sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Episódio Doce: Episódio 2

   Amor Doce episódio 2
Conheça os clubes.

  Corredor principal

Ambre: Novata, olha o que a gente achou no nosso armário da escola!(Ela me mostra alagumas cópias de uma foto: alguém desenhou um bigode e rabiscou outra coisa que eu não sei bem o que é...)

M-mas essa ai sou eu! É a foto que eu fiz para a ficha de inscrição!

Ambre: Você não é nada fotogênica, não é mesmo? Você quer mais fotos? Toma a agente tem bastante. (Ela me joga as copias no rosto. Está tudo espalhado no chão agora.)
Foram vocês que fizeram?

Ambre: Ah. Eu já ia me esquecendo... Agora que você terminou sua inscrição, pare de ficar dando em cima do Nathaniel!

(Ela me olha feio antes de ir embora com suas amigas)
(Argh! Mas o que é que eu fiz para elas me tratarem assim... Eu tenho certeza que são elas que estão por trás de tudo isso. E qual é o lance dela com Nathaniel?)

   Objetivo: Vá reclamar do comportamento de Ambre com os três rapazes.
  Pátio

Oi!

Castiel: ÊI, Docete, simpática sua foto!

Você também viu? (...)

Castiel: Claro, como a metade da escola.

Você acha graça, você está metido nisso, não?
Não é nada engraçado! Não foi a sua foto que foi rabiscada e pendurada em tudo quanto é canto!
Vá em frente, ria de mim! Eu não me importo, de qualquer maneira...

Castiel: Fique sabendo que eu acho difícil alguém me fazer um negócio desses.
Se você é valente, me defenda!

Castiel: E por quê? Fora que eu nem sei quem está metido nisso.

São aquelas três garotas estúpidas!
Entendi, deixa pra lá...
Por favor, me ajude...

Castiel: Tem muita garota boboca por aqui.

Estas estão sempre juntas. Duas morenas e uma loira chamada Ambre, eu acho. Desde que eu cheguei aqui, elas não param de me provocar.

Castiel: Ah,ah,ah! Você está falando da irmã do Nathaniel e das suas amigas? É verdade que no quisto pretensiosa elas ganham o primeiro lugar...

Então você me ajuda?
Com certeza... Eu nunca fiz nada pra elas...
Eu vou achar uma maneira de me vingar um dia.

Catiel: Ah, ah, ah! E eu faço o que? Dou uns tapas?

Você faria isso? Eu pago, se preferir!
Mas você é incrível, eu não estou pedindo tanto!
HEHE vá, com um pouco de sorte você consegue vencê-las. Eu sou o árbitro.

Castiel: Ah, Ah, Ah, você quer que eu seja expulso daqui ou o que? Alem do mais, eu sou um gentleman, eu não bato em meninas.

Ah, ah, ah! Até mais tarde então, senhor “gentleman”

Castiel: Êi, espera aí! Como assim “com um pouco de sorte eu posso vencê-las?” você está me provocando, é isso? (Ele toca meu braço de leve, rindo)

??  (Rir e sair)
?? (Rir e tocá-lo igualmente)

  Sala de aula A

Ken: Olá, Docete.

Ken, você viu aquelas três garotas que estão sempre juntas?

Ken: Sim, elas levaram o meu dinheiro agora.

Como assim elas levaram o seu dinheiro?

Ken: Isso, elas me empurraram no chão, pegaram meu dinheiro e disseram que queriam almoçar num restaurante, ao invés de comer na cantina.

E você não tem dinheiro?
Mas não deixe ninguém te tratar assim você é homem ou não?!
Elas pegaram muito dinheiro? Diga-me quanto. Eu posso te dar um pouco se você precisar.

Ken: Não, não, não se preocupe... mas é muito gentil sua proposta! Elas te fizeram algo também?

Elas te deram alguma cópia de foto?
Fizeram, elas me humilharam!
Não, nada...

