E por que não peguntaram para mim?

Você estava ocupado, tentando encontrar o Castiel.

Lysandre: ... Da próxima vez, mesmo que você ache que eu tenho outras coisas para fazer, venha me ver quando precisar de ajuda.

Oh, está bem, sem problema. (Ele foi embora).

Armin: Ele parece um pouco ciumento, não?

Você acha?

Armin: Acho! Se seus olhos fossem metralhadoras MG42, Alexy não conseguiria nem identificar o meu corpo!

(Terminar a conversa)

Escadaria

Alexy: O que vocês dois estão fazendo?

Estamos procurando professor Faraize, você o viu por acaso?

Alexy: Ah ah, pronto, você abandonou o "Caso Debrah"?

(Próximo)

Armin: Ela se chama Emma!

N-Não ele tinha razão... E não, eu ainda não abandonei o caso.

Alexy: Então por quê vocês estão procurando o professor Faraize?

Para entrar na sala dos professores.

Alexy: ...

(Ele está olhando Armin de forma estranha).

Armin: *Sorriso*

(E Armin sorri para ele com um ar radiante... O que está acontecendo?)

Sala de Aula B

(Armin me falou para deixá-lo agir sozinho... é o que farei...)

Armin: Com licença, professor! Seria possível recuperar algo na sala dos professores, por favor?

(É esta sua ideia?!)

Prof. Faraize: Oh, é... sinto muito, eu não posso entregar as chaves assim... O que vocês estão procurando?

(Próximo)

Armin: Um jogo que me confiscaram. Eu deveria recuperá-lo antes de ir embora, mas como não tem ninguém, não posso.

(Próximo)

Prof. Faraize: Ah, eu sei do que você está falando... Ele está sob a mesa de centro. Aqui está a chave. Mas me devolvam rapidamente!

(Ele entregou as chaves para o Armin)

Armin: Prometo!

(Armin voltou)

Armin: Está vendo, eu te disse!

Você queria apenas o jogo que te confiscaram, na verdade...

Armin: Não era para eles confiscarem! Eu estava jogando na aula, em modo ninja, mas Alexy acabou chamando a atenção e ele acabou nos vendo.

(É verdade que o Alexy não gosta muito de vê-lo jogar...)

Armin: Vamos?

(Ele sacudiu as chaves abaixo do nariz). Sim, vamos.

Corredor Principal

Brm, você ainda tem as chaves, Armin?

Armin: Tenho, claro!

(Ele continuou brincando com as chaves, que dá voltas no seu dedo.) Tenha cuidado, você vai acabar fazendo-as voar...

Armin: Não se preocupe, eu estou no controle!

(Ao mesmo tempo, as chaves escaparam de seu dedo)

Armin: Ops...

(Nós a vimos voar sobre nossas cabeças e cair no alto dos armários).
(Um pequeno barulho nos indicou que elas tinham escorregado por detrás do armário.)

Armin: ... Ok, ok, talvez você tivesse razão...

Não acredito, eles vão nos matar!

Armin: Todo mundo morre um dia!

Você quer morrer antes de pegar seu jogo de volta?
Não ria, não é o momento! Ajude-me a recuperá-la! Vai dar certo, só precisamos mover os armários!

Armin: É... Não. Espere, eu vou mover o armário.

Você tem certeza que não há riscos? Você não vai derrubá-los?

Armin: Mas não! Não se preocupe, eu estou no controle!

Você disse a mesma coisa antes de deixar cair as chaves!

Armin: Eu vou ter mais cuidado agora!

(Eu olhei para ele apreensiva, mas ainda bem que nada caiu)

Armin: Puxa! Tem uma corrente que o prende na parede! Eu não posso tirar mais do que isso!

Não podemos pegar as chaves?

Armin: Sim, elas estão lá em baixo. Eu as vejo. Basta passar pelos armários para pegá-las! Eu sou muito grande, mas você consegue, eu tenho certeza!

(Eu me aproximei e pude ver que realmente as chaves estavam visíveis abaixo de uma camada monstruosa de poeira.)

Armin: O melhor é se trocar antes, não? Você vai se sujar... Parece que nunca passaram uma vassoura aqui desde que a escola foi construída!

Certo, eu vou me trocar... Já volto.

Corredor Principal

Aqui está.

Armin: Você se sente mais leve?

Sim!

Armin: Não deixa de ser verdade. Venha, elas estão logo aqui.

(Eu me coloquei entre a parede e o armário. Eu cabia direitinho. Eu peguei as chaves antes de sair.)

Armin: Ah ah, você está cheia de poeira!

Não tem graça nenhuma...

Armin: Não se mexa.

(Ele pegou algumas bolinhas de poeira, que estavam no meu cabelo, para tirá-las).

Amin: Vá rápido abrir enquanto eu coloco o armário no lugar. Tivemos sorte que ninguém passou por aqui!

Pois é! (Eu fui em direção a porta enquanto ele colocava o armário no lugar).

Armin: A moral desta história é que devemos sempre andar com alguém mais franzino do que nós mesmos!

... A moral não seria que não devemos brincar com chaves?

(Entramos na sala dos professores).

Armin: Ah! Meu jogo está aqui!

(Ele correu em direção a um pequeno jogo sobre a mesa).

Armin: E agora devemos encontrar informações sobre Sônia!

É Debrah... (Sabe de uma coisa, eu desisto...)

(Nós olhamos nas fichas dos alunos, mas não encontramos nada).

Armin: Êi! Eu acabei de chegar, como eles podem dizer que sou muito distraído na aula?

Largue a sua ficha, Armin... Não viemos aqui para isto...

Armin: Vá olhar a sua ao invés de reclamar deste jeito.

Não, eu não quero.
Oh, é mesmo, cadê ela?

Armin: Logo aqui!

(Ele me mostrou uma das fichas que estavam em sua mão).

Armin: O que ela diz?

Que eu devia me esforçar mais...

Armin: Como eu! Vamos correr para o abraço!

(É verdade que minhas notas nas provas foram mais ou menos...)

Armin: Ah! O da Debrah está aqui!

Ôba!! Você não errou o nome!

Armin: Eu não errava de verdade, só fazia aquilo porquê achava engraçado te ver se irritar com isto!

(... Ele gosta de provocar tanto quanto o irmão...)

Armin: Bom... Aluna dedicada... Bons resultados... Ah! Ela passa tempo demais nos corredores. Eu conheço outra assim!

(Quando é que vão parar de encontrar pontos comuns entre eu e ela, gente?!)

Armin: Bom, nada de mais, está vendo? Ela não tentou incendiar a escola, não temos nada a temer.

É o que parece...

Armin: O melhor é falar disso lá fora, venha, vamos sair daqui.

Certo. (Saímos da sala dos professores após colocarmos as fichas no lugar).

Corredor Principal

Armin: Então... O que você precisa mais?

Nada... Eu acho. Talvez minha imaginação tenha ido longe demais!

Armin: Estou feliz por ouvir isto! Não se preocupe, tenho razão de que você vai se dar bem com ela!

Eu espero...

Armin: Eu vou devolver a chave ao professor Faraize! Até mais!

Espere eu vou com você! (Quero ficar mais um pouco ao lado dele...)
Ok, até daqui a pouco, então!

Corredor 2

(Eu queria tanto poder conversar a conversa com ele...)
(Não dizer nada)

Qual sua cor favorita?
O que você acha de mim?
Está um lindo dia!

Armin:  Eu adoro a cor preta. Fica linda numa garota.

Oh, está bem!

Escadaria

Armin: Ah, professor Faraize está ali. Eu vou devolver as chaves. Até mais tarde!

Até mais tarde, Armin! ( Pelo menos pude passar um puco de tempo com ele).
(E isto parece deixá-lo feliz também).

Pátio

Kentin: Ele me irrita, o Alexy, sempre criticando...

Ele está brincando com você, só isso! Ele simpatiza com você, tenho certeza!

Kentin: É chato, mesmo assim... Você ainda está procurando informações sobre a garota que acabou de chegar?