Ken: O que elas fizeram com você? Se elas não me dessem tanto medo, eu te defenderia!

Deixa pra lá.
Não adianta nada eu falar isso com você, você não sabe nem se defender sozinho.
Não tem nada não, mas se cuide também.

Ken: Sim, você também!

(Terminar a conversa)

Sala dos representantes

Nathaniel: Oi! Quais são as novidades? Está tudo indo bem?

(Choramingar)
Pois é, você poderia me dizer como é que a minha foto para inscrição foi parar rabiscada e colada por tudo quanto é canto?
A novidade é que tem um bando de garotas me azucrinando.

Nathaniel: T-tá tudo bem? Você quer um lenço de papel?

Olha só a cópia da minha foto! Elas colocaram na escola toda , estou morrendo de vergonha!

Nathaniel: Olha, eu sinto muito, eu não sei como essas pessoas tiveram acesso a sua foto.

Mas você como representante não serve pra nada! Não é possível!!
Foi você?
Você não pode fazer algo? Por que você não pune os responsáveis?!

Nathaniel: Sabia que eu não tenho direito de punir os estudantes, isso é trabalho da administração e dos professores. Por isto eu não posso fazer nada contra estas pessoas. Mas eu posso aceitar a idéia de que a culpa é um pouco minha também. E vou retirar as fotos pra você, ok.

Ok, obrigada... Eu tenho certeza que foram aquelas três pestes  que fizeram isso.

Nathaniel: Quais pestes?

Elas estão sempre juntas, sabe? Ambre, a loira, até citou seu nome. Enfim elas são umas idiotas todas as três.
Elas estão sempre juntas, sabe? Ambre, a loira até citou seu nome. E com certeza ela é a pior das três! Ela parece gostar de você, mas vou te prevenindo, é uma garota insuportável.
Aquelas três garotas, principalmente Ambre... é realmente uma #@=?!!!

Nathaniel: Você sabia que Ambre é minha irmã? Eu sei que nem sempre ela é interessante quando está com as amigas , mas também, chamá-la de peste... E não se deve acusar alguém sem provas.

(Terminar a conversa)

Objetivo completo.

  Corredor principal

Diretora: Senhorita, Docete, espere! Eu gostaria que você participasse um pouco das atividades da escola, ajudando um dos nossos clubes de Basquete e de Jardinagem que estão precisando de uma mãozinha. Então, a senhorita pode dizer... Qual dos dois prefere?

Acho que prefiro ajudar o clube de basquete.
Acho que prefiro ajudar o clube de jardinagem.

O clube de jardinagem:

Diretora: Perfeito! Nesse caso, pode ir ao clube e veja no que pode ajudar.
Mas eu nem sei onde fica...

Diretora: Então pergunte aos seus colegas, eu tenho certeza que você vai achar alguém que te mostre o caminho.

(Terminar a conversa)

Objetivo: Encontre o clube.

  Pátio

Ken, você também tem que ajudar um clube?

Ken: Tenho! A diretora me pediu. Eu tenho certeza que você escolheu o clube de jardinagem, como eu, não foi isso?

Foi você gosta bastante das plantas também, não é?
Hum... Infelizmente sim.
Se eu soubesse, eu teria escolhido o clube de basquete.

Ken: Ah, legal! Vamos poder cuidar do jardim juntos!

Sim, eu tenho certeza que vamos nos divertir.
Acho que vou pedir para a diretora me mudar de clube, então...
Mas eu não vou cuidar do jardim com você!

Ken: Legal! Eu não vejo a hora!

Mas você sabe o que precisamos fazer no clube de jardinagem? E onde fica?

Ken: Eu não tenho a mínima idéia... Eu vou me informar, está certo?

(Continuar a conversar com Ken)
(Ir)

  Corredor Principal

Ken: Alguém me mostrou onde é o clube de jardinagem. Venha eu vou te mostrar, é a direita após o pátio.

(Seguir Ken)

  Clube de jardinagem

Ken: Pronto, à direita, após o pátio! E agora, você sabe o que é que a gente precisa fazer?

Objetivo Completo.

Hum...

Nós precisamos nos virar por conta própria.
Eu acho que você deveria ir procurar plantas no bosque!
Nós vamos dar uma volta, tá certo? Talvez a gente ache algo...

Ken: Ok. Ah, eu tenho uma idéia! Eu vou dar uma volta para ver se encontro alguém que possa nos informar.

(Ir também)
(Ken saiu, eu estava quase fazendo o mesmo, mas vi duas plantas com um bilhete do lado. “ Por favor, coloque estas plantas na sala de aula e na sala dos representantes”. Tem um buquê de mimosa e uma figueira no vaso. Bom, eu acho que já sei o que fazer agora...)

Objetivo: Colocar a figueira e a mimosa em uma das salas.

(Ir)
  Pátio

(Oh, não, eu não mereço...)

Ambre: Então você decidiu ajudar o clube de jardinagem, é isso? Nada surpreendente para um bicho do mato como você... ah, ah, ah!

(Mas elas ficam por dentro de tudo, não é possível...) -5% moral.

  Sala dos representantes

Colocar a figueira aqui.
Colocar a mimosa aqui.

Gostei do resultado!

Nathaniel: Mas o que é que você está fazendo?

(Ele está contrariado) E-eu preciso colocar umas plantas aqui e na sala de aula. É para ajudar o clube de jardinagem.

Nathaniel: E o que foi que você  colocou aqui?

A figueira. Eu acho que combina com o local. Algum problema?

Nathaniel: Ufa... Eu pensei que você tivesse colocado uma planta cheia de pólen ou qualquer coisa assim. Eu sou completamente alérgico, eu já estaria espirrando bastante, inclusive.

Ah, eu não tinha pensado nisso...

Nathaniel: Não, não se preocupe. Esse tipo de planta não me da alergia. Ela vai até deixar o lugar mais bonito.

Ok. Ainda bem.

(Mais uma planta para encontrar um bom lugar...)

  Sala de aula A

Colocar a mimosa aqui. Eu acho que ficou legal aqui.

Ken: O que você está fazendo?

Eu preciso colocar algumas plantas aqui e na sala dos representantes.

Ken: Oh, isso é ótimo! E eu reguei as plantas no pátio.

Você precisa de ajuda?
Não estou nem ai com o que você  faz ou deixa de fazer.
Ok... Eu preciso ir, tchau!

Ken: Eu já terminei, obrigado. Mas vou conferir se não me esqueci de nada.
Ok. Pronto coloquei as duas plantas, terminei meu serviço!

  Objetivo completo.
  Pátio

Tia Fada: Minha querida, você está ai! Eu te procurei por todo lado!

Tia, mas...

Tia Fada: Toma pega isso é pra você. (10 pontos de ação).

(Terminar a conversa)
  O clube de Basquete

Diretora: Perfeito! Nesse caso, pode ir ao clube e veja no que pode ajudar.
Mas eu nem sei onde fica...

Diretora: Então pergunte aos seus colegas, eu tenho certeza que você vai achar alguém que te mostre o caminho.

(Terminar a conversa)

Objetivo: Encontre o clube.

  Pátio

Ken, você também tem que ajudar um clube?

Ken: Tenho! A diretora me pediu. Eu tenho certeza que você escolheu o clube de jardinagem, como eu, não foi isso?

Não... Perdeu!
Eu prefiro o de basquete, para falar a verdade.
Nossa... Eu realmente escolhi bem, quando peguei o clube de basquete...

Ken: Ah, se eu soubesse. Você acha que eu posso mudar de idéia?

Não! A jardinagem combina tanto com você!
Nem pense nisso! Pare de grudar em mim!
Eu não sei, veja isso com a diretora.

Ken: Eu vou tentar encontrar a diretora e perguntar, então. Eu adoraria ficar no mesmo clubeque você.