Debrah? Eu deixei para lá... Eu me enganei, ela não é má.

Kentin: E você sabe o que ela veio fazer aqui?

Isto, porém, ainda é um mistério...

Kentin: Eu espero que ela tenha vindo procurar o Castiel, não teriamos mais que aguentá-lo!

Você diz isso porque ele ainda te dá medo...
Não! A escola ficaria vazia sem ele...
Isto não me agrada tanto...

Kentin: Seria mais calmo... Legal, não?

Nada, disso...
Bem que eu gostaria de saber o que ela quer, agora... Se eu tivesse informações sobre o seu grupo, saber se os seus músicos ainda estão de bem com ela.

Kentin: Eu acho que o Castiel tinha uma revista nas mãos ontem, que falava dela...A reista deve estar no porão? Ou no vestiário?

Você tem razão! O artigo não tinha muitos elogios, pelo que me lembro. Seria interessante poder lê-lo.

Kentin: Não se empolgue assim. Castiel talvez tenha levado com ele... E como ele não está aqui hoje...

Não destrua minhas esperanças com este sorriso inocente!

Kentin: I-Inocente? Não, nada disso...

Você vem comigo?
Você fica aqui?

Kentin: Bem... S-Sim, se você preferir.

Legal! Vamos, então!

Kentin: Ok!

(Isto parece agradá-lo!)

Vestiário

Onde será que o Castiel guardou?
(Eu olhei um pouco por todo lado e não encontrei nada além de uma roupa de esporte enrolada num canto, um desodorante... e o bloco de notas que o Lysandre, pelo visto, perdeu...)

"Melhor esquecer, não?"

(Pegar o bloco de notas)
(Deixá-lo aqui)

Kentin: Nenhuma novidade do seu lado?

Não... E você?

Kentin: Eu também não. Quer dizer, a não ser que um pacote de lencinho embaixo de um armário seja interessante...

Se a revista não está aqui, provavelmente ela está no porão.

Kentin: Ou com o Castiel.

(Terminar a conversa)

Corredor 2

Então, alguma novidade?

Lysandre: Não... Eu gostaria de me distrair escrevendo alguns textos para uma nova música, mas eu perdi meu bloco...

Oh, eu o encontrei no vestiário! Aqui está!


Lysandre: Verdade? Muito obrigada, Docete! Pelo menos um boa notícia hoje!

É sempre um prazer!
Você carimba meu cartão de fidelidade "bloco de notas perdido"?

Lysandre: Ah ah! Eu vou acabar fazendo um, sim!

(Finalmente um sorriso!)
(Próximo)

Kentin: Ele perde sempre?

Sim, regularmente.

Kentin: Eu perdia meus óculos, as vezes! Quer dizer... Alguém me roubava...

Ainda bem que você não usa mais!

Kentin: Eu seria capaz de perder uma lente de contato, tenho certeza!

É muito mais difícil de encontrar... evite!

Kentin: Estou começando a ficar com fome... você teria algo para comer?

Não tenho, sinto muito.

Kentin: Oh, que pena...

(Talvez eu possa comprar algo para ele?)

Porão

(Então, onde o Castiel colocou?)
(Eu procurei por todo o lado sem encontrar nada, a não ser embalagens vazias esquecidas num canto).

Kentin: Nada do seu lado?

Não... E você?

Kentin: Não nada também... Quer dizer, a não ser a revista que viemos procurar!

Você está com a revista? Verdade?
Super legal, Ken! Você é um gênio!

Kentin: Se estou te dizendo...

(Ele me entregou a revista)

Kentin: pelo que diz o artigo, ela brigou com o guitarrista e ele deixou o grupo.

"A produção de seu novo álbum está suspensa á espera de encontrar um  músico que corresponda as suas esperas"

Kentin: Ela é gentil, mas mimada... Pelo menos é o que entendemos ao ler o artigo.

Eu sabia que algo não colava bem!

Kentin: Bom, é apenas um artigo... Veja a Peggy e me diga se ela só conta a verdade!

Digamos que ela melhora a realidade...

Kentin: ...

Bom, ok, ela dá a versão que agrada mais...

Kentin: Pelo menos nós sabemos o que ela quer do Castiel: ele também é guitarrista.

Isso... Ela quer que ele entre no grupo.
(Estou de baixo astral agora... Eu preferia nem estar sabendo...)

Corredor 2

(Lysandre está escrevendo).
Eu posso te incomodar um pouco?

Lysandre: Sim, claro. O que houve?

O guitarrista da Debrah foi embora... Ela quer que o Castiel vá com ela.

Lysandre: ...

Eu espero que ele recuse... Eu não quero que ele vá embora.

Lysandre: ...

Lysandre?

Lysandre: Oh, sinto muito. Estava pensando em outra coisa. Não se zangue comigo, eu preciso ir agora.  Eu te vejo mais tarde.

Está bem... Até daqui a pouco. (Ele foi embora precipitadamente. Eu espero que não o tenha assustado com toda essa história.)
(Eu não estou com vontade de voltar para casa agora... Vou ver se não há nada mais para fazer antes de voltar para casa.)

Corredor Principal

Iris: Oh, você está aqui? Debrah estava te procurando!

Eu? Por que?

Iris: Eu acho que ela ficou sabendo que você perguntava sobre ela para todo mundo... Ela queria te tranquilizar!

Ah... Não vai adiantar, mas se isto poder te agradar...

Iris: Eu não vejo a hora de vocês duas se encontrarem! Vocês irão se dar super bem! Mas mesmo se ela se tornar sua melhor amiga, você ainda conversará comigo, hein?

Tenho dúvidas se ela pode ser um dia... (Principalmente com o que ela planeja fazer).

Corredor Principal

Debrah: Aqui está a pessoa que eu estava procurando! Você é difícil de encontrar, sabe?

Eu caminho bastante pelos corredores...

Debrah: Eu sou assim também! Eu não fico muito tempo no mesmo lugar. A gente poderia pensar que isso facilita os encontros, mas quando somos duas a fazer isto, é ainda pior!

Eu imagino que sim.

Debrah: Eu soube que você perguntou bastante coisa sobre mim, eu te deixo intrigada?

Um pouco...

Debrah: Eu te dou medo? Porque você poderia ter me perguntado diretamente.

(Falar francamente)
(Encontrar uma desculpa)

Eu não quis te falar pelo simples e bom motivo que você não me parece ser de confiança e, apesar de tudo que soube sobre você, esta sensação não muda.

Debrah: Você tem o mérito de ser franca... Eu que eu fiz para merecer este tipo de tratamento? Só porquê todo mundo te acha super gentil, a não ser esta querida Ambre, mas até isso conta como positivo.

Você também pesquisou sobre mim?

Debrah: Digamos que seu nome foi pronunciado bastante hoje... Eu queria saber porquê.

Oh, e eu te deixava intrigada ou te intimava o suficiente para que não viesse me perguntar diretamente? 

Debrah: Ah, que... Que sutileza...

Agora se você quer me desculpar, tenho coisas para fazer.

Debrah: O que posso fazer para te dar uma melhor impressão? Eu não sou má, longe disso... Inclusive me disseram várias vezes que nós poderíamos nos entender, juntas!

Foi o que me disseram também...

Debrah: Então, por quê? Porque não confiar nos "eu acho"? Apenas porque eu quero que o Castiel venha comigo?

Por isso, mas também porque eu não sei o que pensam três pessoas aqui da escola. O que eles pensam contam bastante para mim.

Debrah: Três pessoas?

Lysandre não me falou de você, não de forma precisa. Ele apenas disse quem foi o seu ex namorado.

Debrah: Ele não fala muito, não poderá te dizer muita coisa... Estou até surpresa que ele converse contigo...

Castiel não está aqui hoje, eu não perguntei para ele também.

Debrah: Ele irá te dizer que sou sua ex namorada, que nossa relação terminou mal, mas que agora é passado!

... E eu não sei o que o Nathaniel pensa, porquê ele também não estava aqui.

Debrah: Ah... Nathaniel, hein... Você considera o que diz este careta?

Sim.

Debrah: Pois você não deveria. É um misterioso daqueles.

Não devemos estar falando do mesmo Nathaniel.

Debrah: ...

(Eu comecei a me mexer para sair)

Debrah: Um minutinho.

(Ela me segurou pelo braço paar me impedir de sair). O que foi?

Debrah: .......................................

(Ela parece estar pensando algo super rápido)

Debrah: .......................................

Ai! (Ela me pegou pelo braço com tanta força que doeu!)

Debrah: Ok... Ok... Eu não tenho escolha... Você quer que eu te conte uma pequena história, Docete?

O que eu quero é que você largue o meu braço!

Debrah: Venha comigo até o porão, ficaremos mais tranquilas para conversar. Você vai gostar, tenho certeza.

(Eu tinha razão... Estou certa agora, ela tem algo errado)

Debrah: Então... você vem?

...

Debrah: Então, Docete, não tenha medo, eu não quero te fazer nenhum mal!

Estou indo...

Corredor 2

Violette: Alexy estava de bom humor, pelo que ele me disse, ele se divertiu bastante com você!

Foi? Ainda bem!

Violette: Ele é realmente gentil, não é? É o único garoto com quem eu consigo conversar, sabe?

Ele nos deixa a vontade rapidamente, é verdade!

Escadaria

(O que o Lysandre está fazendo no momento...)

Porão

Debrah: Bom, aqui é perfeito.

O que você gostaria de me falar?

Debrah: De mim, do Castiel, do Nathaniel... Você não estava aqui antes que eu começasse minha carreira. E uma pessoa tão adorável quanto você merece saber!

(E o pior é que não ouvimos nenhuma ponta de ironia em sua voz, como se eu fosse realmente uma pessoa adorável para ela).

Debrah: Você está pronta? Escute bem, eu não repetirei mais...

(Terminar a conversa)

Corredor principal

Debrah: (Tínhamos acabado de terminar um ensaio no porão, como todas as noites por quase duas semanas.)

Debrah: Foi super legal! Formamos uma boa dupla, você não acha, Castiel?

Castiel: Com uma voz como a sua e um profissional como eu na guitarra, só poderia ser perfeito!

Debrah: Ah ah, que modéstia gatinho!
              É verdade, o que posso fazer sem você?

Castiel: N-Não me chame assim aqui na escola...

Debrah: Oh, sinto muito, mas tem tanta garota a sua volta, eu quero que todo mundo saiba que você é meu!

******

Debrah: como você está vendo, Docete, eu e o Castiel vivíamos o perfeito amor. O que você nunca terá, pelo menos com ele, pode ter certeza...

(Próximo)

******

Castiel: Não esqueça do nosso encontro, ok? Tenho algo para você!

Debrah: Ah, sim? Como você é gentil quando quer... Eu não vou esquecer... Daqui a uma hora, na sala de aula, não é?

Castiel: Não se atrase!

Debrah: Sim! Sim! Até mais tarde, gatinho!

Castiel: Pfffffffff, você é incorrigível.

Debrah: Eu sei!

******

Debrah: O que eu não te disse ainda é que, se ensaiávamos tanto nesta época, era porquê um cara tinha nos visto e queria a gente para formar uma banda profissional. Ele tinha muitas esperanças na gente e eu sabia que ele podia contar com isso... Eu tinha tudo para conseguir!

(Próximo)

Debrah: O único porém é que... Eu me via com uma carreira brilhante, mas SOZINHA, como cantora, sem grupo.

(Próximo)

Sala de Aula B

Debrah: (Bom, estou tranquila aqui. Eu peguei meu telefone para ligar para o produtor.)

"Tuuut... Tuuut... Alô?"

Debrah: Olá! É Debrah, tudo bem com o senhor?

Oh, bom-dia Debrah, e você? Está pronta para o famoso teste?

Debrah: Sim, claro! Eu ensaiei todas as noites para isto!

Perfeito... E seu amigo, o guitarrista?

Debrah: Oh... Ele... Bem...

Um problema?

Debrah: Eu... Eu não sei se devo te falar...

Bom, Debrah, eu sei que é seu namorado, mas não é um motivo para protegê-lo assim... Se houve alguma coisa com ele, eu quero ficar sabendo, você sabe.

Debrah: ...

******

Debrah: Eu gosto muito do Castiel, mais do que minha atitude leva a crer, sabe? Só que entre um namorico de escola e uma brilhante carreira de cantora, a escolha é feita rapidamente... De certa maneira, fui vitima das circunstâncias.

(Próximo)

******

Debrah:  Ele não vem mais treinar com a gente... Ele disse que sabe que já conseguiu mesmo...Ele começou a dar autógrafos aos outros alunos... Eu... Eu acho que o melhor é não considerarmos ele, mesmo se isto me custa a admitir.

Debrah: (Eu continuei a argumentar por um bom momento até conseguir convencê-lo a esquecer o Castiel)

Você tem razão... Sinto muito, Debrah, eu vou ligar para ele para anunciar isto.

Debrah: Obrigada... (Bingoooooo!)

" Tuuuut... Tuuuut... Tuuuut"

Debrah: (Ele desligou) Ah ah! Bye bye Castiel! Sinto muito, mas eu só quero o meu nome no meu CD!

Nathaniel: O amor é lindo...

N-N-Nath?!? V-Você ouviu tudo?!?

Nathaniel: ...

Debrah: Ele deixou a sala sem falar mais nenhuma palavra). E-Espere! Nathaniel! Não é o que você pensa!!

Pátio

Debrah: O-Olá, Lysandre! Você viu o Nathaniel por acaso?

Lysandre: Não.

Debrah: Você não sabe onde ele possa estar?

Não, sinto muito.

Debrah: Não tem problema. (Gente, eu preciso encontrá-lo antes que ele fale algo!!)

******

Debrah: você entende agora o que eu te falei sobre o Lysandre? Só com você ele conversa tanto... Eu me pergunto o que ele deve achar interessante em você...

(Terminar a conversa)

******

Ginásio

Debrah: C-Castiel!! (Ai, fazei que aquele babacão não tenha dito nada!!)

Castiel: Castiel? Não tenho mais direito a "Gatinho"?

Debrah: Ah ah... Sim, claro, gatinho... Você... Você não viu o Nathaniel?

Castiel: Ele? Eu o vi a pouco, ele queria que a gente diminuísse um pouco o volume durante os ensaios.

Debrah: Como ele é chato, você não acha?

Castiel: Bom... Tem o pai e a mãe atrás de olho nele, ele precisa se dedicar ao máximo!

Debrah: Não é nem mais se dedicar ao máximo... Ele fica até tarde na escola para ganhar boas notas, é de dar medo!

Castiel: Com uma irmã como a dele, eu também ficaria o menor tempo possível em casa!

Debrah: (Próximo)

******

Debrah: Você também achou estranho vê-lo defender o Nathaniel? Está começando a entender o que aconteceu depois, pequena Docete?

(Próximo)

******

Castiel: Você está pálida, está tudo bem?

Debrah: Ele colocou a mão na minha testa). Sim, tudo bem! Eu... Sinto muito, tenho que ir!

Debrah: (Rápido, antes que ele conte aos outros!)

Grêmio

Ambre: Sai da frente!

Debrah: Sai ad frente, lora! Não é a hora!

Ambre: C-Como você ousa me falar deste jeito?! Não comece a se achar uma princesa, só porque um babacão te chamou para um grupo!

Debrah: (Eu a ignorei completamente e sai correndo)

Grêmio

Debrah: (Aqui está ele!!)

Nathaniel: Não precisa gastar sua saliva, você não vai conseguir me convencer de que tudo que ouvi foi um mal-entendido!

Debrah: M-Mas veja bem, Nath... Eu amo o Castiel, nunca eu teria isso com ele...

Nathaniel: E pare de me chamar assim, nós não somos amigos, que eu saiba.

Debrah: Não... Mas nós podíamos nos tornar muito mais do que isto, tenho certeza...

Nathaniel: O quê? Que bobagem é essa?

Debrah: (Eu me aproximei dele devagarzinho, sorrindo). Você sempre me olhou com desejo, Nat... Você queria sair comigo, não?

Nathaniel: Você está imaginando coisas. Você não faz o meu tipo.

Eu tenho certeza que sim... (Eu coloquei minhas mãos no seu peitoral e o empurrei levemente sobre a mesa do professor)

Nathaniel: Você está se superestimando, Debrah. Você acha que pode ter tudo com apenas um piscar de olhos, mas isto não vai funcionar comigo.

Debrah: Ah... Eu me viro para tirar o meu produtor e te colocar no lugar, dentro de um mês ou dois, está bem? Você é alguém bem organizado, altamente fiável... Você seria perfeito para este tipo de trabalho!

Nathaniel: Deixe-me agora antes que eu me irrite de verdade...

Debrah: Nat... Por favor... Isto deixaria o Castiel de coração partido, Ele não merece isso.

Nathaniel: É verdade, ele não merece... Ninguém merece sair com uma cobra igual a você. Deixe-me agora mesmo!

Debrah: Não. (Eu peguei suas mãos para colocá-las em volta da minha cintura).

Castiel: O-O que é...

Debrah: Castiel?!? (É uma piada? Estamos no time B ou o que?)
(Nathaniel tirou rapidamente as mãos da minha cintura.)

 Castiel: D-de qual direito você...

Debrah: Gatinho, não é o que você está pensando...

Castiel: Não o defenda!

Debrah: (Hã? Defendê-lo? Oooooh... Ele acha que o Nathaniel deu em cima de mim? estou com sorete de novo!)

Nathaniel: Acalme-se, como essa pestinha acabou de dizer, não é o que está pensando, Castiel... se você poder me ouvir 30 segundos... Uiiii!!!

Debrah: (Castiel se jogou sobre ele e deu um murro no rosto, com tanta força que ele caiu no chão).

Castiel: Debrah, vá embora! Agora mesmo! Ele vai se ver comigo! Ui!!!

Debrah: (Nathaniel revidou)

Nathaniel: Boboca! Escute um pouco antes de tirar conclusões precipitadas! Você não tem ideia do que este tipo de peste pensa de você!

(Próximo)

******

Debrah: E assim aconteceu a primeira briga entre o Castiel e o Nathaniel... E o Lysandre, a Kim, a Ambre e a Iris que tiveram que separá-los. Eu olhei a cena, um pouco fascinada pelo evento. Eu era a pobrezinha da Debrah, aquela que o responsável de turma tentou paquerar...

(Próximo)

Debrah: Maravilhoso não?

(Terminar a conversa)

Sala de Aula A

Castiel: (Castiel estava com a Iris, cuidando do machucado).

Debrah: Gatinho... Você não deveria...

Castiel: ...

Debrah: Eu sinto muito mesmo... Você gostava dele, ainda por cima... 

Castiel: ... 

Debrah: Se eu poder fazer algo... Diga-me.

Castiel: Iris, você poderia nos deixar sozinhos, por favor?

Debrah: (O que está acontecendo? Por que ele está tão distante?)

Iris: Sim, claro... Sinto muito pelo que aconteceu Castiel.

Debrah: (Ela saiu da sala rapidamente).

Castiel: ... Eu acabei de receber um telefonema do produtor.

Debrah: A-Ah, é? (Ele foi rápido).

Castiel: Foi por isto que você estava super pálida, não foi? Porquê ele tinha te falado antes...

Debrah: Eu... Eu sinto muito, gatinho... Eu realmente tentei convencê-lo de te guardar, mas ele acha que sozinha terei mais chances... Se você soubesse como isto me deixa triste...

Castiel: Que dia horrível... Eu surpreendo minha namorada sendo paquerada por aquele boboca e depois descubro que ela terá que ir sem mim... Eu imagino que nos veremos bem menos depois disso.

Debrah: Vamos ser realistas, gatinho... Nem vale a pena de continuar...

Castiel: C-Como?