(Terminar a conversa)

  Corredor principal

(Oh não, eu não mereço...)
(Elas me ignoraram completamente... Ufa um pouco de sorte nessa vida!)

  Pátio

Castiel eu preciso ir ao clube de basquete. Você sabe onde fica?

Castiel: Talvez.

Você poderia me responder claramente algumas vezes? Você é irritante!
Mostra pra mim onde fica, por favor.
Ou talvez não?

Castiel: E o que eu ganho mostrando onde fica?

É...
O prazer da minha companhia?
Nada, você bem que poderia fazer isso mesmo assim, não?

Castiel: Ah, ah, nada mais que isso? E por que você está procurando o clube?

É algo como uma participação obrigatória num clube da escola, eu acho.
A diretora me pediu para ajudar um dos clubes.
Eu não entendi tudo , mas eu tenho que ajudar um dos clubes.

Castiel: Ah, já sei o famoso método da diretora para ajudar os novatos a se integrarem.
Bom, e você vai me mostrar o caminho ou não?

Castiel: Escute, passe mais tarde, eu tenho algo para fazer agora, depois eu te mostro.

(Terminar a conversa)

  Corredor principal

Castiel: Estava quase indo embora... Venha, você vai ver, é bem ao lado do ginásio, á esquerda. Você acharia facilmente sozinha, se tivesse feito um pouquinho mais de esforço.
(Seguir o Castiel)

  Objetivo completo.

  Ginásio

Castiel: Pronto! No pátio, lá do outro lado é o clube de jardinagem. Você sabe o que tem que fazer?

Hum... Não.
Você não vai me ajudar?
Você não sabe não?

Castiel: Ai, ai a administração não ajuda ninguém. Eles te mandaram vir aqui ajudar um clube sem te dar mais informações...

Hum... (Olhar em volta)

Castiel: Ah, já sei. Os caras vivem reclamando que as bolas de basquete estão sempre sumindo. Você pode procurá-las, isso não deve ser muito cansativo. Estão faltando 5 eu acho.

Está certo, eu vou fazer isso então.

  Objetivo: Ache 5 bolas de basquete.

  Pátio

Castiel: Então, o que você está fazendo?

Estou procurando as bolas,  ainda você viu?

Castiel: Não, e nem procuro.

(Terminar a conversa)

  Sala dos representantes

Nathaniel, você viu umas bolas de basquete perdidas por aqui?

Nathaniel: Não, por quê? Você tem que encontrar as bolas do clube, é isso?

Sim, está difícil de encontrar, super chato.
Sim, eu estou procurando... Pelo menos, passo o tempo.
Argh! Sim, eu não paro de procurar por todos os lados, mas não encontro nada...

Nathaniel: Você vai acabar encontrando, continue.

(Terminar a conversa)

  Corredor principal

Ken: Eu sei onde fica o clube de basquete!

Não precisa, eu sei onde fica.
Como sempre, você não serve para nada, eu já sei onde fica.
Obrigada, é gentileza sua, mas já me mostraram onde fica.

Ken: Poxa, cheguei tarde de mais, desculpe...

Eu tenho que procurar umas bolas de basquete, você viu?

Ken: Não, eu não prestei atenção!

(Terminar a conversa)
  Coletado as 5 bolas.

  Objetivo completo.

  Pátio

Castiel: E aí, você encontrou as bolas?

Sim, encontrei todas as cinco.

Castiel: E agora? O que você está esperando? Vá guardar tudo no ginásio e pronto.

Ok, ok... Já estou indo!

Ginásio

Pronto, missão cumprida! (Guardar as bolas)

Diálogo logo depois das missões dos clubes

Corredor principal

Nathaniel: Ah, eu ia lá no pátio. Você poderia me fazer um favor?


Não, acho que não.

Sim, claro.
Que tipo de serviço?

Nathaniel: Muito obrigado. Ei tenho uma folha de ausência para o Castiel assinar e, sinceramente, quanto menos eu o vejo, melhor eu fico. Você poderia dar para ele assinar e depois me devolver a folha, por favor?


Francamente, não é para você fazer isso, normalmente? Bom, mas se eu tiver que obedecer ao representante de turma...

Ok, sem problemas.
Castiel? Ele não é nada fácil, eu vou ver o que posso fazer mesmo assim...

Nathaniel: Nem fale, muito legal você ir no meu lugar, obrigado.

Mas espere aí, por que é ele que assina a folha de ausência? Não são os pais que devem fazer isso normalmente?

Nathaniel: Normalmente sim, mas o Castiel é emancipado dos pais. Como eles viajam muito por causa do trabalho, ele precisa se virar sozinho no dia-a-dia. Inclusive nas questões relativas á escola.

Oh, está certo. Eu não sabia.

(Terminar conversa)

Objetivo: Fazer com que Castiel assine a folha de ausência.


Pátio


Assine aqui, por favor

Você faltou aula de novo? Tenho uma folha pra você assinar.
Tenho uma folha de ausência pra você assinar enviada por Nathaniel. Poderia assinar, por favor?

Castiel: Ah, ah, sem comentários. E pode devolver a Nath, eu não planejo assinar nada.

(Ok... Já estou vendo que esta história não vai ser nada fácil...)


Corredor principal

Castiel: Está querendo alguma coisa?

Hum... Por enquanto não.

(Terminar conversa)


Sala de aula A

Ambre: Sai da frente, a gente quer passar.


Mude seu caminho “princesa”, daqui eu não saio mesmo!
(Sair do caminho para que elas passem)

Ambre: Não acredito! Quem você acha que é? Vá continuar sendo a empregadinha dos clubes! (Ela me empurra bem forte, quase caio no chão)

(Grrr... Eu ainda vou dar uma lição nesta pestinha qualquer dia desses...) -10%


Corredor principal

Íris, você pode me ajudar, por favor?

Íris: Claro, o que foi?


Você poderia entregar essa folha para o Castiel para que ele assine e depois devolver a Nathaniel, por favor?
Nathaniel me pediu para entregar esta folha de ausência para o Castiel assinar... E eu não sei como fazer isso...

Íris: Castiel é um pouco difícil para estas coisas... Tente pedir de forma gentil...

Não me ajuda muito, mas obrigada mesmo assim.

(Terminar conversa)


Pátio

Ken, você está ocupado com alguma coisa?

Ken: Nada de especial, você precisa de ajuda?


Um pouco. Como você adivinhou?

Não, a sua não.
Sim, você poderia me fazer um favor?

Ken: Eu não sabia, mas estou sempre aqui se você precisar de mim!

Eu preciso entregar uma folha de ausência para que o Castiel assine, aquele cara que está sempre no corredor. Você pode fazer isso por mim?

Ken: Claro que posso!


Obrigada, Ken, você é super gentil. (entregar a folha de ausência para Ken)

Hum... Deixa pra lá, eu vou fazer eu mesma. (Ficar com a folha)


Sala dos representantes

Nathaniel: Você encontrou com ele? Conseguiu?

Sim, e ele não quer assinar o seu papel.

Nathaniel: Um teimoso de primeira. Insista um pouco, ele vai acabar assinando.


Ok, lá vou eu de novo...
Ai, ai, fazer esse favor para você, tédio...
Mas ele me irrita, esse cara.

Nathaniel: Eu realmente entendo... Se você pudesse tentar novamente.

(Terminar a conversa)


Pátio

Castiel: Está querendo alguma coisa?

Sim, a folha de ausência...

Castiel: Me deixe tranquilo...


Bom, assine agora e não falamos mais nisso.

Você realmente não quer assinar?
Ele insiste, você já deve imaginar...

Castiel: E ainda me recuso! Além disso, se ele é um homem de verdade, que venha me falar, ao invés de enviar uma garotinha como você!

(Acho que estou pronta para voltar a ver Nathaniel)


Sala dos representantes

Nathaniel: E aí?