Debrah: Eu vou sair para gravar um CD e talvez visitarei outras cidades depois... Eu não terei mais tempo para dedicar a você... O melhor é parar agora, num ponto positivo, do que terminar após meses de brigas, por causa das minhas ausências...

Castiel: "Num ponto positivo"? Você está rindo da minha cara?

Debrah: Gatinho... Se você soubesse como sinto muito por isto...

******

Debrah: Foi a este momento que terminei com o Castiel. Ele não se alterou, nem me pediu para ficar... Foi quase irritante! Mas eu tinha um peso a menos, e as coisas terminaram bem para mim, finalmente!

(Terminar a conversa)

Escadaria

(Volte ao porão para terminar o flash black)

(Terminar a conversa)

Porão

Debrah: Então? Gostou da minha história?

... Por que você me contou tudo isso?!

Debrah: Eu contei até minha conversa com os outros... até você pode entender a mensagem que eu quis passar.

Não entendi mesmo!

Debrah: Bem, todo mundo aqui confia em mim. Se você tentar fazer o contrário, lembre-se apenas do que aconteceu com o Nathaniel. Ninguém acreditou no que ele falou e acabou passando pelo ciumento que queria roubar a namorada de um colega de sala. Além disso,  você passaria por uma garotinha ciumenta, querendo dizer o mesmo... Ninguém vai acreditar me você, nunca.

...

Debrah: Feliz em ter tido esta conversinha com você!

(Ela me deu um tapinha nas costas)

Debrah: Até mais, Docete! E não esqueça: todo mundo te acha gentil e gosta de você. seria uma pena perder toda esta estima, apenas para me contradizer... Eu ganhei, estou na frente.

(Ela saiu do porão. Fiquei lá, um bom tempo, antes de poder me mexer novamente.)
(Gente... o que eu posso fazer?)

Escadaria

(Eu estou perdida... Eu estava certa em desconfiar, mas não posso contar isto a ninguém... Até quando eu fazia minha enquete com os rapazes, eles pensavam que eu era uma louquinha...)
(Eu nem sei o que está acontecendo com o Castiel e o Nathaniel, nem porquê eles não vinharam aqui hoje... Hoje não foi um dos meus melhores dias.)

Encontro com Lysandre

Lysandre: Onde você está, Docete?

(Hum?)

Lysandre: Você está bem?

Sim, só estou um pouco cansada.

Lysandre: O dia foi longo, não?

Sim, super longo. (Ele ainda não está bem...)

Lysandre: Eu tentei faalr com o Castiel novamente, mas ele não responde... Não faço a mínima ideia do que a Debrah disse para ele e nem qual é a sua decisão... Isto me deixa angustiado...

Não se preocupe, tenho certeza que tudo vai ficar bem.
Imagine se o Castiel vai embora... Não o veremos mais.

Lysandre: ... *Suspiro*

(Puxa, eu não devia ter dito isso! Preciso achar outra explicação.) Sabe, Lysandre, mesmo se ele for embora, tenho certeza que continuará a vir nos ver.

Lysandre: Sim, mas não será a mesma coisa...

Mas se for para começar uma carreira brilhante, sói nos resta ficarmos felizes por ele, não?

Lysandre: Eu sei que minha reação é egoísta, se é isto que você quer dizer...

Não... O que quero dizer, é que de qualquer maneira, tudo acabará bem! Eu tenho certeza que nós nos preocupamos por nada, você vai ver!

Lysandre: *Suspiro*




(Finalmente eu consegui melhorar um pouquinho o astral do Lysandre)
(Voltei para casa logo depois. Eu não parei de pensar na Debrah. Eu preciso fazer alguma coisa para impedi-la de prejudicar os outros novamente...)

Encontro Armin

Armin: Não! estou jogando o meu jogo. Isto me deixa bem preparado, fico em boa forma!

Eu não estou com muita vontade de jogar...
Oh... Por que não, poderei me distrair.



Encontro Kentin

"Se comprou o biscoito"



Ps: Se quiserem me add no amor doce é só enviar o convite para: EmilyCrisly.