Então... Ele disse que se você fosse um homem deveria pedir diretamente.

“Peça para mim diretamente, se você for um homem” (Imitando a voz do Castiel)
Você é um homem, você é o representante, então vá perguntar para ele você mesmo!

Nathaniel: Hein?... Ah! Foi isso que ele falou? Bem, você pode dizer para ele que um homem deve também assumir seus atos. Ele só precisa assinar.

Entendi, lá vou eu de novo... 


Pátio

Castiel: Você transmitiu a mensagem?

Sim, e você se decidiu?

Castiel: De novo?! Puxa vida, você é insistente!

(Eu sei, mas Nathaniel não larga do meu pé...

Um homem de verdade, como você mencionou, assume as suas responsabilidades, então assine aqui e ponto final.
Bom... Ele disse que se você fosse um homem você deveria assumir as suas responsabilidades e assinar. Então, aqui está...

Castiel: Eu entendo, mas eu sou teimoso tanto quanto ele. Eu não vou assinar nada. Além disso, tenho certeza que ele faz isso tudo na esperança de me ver expulso da escola.


Bem, eu estou cansada de ouvir suas histórias, você assina aqui. E se você não está contente, veja isso diretamente com ele. (Forçar o Castiel a assinar a folha de ausência)
O que? Eu não quero que você seja expulso, deixe pra lá o papel, eu vou devolvê-lo. (Não fazer o Castiel assinar a folha de ausência).

Castiel: Eu sabia que você ia entender, obrigado.

(Ele parece aliviado. Tenho agora que explicar isso para Nathaniel...)


Sala dos representantes

Nathaniel: Você conseguiu desta vez?

Não, aqui está, eu te devolvo seu papel, ele não quer assinar e não vou continuar a forçá-lo. Vire-se sozinho agora. (Devolver a folha de ausência sem a assinatura)

Nathaniel: Obrigado por me ajudar (ironia)! E saiba que sua atitude não me surpreende em nada, vocês dois se parecem muito... Deixa pra lá, me dá esta folha, eu vou me virar sozinho, como sempre.

É melhor, eu acho.


Corredor principal

(Ufa... Eu vou poder finalmente voltar para casa.)

(Eu estava quase indo embora quando a voz do Nathaniel e do Castiel “Assuma sua responsabilidade, seu...” “Eu vou te mostrar o que acontece com quem me provoca, você vai ver...” Ah eles estão no final do corredor. Mas?! Eles estão quase se batendo! Quem eu vou defender?)
< Parte pra o encontro.

>ENCONTROS:


Defendendo o Nathaniel:
(Defender o Nathaniel)
(Defender o Castiel)

Nathaniel, para com isso! Não adianta nada de qualquer maneira, ele é um teimoso!

(Eu tentei ficar entre os dois, mas o Castiel me empurrou dizendo que não era pra eu me meter nisso, que não era da minha conta.)

 (Finalmente consegui tirar Nathaniel de lá. Castiel foi embora. Nós conversamos um pouco antes de voltar, cada um, para sua casa)

(Fim do episódio)

Defendendo o Castiel:
(Defender o Nathaniel)
(Defender o Castiel)
Castiel, para com isso! Não adianta nada, você só vai criar problemas!
(Eu tentei ficar entre os dois, mas o Castiel me empurrou dizendo que não era pra eu me meter nisso, que não era da minha conta)



(Finalmente eu consegui acalmar o Castiel e afastar o Nathaniel. A gente conversou um pouco antes de voltar, cada um, para a sua casa)

(Fim do episódio)



Encontro com Ken

Ken: Docete, você vem comigo? Eu tenho um pedaço de bolo, se você quiser.

Está certo, como quiser.

(Nós fizemos o mesmo caminho juntos, comendo os biscoitos.)
(Eu acho que ele come sempre este tipo de biscoito, ele deve ser viciado em biscoito de chocolate.)(Fim do episódio)

Roupas da Docete!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário